Portfolio informtica 2009

  • View
    5.841

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Portfolio informtica 2009

  • Laboratrio de Informtica Educativa

    Professoras Facilitadoras:Elinete A S do NascimentoCarla Simone

    Ano: 2009

    Turnos: Manh e Tarde

    Ano de Escolaridade: 1 ao 9 ano

  • Objetivos da Informtica Educativa:Promover e valorizar a interao entre alunos e professores;Socializar o conhecimento, facilitando a troca das produes de classe o do grupo;Usar todos recursos oferecidos pela informtica;Incluso Digital;

    Andria ( direita) e a Coordenadora de Informtica Educativa: Valria ( esquerda)

  • Tornar o aluno auto-suficiente para operar computadores;Propor caminhos de pesquisa que busquem enfatizar o desenvolvimento de processos mentais superiores, em oposio memorizao e a reteno de informaes;

  • Projeto Pela Paz em 2009: Uma lio de vida

    Projeto almeja propiciar momentos de anlise, reflexo, questionamento sobre a importncia da paz na vida individual, profissional e social. Momentos de interiorizao, autoconhecimento, respeito, para o resgate de valores importantes para que os educandos priorizem a formao de um mundo vivel, mais humano e melhor.

  • Subprojeto: Interpretando a vida para paz O subprojeto tem como objetivo estimular a produo de textos; Desenvolvendo a criatividade motivando a turma a ler e escrever com base na observao do cotidiano e na realidade em que vivem; e trabalhar as caractersticas dos diferentes tipos de textos: literrios, histria em quadrinhos, descritivo, procedimento, poesia, etc.

  • Pblico Alvo: Alunos do 1 e 2 segmento

    Professores: Laboratrio de Informtica, Sala de leitura e Professor Regente.

    Avaliao: Deve ser feita ao longo do projeto. Cada etapa da produo de textos, mostra a evoluo de cada um.

  • 1 anoObjetivo: Estimular a produo de textos desenvolvendo a criatividade e a expresso do pensamento;Alunos confeccionando a atividade: Eu gosto de ... Professora: Elinete

  • Atividade: Desenhar e escrever no paint o que mais gosta de fazer.Ano de escolaridade: 1 e 2 anoObjetivo: Estimular a produo de textos desenvolvendo a criatividade e a expresso do pensamento;Professora: Elinete

  • Ano de escolaridade: 1 e 2 anoObjetivo: Estimular a produo de textos desenvolvendo a criatividade e a expresso do pensamento;Professora: Elinete

  • Atividade: Criar no PowerPoint um slide com o tema Paz.Ano de escolaridade: 3 e 4 ano

    Objetivo: Desenvolver valores e atitudes para a valorizao da paz;

  • Ano de escolaridade: 3 e 4 ano

  • Ano de escolaridade: 3 e 4 ano

  • Ano de escolaridade: 3 e 4 ano

  • Atividade: Confeco de Plano de Fundo (CordenaoMotora)Objetivos: Desenvolver a coordenao motora, a criatividade e auto-estima;

  • 2 segmento7 ano

  • Atividade: Confeco Slide Valores2 segmento

  • Atividade: Confeco Slide Valores2 segmento

  • Atividade: Tipo de texto 2 Segmento Tipo de textoNarrativo - conta uma histria Descritivo - informa, relata, explica. Argumentativo - convence, argumenta.Procedimento explica as etapas, como funciona, como montar ou fazer algo.Poesia - emociona, sensibiliza, exprime valores.

  • Atividade: Texto biogrfico 2 segmentoAlexander Fleming(1881-1995) Mdico ingls descobriu, juntamente com os fisiologista Chain e Florey e penicilina, em 1928 e seus efeitos no tratamento das doenas contagiosas, iniciando assim, a era dos antibiticos. Recebeu o prmio Nobel, em 1945, juntamente com seus colaboradores ERNST B. CHAIN E HOWARD W. FLOREY.

    Leonardo da VinciLeonardo nasceu na cidade de Vinci , perto de Florena,na Itlia , Em 15 de abril de 1452.Sua me era Camponesa e seu pai era tabelio que no quis dar sobrenome ao menino. Quando Leonardo ficou famoso ,passou a ser conhecido como Leonardo Da Vinci

    Simone de BeauvoirRomancista francesa existencialismo e feminino mulher do filsofo Jean Paulo Sartre ajudou a popularizar a existencialismo.Autora de romances como a convivida de 1943 e as madarins de obras autobiografia como memrias de uma moa bem comportada. Alm dos ensaios o segundo e a velhice.

  • Painel Informtica

  • EdilmaTURMA: 102PROFESSORA: ELINETESe a Rua Fosse MinhaSe essa rua se essa rua fosse minha Eu mandava eu mandava ladrilharCom pedrinhas com pedrinhas de brilhantes Para o meu para o meu amor passar Nesta rua nesta rua tem um bosque Que se chama que se chama solido Dentro dele dentro dele mora um anjo Que roubou que roubou meu corao Se roubei se roubei teu corao Tu roubaste tu roubaste o meu tambm Se roubei se roubei teu corao porque, s porque te quero bem. 1 anoAtividade Folclore: Msicas infantisProfessora: Elinete

    Objetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias. Conhecer msicas folclricas infantis; Desenvolver a leitura e a escrita.

