Escatologia cap. 07

  • View
    12

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Escatologia cap. 07

Apresentao do PowerPoint

E s c a t o l o g i aAs profecias relacionadas ao segundo adventoAs profecias do milnioAs profecias do estado eternoAs profecias do perodo tribulacional

As profecias do perodo tribulacionalA doutrina bblica da tribulao

A relao da igreja com a tribulao

A relao entre o Esprito Santo e a tribulao

Israel na tribulao

Os gentios na tribulao

A campanha do Armagedom

Os juzos da tribulaoCap. 07 -Os SelosAs Trombetas e As TaasO Juzo Contra a BabilniaO Julgamento da Besta e Seu Imprio

Selos

E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discpulos em particular, dizendo: Declara-nos quando sero essas coisas, e que sinal haver da tua vinda e do fim do mundo. Mateus 24:3Ento Jesus comeou a dizer-lhes: Acautelai-vos; ningum vos engane;muitos viro em meu nome, dizendo: Sou eu; e a muitos enganaro. Marcos 13:5,6 Olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vencendo, e para vencer. Apoc. 6:2Quando, porm, ouvirdes falar em guerras e rumores de guerras, no vos perturbeis; foroso que assim acontea: mas ainda no o fim. Marcos 13:7Olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vencendo, e para vencer.Apocalipse 6:2Pois se levantar nao contra nao, e reino contra reino; e haver terremotos em diversos lugares, e haver fomes. Isso ser o princpio das dores.Marcos 13:8E saiu outro cavalo, um cavalo vermelho; e ao que estava montado nele foi dado que tirasse a paz da terra, de modo que os homens se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.Apocalipse 6:4Pois se levantar nao contra nao, e reino contra reino; e haver terremotos em diversos lugares, e haver fomes. Isso ser o princpio das dores. Marcos 13:8Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizer: Vem! E olhei, e eis um cavalo preto; e o que estava montado nele tinha uma balana na mo.E ouvi como que uma voz no meio dos quatro seres viventes, que dizia: Um queniz de trigo por um denrio, e trs quenizes de cevada por um denrio; e no danifiques o azeite e o vinho. Apocalipse 6:5,6Mas olhai por vs mesmos; pois por minha causa vos ho de entregar aos sindrios e s sinagogas, e sereis aoitados; tambm sereis levados perante governadores e reis, para lhes servir de testemunho. Mas importa que primeiro o evangelho seja pregado entre todas as naes. Marcos 13:9,10 Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram.E clamaram com grande voz, dizendo: At quando, Soberano, santo e verdadeiro, no julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? Apoc 6:9,10 Logo depois da tribulao daqueles dias, escurecer o sol, e a lua no dar a sua luz; as estrelas cairo do cu e os poderes dos cus sero abalados. Mateus 24:29E vi quando abriu o sexto selo, e houve um grande terremoto; e o sol tornou-se negro como saco de cilcio, e a lua toda tornou-se como sangue; e as estrelas do cu caram sobre a terra, como quando a figueira, sacudida por um vento forte, deixa cair os seus figos verdes. Apocalipse 6:12,13Ento aparecer no cu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentaro, e vero vir o Filho do homem sobre as nuvens do cu, com poder e grande glria. Mt 24:30 E os reis da terra, e os grandes, e os chefes militares, e os ricos, e os poderosos, e todo escravo, e todo livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas;e diziam aos montes e aos rochedos: Ca sobre ns, e escondei-nos da face daquele que est assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Apocalipse 6:15-16E este evangelho do reino ser pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as naes, e ento vir o fim. Mateus 24:9E foram dadas a cada um deles compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo, at que se completasse o nmero de seus conservos, que haviam de ser mortos, como tambm eles o foram. Apocalipse 6:11

TrombetasTaas&Embora quatro dessas taas sejam derramadas nas mesmas reas que as trombetas, no parecem refletir o mesmo juzo. As trombetas comeam no meio da tribulao e representamos acontecimentos de toda a segunda metade da semana. As taas parecem abranger um perodo muito breve no final da tribulao imediatamenteanterior ao segundo advento de Cristo. Essas taas parecem fazer referncia particular aos incrdulos, uma vez que experimentam uma ira especial de Deus (16.9,11), e tm referncia especial besta e a seus seguidores (16.2).

