of 15/15
Poluição de Água - Eutrofização Fenômeno causado pelo excesso de nutrientes numa massa de água, provocando um aumento excessivo de algas.

Poluição de água eutrofização

  • View
    7.020

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Poluição de água eutrofização

  • 1. Fenmeno causado pelo excesso denutrientes numa massa de gua, provocando um aumento excessivo de algas.

2. Conceito Os charcos, os lagos e as albufeiras so mais vulnerveis poluio do que os cursos de gua superficiais e oceanos. Os contaminantes sofrem uma diluio menos acentuadadevido ao menor volume de gua e de corrente Aos lagos e albufeiras chegam escorrncias de terrenos circundantes, ricas em sedimentos e nutrientes. O enriquecimento dos lagos em nutrientes denomina-seeutrofizao. 3. Eutrofizao naturalOcorre ao longo de grandes perodos de tempo, como parte do processo de sucessoecolgica que se verifica durantea evoluo dos ecossistemas. 4. Eutrofizao CulturalResulta de atividadeshumanas e verifica-sejunto a zonas urbanas ou agrcolas. Os nutrientes que atingem o lago soprincipalmente nitratos e fosfatos com origem naagricultura e na pecuria, na eroso do solo e nosefluentes das estaes de tratamento. 5. Para alm dos efeitos sobre os ecossistemas, aeutrofizao reduz o valor esttico e recreativo doslagos e albufeiras. 6. Processo de eutrofizaoQuando uma determinada massa de gua pobre emnutrientes (oligotrfica) os adquire, h toda uma sriede alteraes que ocorrero: o aumento da concentrao de nutrientes favorece ocrescimento e a multiplicao do fitoplncton, oque provoca o aumento da turbidez da gua; devido a tal, a luz solar no chega s plantas que seencontram submersas, no ocorrendo afotossntese; 7. embora os lagos eutrficos possuam elevada quantidade de fitoplncton, que produz oxignio atravs da fotossntese, a sua distribuio superficialprovoca nesse sector uma saturao em oxignio, quese escapa para a atmosfera, pelo que no restabelece o oxignio dissolvido ao nvel das guas profundas; 8. o fitoplncton tem taxas de crescimento e reproduomuito elevadas, formando tapetes verdes superfcie dos cursos de gua, principalmente nossectores com correntes fracas. Quando estesorganismos morrem, depositam-se no fundo,formando espessos depsitos; 9. o aumento de detritos leva a um aumento de decompositores (essencialmente bactrias), cujo crescimento exponencial provoca uma diminuio do oxignio dissolvido (consumido na respirao);o esgotamento do oxignio leva morte por asfixia de peixes e crustceos, mas no de bactrias, que recorrem fermentao e respirao anaerbia; 10. as bactrias proliferam e aproveitam o oxignio,cada vez que este est disponvel, mantendo a gua com permanente carncia em oxignio;pode ainda ocorrer oxidao da matria orgnica e de outros compostos, contribuindo tambm para a diminuio do oxignio dissolvido e agravamento da eutrofizao; 11. Carncia Bioqumica de Oxignio (CBO): Quantidade de oxignio necessria aos decompositoresaerbios para decompor os materiais orgnicos presentes num certo volume de gua. um indicador da quantidade de matria orgnica biodegradvel presente na gua, uma vez que, quanto maior a concentrao de matria orgnica de uma gua, maior ser a quantidadede oxignio utilizada pelos decompositores. 12. Combate eutrofizaoA eutrofizao pode ser combatida essencialmente emdois nveis: 1. Evitar a entrada nos cursos de gua de elevadas quantidades de nutrientes e sedimentos (longo prazo);2. Implementar medidas de recuperao de lagos ecursos de gua eutrofizados.Veremos a seguir algumas dicas detalhadas de como podemos combater, nos dois tipos de nveis. 13. 1. identificar as principais fontes de eutrofizao, com destaque para as do dia-a-dia; proibir o uso de detergentes fosfatados, pois o fosfato umdos principais nutrientes responsveis pelo desenvolvimento do fitoplncton; modernizar os processos de tratamento das guas residuais,que permitam recolher a maioria dos nutrientes, evitando a eutrofizao a jusante(vazante de mar) do ponto de descarga; controlar as guas de escorrncia das exploraes agrcolas e pecurias, pois apresentam elevadas concentraes denutrientes, entre outros; 14. 2. tratamentos qumicos base de herbicidas, poucoeficazes, uma vez que so necessrias grandes concentraes para destruir o fitoplncton, tornando- se extremamente txico para os outros seres vivos..arejamento artificial introduo de oxignio, atravsde uma rede de tubos plsticos numa massa de guaque se pretende tratar; 15. Remoo das plantas arrancadas devido ao rolamento dos sedimentos ao longo do leito do rio, e que ficaram superfcie.Dragagens dos sedimentos remoo dos depsitosque cobrem as plantas aquticas. Poder aumentar aeutrofizao, uma vez que, ao mexer-se nossedimentos, aumenta-se a turbao da gua.