  • ThaisTurma: 103Professora: ElineteA cobraA cobra no tem p, a cobra no tem mo como que a cobra sobe no pezinho de limo? como que a cobra sobe no pezinho de limo? A cobra vai subindo, vai, vai, vai Vai se enrolando, vai, vai, vai A cobra no tem p, a cobra no tem mo Como que a cobra desce do pezinho de limo? Como que a cobra desce do pezinho de limo? A cobra vai descendo, vai, vai, vai Vai desenrolando, vai, vai, vai1 anoAtividade folclore: Msicas infantisProfessora: Elinete

    Objetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias. Conhecer msicas folclricas infantis; Desenvolver a leitura e a escrita.

  • Atividade Folclore: Lendas Professora: Elinete

    2 anoObjetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias; Conhecer as lendas do folclore brasileiro;

  • Nome: Thais e TainaraTurma: 204 Professora: Elinete; Vitria Rgia Os pajs tupis-guaranis, contavam que, no comeo do mundo, toda vez que a Lua se escondia no horizonte, parecendo descer por trs das serras, ia viver com suas virgens prediletas. Diziam ainda que se a Lua gostava de uma jovem, a transformava em estrela do Cu. Nai, filha de um chefe e princesa da tribo, ficou impressionada com a histria. Ento, noite, quando todos dormiam e a Lua andava pelo cu, Ela querendo ser transformada em estrela, subia as colinas e perseguia a Lua na esperana que esta a visse. E assim fazia todas as noites, durante muito tempo. Mas a Lua parecia no not-la e dava para ouvir seus soluos de tristeza ao longe. Em uma noite, a ndia viu nas guas lmpidas de um lago, a figura da lua. A pobre moa, imaginando que a lua havia chegado para busc-la, se atirou nas guas profundas do lago e nunca mais foi vista. A lua, quis recompensar o sacrifcio da bela jovem, e resolveu transform-la em uma estrela diferente, daquelas que brilham no cu. Transformou-a ento numa "Estrela das guas", que a planta Vitria Rgia. Assim, nasceu uma planta cujas flores perfumadas e brancas s abrem noite, e ao nascer do sol ficam rosadas. Origem: Indgena. Para eles assim nasceu vitria-rgia. Objetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias; Conhecer as lendas do folclore brasileiro;Atividade Folclore: Lendas Professora: Elinete

    2 ano

  • 3 anoAtividade folclore: adivinhas Professora: ElineteObjetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias; Conhecer adivinhas do folclore brasileiro;

  • 3 anoObjetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias; Conhecer adivinhas do folclore brasileiro;Atividade folclore: adivinhas Professora: Elinete

  • 4 anoObjetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias; Conhecer a culinria do folclore brasileiro;Atividade folclore: Culinria das regies Professora: Elinete

  • Receita Regio Nordeste.Talyta AlvesTurma: 401Professora: ElineteBacalhau Moda BaianaIngredientes: para 5 pessoas 1,5 kg bacalhau 500 ml leite de coco grosso 500 ml azeite-de-dend Sal a gosto Confeco: No dia anterior coloque o bacalhau de molho em gua fria para tirar o excesso de sal. Troque de gua pelo menos trs vezes. Deixar de molho dentro da geladeira. No dia seguinte, escorra totalmente a gua do bacalhau, seque, tire as peles e as espinhas. Corte o bacalhau em tiras de quatro cm ou cubos pequenos. Numa panela, coloque o bacalhau picado, junte o leite de coco e o azeite-de-dend. Junte o sal e deixe ferver em fogo brando sem parar de mexer, at o molho engrossar. Retifique o sal e sirva quente.4 anoObjetivos: Apreciar e reconhecer a histria das diferentes culturas e etnias; Conhecer a culinria do folclore brasileiro;Atividade folclore: Culinria das regies Professora: Elinete

  • RECEITA REGIO NORTE NOME ANTONIO E ALEXANDRO T: 401 PROF: ELINETETacac Prato tpico da culinria da Amaznia) Ingredientes: kg de tapioca (goma); . 2 litros de tucupi (suco tirado da mandioca); . 3 molhos de jambu ( folhas com a aparncia de agrio, ligeiramente picantes, e que provocam uma sensao de dormncia na lngua ); 800 g de camares secos (grados); . 3 pimentas-de-cheiro; 1 dente de alho grande; 2 folhas de chicria; 3 folhas de alfavacas picadas; 1 colher (sopa) cheia de sal; 3 litros de gua. Confeco: Descasque o camaro, deixando o rabinho. Coloque os camares em gua fria por 2 horas, para retirar o excesso de sal, trocando a gua 2 vezes. Ponha o tucupi para ferver por 30 minutos em fogo mdio, com a chicria, metade do sal, a alfavaca e o dente de alho esprimido. Limpe o jambu deixando inteiros os galhos menores, lave e cozinhe em gua por 15 minutos; escorra bem. Em uma panela grande, coloque 3 litros de gua com o restante do sal, ferva e acrescente aos poucos, mexendo bem pra no encaroar, a goma diluda em um pouco de gua fria. Cozinhe o mingau em fogo brando por 20 minutos, sempre mexendo para qu