O Futuro das Novas Oportunidades

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Avaliação da Iniciativa Novas Oportunidades – Eixo Adultos Intervenção Secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário

Text of O Futuro das Novas Oportunidades

  • 1. Ministrio da Educao e CinciaeMinistrio da Economia e do Emprego

2. Avaliao da Iniciativa Novas Oportunidades Eixo Adultos IntervenoSecretria de Estado do Ensino Bsico e Secundrio 3. ENSINO E FORMAO DE ADULTOSUma aposta na qualificao real 4. Rever a oferta formativaReestruturar a rede de CNOMelhorar a educao e a formao de adultos 5. Prioridades para o ensino e a formao de adultos: Cidados desempregados em idade ativa- Cursos de dupla certificao- - Formaes Modulares Certificadas (FMC) focadasna aquisio de capacidades especficasoptimizadoras da empregabilidade- Ensino Recorrente para concluso do ensinosecundrio e/ou prosseguimento de estudos 6. Prioridades para o ensino e a formao de adultos: reas de educao e formao ligadas aos sectores debens e servios transacionveis ou geradores deemprego, tendo em conta especificidades regionais elocais(Exemplos: metalurgia e metalomecnica, eletricidade e energia,electrnica e automao, tecnologia dos processos qumicos,indstrias alimentares, do txtil, calado e couro, indstriasextractivas, produo agrcola e animal, pescas, entre outras.) 7. Rede de ensino e formao de adultos Concentrao da oferta de dupla certificao de adultos nasentidades formadoras com melhores condies e experincia,acautelada a necessria cobertura geogrfica Concentrao da oferta de ensino recorrente num gruposelecionado de escolas com comprovadas condies para tal Promoo de parcerias entre entidades formadoras, para apartilha dos melhores recursos disponveis em cada uma 8. FUTURO DOSCENTROS NOVAS OPORTUNIDADES 9. Reestruturao da rede Alargamento da misso Reconhecimento e Validao de Competncias e encaminhamento de adultos para formao Orientao e encaminhamento de jovens para ofertas de dupla certificao Ligao entre entidades formadoras e tecido empresarial Renomeao - Centros para a Qualificao e o Ensino Profissional Redimensionamento da rede Por NUT III Em funo do nmero de jovens com ensino bsico concludo Em funo do nmero de adultos com baixas qualificaes 10. Reconhecimento e validao de competncias Prioridade ao reconhecimento e validao de competnciascomo pontos de partida para processos de formaoadicional Certificao das competncias por entidades certificadas Certificao profissional > entidades formadoras certificadas pela DGERT Certificao escolar > escolas do sistema de ensino 11. MEDIDAS PARA O FUTURO 12. Reviso das tipologias de cursos Reviso dos referenciais de formao Reviso dos processos de RVCC Avaliao regular do impacto das ofertasformativas no desempenho no mercadode trabalho 13. Avaliao da Iniciativa NovasOportunidades Eixo Adultos IntervenoSecretrio de Estado do Emprego 14. Programa Vida Ativa 15. Programa Vida Ativa Encaminhamento dos desempregados de forma mais clere paraaes de formao de curta durao de natureza transversal,conciliveis com a procura ativa de emprego; Aquisio de competncias relevantes para o mercado de trabalho e amobilizao para processos subsequentes de qualificao oureconverso profissional; Aes diferenciadas de acordo com o nvel de escolaridade dodesempregado; Percursos modulares de dupla certificao que permitem a aquisiode novas competncias, com o reforo significativo das atividadesprticas na componente de formao tecnolgica; 16. Programa Vida Ativa Reforo da qualidade e celeridade das medidas ativas de empregoprivilegiando a orientao para a empregabilidade, atravs dasseguintes modalidades: -RVCC Dual: Processos de reconhecimento, validao ecertificao de competncias profissionais e escolares, passveis deserem desenvolvidos em diferentes contextos, de forma articulada,designadamente em centros, escolas, empresas e outras entidadesempregadoras;-Formaes Modulares Certificadas: assentes em unidades decrdito capitalizveis, tendo em vista a criao de ciclos sucessivos deaprendizagem ao longo da vida, de curta durao, que garantam umretorno contnuo formao, numa tica de valorizao permanentedas competncias profissionais. 17. Ministrio da Educao e CinciaeMinistrio da Economia e do Emprego