MMA - Soldagem de Aeronaves

  • View
    334

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

Posies de soldagem

SEST SENAT Escola de Aviao CivilMDULO CLULACAPTULO 6 SOLDAGEM DE AERONAVESGrupo 5 Tcnicas e Procedimentos de SoldagemAlexandre TavaresCaio CsarDiogo HessMatheus ReisNikole RayelleRafael Amorim

Soldagem com passo mltiplo Posies de soldagem Reparo de membros tubulares Reparos em beros de motor Soldagens das asas e cauda

Tcnicas e procedimentos de soldagem

Soldagem com passo mltiplo

A soldagem de mltiplos passes importante quando se tem uma distncia maior do que de polegada entre as partes a serem soldadas, e efetuada com o passe de mais de um cordo de solda de modo a preencherSoldagem de mltiplos passes

todo o espao entre as peas, tornando-a mais slida e firme.A soldagem de mltiplos passes deve ser efetuada de acordo com o tipo de metal a ser soldado, e a distncia entre as peas.Soldagem de mltiplos passes

Soldagem de mltiplos passes

A soldagem de mltiplos passes deve ser efetuada como representado abaixo das juntas em V, preenchendo as bordas primeiro.

A escria um problema muito grave nesse tipo de solda, e deve ser toda retirada antes de feito o prximo cordo.Soldagem de mltiplos passes

Escria

Posies de soldagem

H quatro posies gerais nas quais a soldagem efetuada: chata ou plana, horizontal, vertical e sobre-cabea.

Posies de soldagem

Superfcies planas

Superfcies circulares

Sempre que possvel, a soldagem ser feita na posio plana, uma vez que a poa mais fcil de ser controlada nesta posio.

A posio plana usada quando o material pode ser deitado em local plano, ou inclinado em ngulo menor que 45, e soldado pela face superior. Pode ser feita tanto para frete como para traz.

Plana

Plana

Plana

A posio horizontal usada quando a linha de solda corre atravs de uma pea e a chama direcionada para o material numa posio horizontal ou quase. A soldagem dever ser feita da direta para esquerda atravs da chapa. A chama inclinada para cima em um ngulo de 45 a 60.Horizontal

Horizontal

A soldagem sobre-cabea usada quando o material deve ser soldado pela face inferior com a juno correndo na horizontal, ou em um plano, em que a chama tenha que ser apontada para cima, sob o trabalho.

Sobre-cabea

Sobre-cabea

Evitar grandes poas de metal derretido;Sobre-cabea - Observaes

O volume da chama no deve exceder o requerido.

Selecionar corretamente o bico de acordo com a espessura do metal a ser soldado.

A soldagem vertical usada quando as partes unidas esto includas em ngulo de mais de 45, com junta correndo verticalmente. Nessa posio, devemos evitar que a poa superaquea para no escorrer.Vertical

Vertical

Reparos de membros tubulares

Tubos de ao soldados podem, geralmente, ser emendados ou reparados em qualquer junta ao longo do seu comprimento, porm deve-se dar particular ateno ao encaixe e alinhamento corretos para evitar distores.

Reparo de membros tubulares

Mossas em um dos tubos de ao de uma junta de vrios tubos podem ser reparadas, soldando-se um reparo de ao especialmente feito sobre a rea amassada e nos tubos adjacentes.Reparo de membros tubulares

Para preparar a chapa de reparo, uma seco de folha de ao cortada do mesmo material e espessura do tubo mais pesado e danificado.Reparo de membros tubulares

A chapa de reforo aparada deforma que os "dedos" se estendam sobre os tubos pelo menos uma o dimetro e meio do tubo respectivo.Reparo de membros tubulares

Reparo de membros tubulares A chapa de reforo pode ser formatada antes de se tentar qualquer soldagem, ou ela pode ser cortada e ponteada a um ou mais tubos da junta, depois aquecida e formatada ao redor da junta para produzir contornos suaves.

Deve-se aplicar calor suficiente chapa durante o processo de formao para que no existam folgas. Se houver uma folga ela no dever exceder 1/16 da polegada medida do contorno da junta chapa.

Reparo de membros tubulares

Depois da formatao e do ponteamento, todas as bordas da chapa de reforo so soldadas junta.

O material de reparo selecionado deve ser um pedao de tubo de ao com dimetro interno aproximadamente igual ao dimetro externo do tubo danificado, e do mesmo material e espessura da parede. Reparo atravs de luva soldada

Essa luva de reforo deve ser cortada com ngulo de 30 em ambas as extremidades de forma que a distncia mnima entre a luva e a extremidade da rachadura ou mossa, no seja menor que um dimetro e meio do tubo danificado.Reparo atravs de luva soldada

Aps os cortes em ngulo das extremidades do tubo ele deve ser cortado, no sentido do seu comprimento, em duas metades iguais, e so presas na posio correta nas reas afetadas do tubo original.