TrombetasJulgamentosTaas8:7A terra16:1-28:8-9O mar16:38:10-11Os rios16:4-78:12-13O sol16:8-99:1-4A humanidade16:10-119:13-21Um exrcito16:12-1611:15-19Naes iradas16:17-21

Ento aparecer no cu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentaro, e vero vir o Filho do homem sobre as nuvens do cu, com poder e grande glria.Mateus 24:30 Logo depois da tribulao daqueles dias, escurecer o sol, e a lua no dar a sua luz; as estrelas cairo do cu e os poderes dos cus sero abalados. Mateus 24:29Quando, porm, ouvirdes falar em guerras e rumores de guerras, no vos perturbeis; foroso que assim acontea: mas ainda no o fim. Marcos 13:7Pois se levantar nao contra nao, e reino contra reino; e haver terremotos em diversos lugares, e haver fomes. Isso ser o princpio das dores. Marcos 13:8E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discpulos em particular, dizendo: Declara-nos quando sero essas coisas, e que sinal haver da tua vinda e do fim do mundo. Mateus 24:3Passar o cu e a terra, mas as minhas palavras jamais passaro. Mateus 24:35

Ento os sete anjos que tinham as sete trombetas prepararam-se para tocar. Apocalipse 8:6Vi no cu ainda outro sinal, grande e admirvel: sete anjos, que tinham as sete ltimas pragas; porque nelas consumada a ira de Deus. Apoc. 15:1

Como a sexta praga no Egito (xodo 9:8-9)

Um monte em chamas cai no mar (8.8).Um tero do mar se torna sangue.Um tero das criaturas do mar morre.Um tero dos navios destrudo (8.9).

O segundo anjo tocou a sua trombeta, e foi lanado no mar como que um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a tera parte do mar. Apoc. 8:8 e xodo 7: 17 a 21Como na primeira praga no Egito ferindo o Rio Nilo e causou a morte dos peixes. (xodo 7:1-25)O segundo anjo derramou a sua taa no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu todo ser vivente que estava no mar. Apoc 16:3

Ao executar uma parte do julgamento dos mpios, o anjo percebe a justia de Deus, e o adora. A justia divina sempre foi motivo de louvor.

E olhei, e ouvi uma que, voando pelo meio do cu, dizia com grande voz: ai, ai, ai dos que habitam sobre a terra por causa dos outros toques de trombeta dos trs anjos que ainda vo tocar. Apoc 8:13 Os pecadores que no se arrependeram quando o sol escureceu so agora punidos mediante a intensificao do calor do sol. O escurecimento eles podiam perceber e ignorar; quanto ao calor eles nada podem fazer a no ser senti-lo. Nessas circunstncias a presena de Deus reconhecida, mas somente para ser blasfemada e no para ser reverenciada. Deus adverte que quando no ouvido, sua punio ser sentida. As pessoas atingidas reconheceram tratar-se de uma ao divina, mas seus coraes so to endurecidos que ao invs de carem de joelhos diante de Deus, eles blasfemam o seu nome e teimosos se recusam a se arrependerem e lhe darem glria. O quarto anjo derramou a sua taa sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo.E os homens foram abrasados com grande calor; e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e no se arrependeram para lhe darem glria. Apoc 16:8E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a tera parte do sol, e a tera parte da lua, e a tera parte das estrelas; para que a tera parte deles se escurecesse, e a tera parte do dia no brilhasse, e semelhantemente a noite. Apocalipse 8:12

O quinto anjo derramou a sua taa sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e os homens mordiam de dor as suas lnguas.E por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, blasfemaram o Deus do cu; e no se arrependeram das suas obras. Apoc 16:10-11E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do cu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poo do abismo.E abriu o poo do abismo, e subiu fumaa do poo, como a fumaa de uma grande fornalha, e com a fumaa do poo escureceu-se o sol e o ar.E da fumaa vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que tm os escorpies da terra.E foi-lhes dito que no fizessem dano erva da terra, nem a verdura alguma, nem a rvore alguma, mas somente aos homens que no tm nas suas testas o selo de Deus. Apocalipse 9:1-4

Os egpcios adoravam o sol, e Deus causou trs dias de escurido .(xodo 10:21-23).

E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus,A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que esto presos junto ao grande rio Eufrates.E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e ms, e ano, a fim de matarem a tera parte dos homens. Apocalipse 9:13-15

O sexto anjo derramou a sua taa sobre o grande rio Eufrates; e a sua gua secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis que vm do oriente. Apocalipse 16:12

O Juzo Contra a BabilniaCap 07 - Os juzos da tribulaoA igreja professante incrdula entrou no perodo tribulacional e dela surgiu um grande sistema religioso, dominado pela grande meretriz. O sistema caracterizado como uma meretriz (Ap 17.1,2,15,16) um condutor de negcios eclesisticos (Ap 17.2,5) um condutor de negcios polticos (Ap 17.3) Torna-se muito rico e influente.Representa uma fase do desenvolvimento da cristandade que at agora no foi revelada (Ap 17.5) e