Reparo atravs de luva soldada

A luva ento soldada ao longo do comprimento das duas metades, e ambas as extremidades so soldadas ao tubo danificado.

Reparo por remendo soldadoMossas ou furos em tubos podem ser reparados com segurana atravs de um remendo do mesmo material, mas uma medida de espessura acima.

Reparo por remendo soldadoPara o uso deste tipo de reparoexistem algumas excees: No use este tipo de reparo em mossas fundas mais que 1/10 do dimetro do tubo, mossas que envolvam mais de 1/4 da circunferncia do tubo, ou aquelas mais longas que o dimetro do tubo.

Reparo por remendo soldado S use este tipo de reparo se no houver rachaduras associadas s mossas, ou abrases e cantos vivos.

S use este tipo de reparo quando o tubo amassado puder ser substancialmente reformado sem rachar, antes da aplicao do remendo.

Reparo por remendo soldado No caso de tubos perfurados, use este tipo de reparo se os furos no forem maiores que o dimetro do tubo, e se no envolverem mais que 1/4 da circunferncia do tubo.

Reparo por remendo soldado

Reparo por luva parafusada Reparos por luva parafusada na estrutura tubular de ao no so recomendados, a menos que especificamente autorizados pelo fabricante ou pela Autoridade Aeronutica.

Reparo por luva parafusada O material removido na furao deste tipo de reparo poder enfraquecer criticamente a estrutura tubular.

Emenda de tubulaes atravs de luva internaSe o dano a um tubo estrutural for tal que uma substituio parcial do tubo seja necessria, a luva interna recomendada, especialmente onde se deseja que a superfcie do tubo permanea lisa.

Emenda de tubulaes atravs de luva internaFaz-se um corte diagonal para remover a parte danificada do tubo; as rebarbas das arestas dos tubos so removidas com uma lima ou algo semelhante.

Emenda de tubulaes atravs de luva internaUm tubo de ao do mesmo material e mesmo dimetro, e pelo menos a mesma espessura de parede, cortado para encaixar-se no tamanho da parte removida.

Emenda de tubulaes atravs de luva internaEm cada uma das extremidades do tubo substituto deve-se deixar uma folga de 1/8 da polegada at o tubo original. A luva interna pode ser soldada s extremidades dos tubos externos atravs da folga de 1/8 da polegada, formando-se um cordo de solda sobre a folga.

Reparo de encaixes embutidos na fuselagemH diversos mtodos aceitveis para fazer esse tipo de reparo.Um dos mtodos consiste uma luva de maior dimetro que o tubo original. Isto requer que os furos da longarina sejam alargados. A junta dianteira um chanfro de 30.

Reparo de encaixes embutidos na fuselagemA longarina traseira cortada aproximadamente 4 polegadas da linha central da junta, e um espaador de 1 polegada encaixado sobre a longarina. O espaador e a longarina tm suas bordas soldadas.

Reparo de encaixes embutidos na fuselagemUm corte cnico em "V" de aproximadamente duas polegadas de comprimento feito na extremidade traseira da luva externa, e a extremidade da luva externa encaixada longarina e, ento, soldada.

Reparos de trem de pousoTrens de pouso fabricados de tubos redondos, so geralmente reparados, usando remendos e reforos (reparo por luva soldada e/ou reparo de encaixes embutidos).Veja alguns exemplos de eixos de trem de pouso reparveis e no reparveis.

Reparos em beros do motor

Os beros so geralmente fabricados em tubos soldados de ao cromo/molibdnio, e fuses de cromo/nquel/molibdnio so usadas para os encaixes expostos a altos estresses.

Reparos em beros do motor

Reparos em beros do motor

As normas relativas fabricao dos componentes so extremamente cuidadosas e restritivas, principalmente com as operaes de solda, nas quais no devem existir irregularidades, uma vez que a vibrao tende a acentuar pequenos defeitos.

Reparos em bero do motor

As normas relativas fabricao dos componentes so extremamente cuidadosas e restritivas, principalmente com as operaes de solda, nas quais no devem existir irregularidades, uma vez que a vibrao tende a acentuar pequenos defeitos.

Reparos em bero do motor

O bero do motor de aeronaves um componente de alta responsabilidade, submetido a carregamentos complexos, nos quais fraturas ocasionadas por fadiga so constantemente encontradas, principalmente nas soldas.

Reparos em bero do motor

Caso seja necessria a execuo de reparos em membros do bero do motor, esses devem ser realizados utilizando-se um tubo de dimetro ligeiramente maior sobre o membro original.

Reparos em bero do motor

Os reparos devem ser feitos utilizando soldas boca de peixe (fishmonth) e roseta (rosette). Contudo a solda chanfrada a 30 em lugar da fishmonth geralmente considerada aceitvel para o reparo de beros de motor.

Reparos em bero do motor

Aps o reparo os beros devem ser checados quanto ao seu alinhamento correto, o alinhamento original da estrutura deve ser mantido. Isto pode ser feito medindo-se a dis