Click here to load reader

Aula3 (Modernizareempecilhos)

  • View
    6.244

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Aula3 (Modernizareempecilhos)

  • ESTILO E LINGUAGEM DO MODERNO TEXTO EMPRESARIAL

    FAMA Profa. Luciane LiraTexto: Miriam Gold. Redao empresarial.

  • MODERNIZAR, POR QU? Por que as organizaes devem modernizar o seu estilo e a sua linguagem? Ser que isso realmente necessrio? Todas essas modernizaes so para qu, isto , atendem a que objetivo?

  • A modernizao aconteceu a partir do final dos anos 70, como resultado de um contexto econmico em que a luta por uma fatia do mercado mundial se tornou muito competitiva.

  • Estratgia: Redao de informaes de maneira mais objetiva, devido a necessidade de se trabalhar na direo da qualidade total, necessitando discriminar os procedimentos e padres dirios, em linguagem clara e sem duplicidade de sentido, minimizando o refazer e acelerando o intervalo de tempo entre os fatos e as aes.

  • Documentos mal-escritos na mesma empresa, os leitores se tornam: Desmotivados para a leitura, tornando a troca oral de informaes algo arriscado, pois a informao poder no ser transmitida com fidedignidade, e gera, falta de credibilidade para com as lideranas, pois pode-se pensar que querem nos enrolar.

  • Transmissores de mensagens deformadas: Retrabalho para todos os envolvidos, seja a quem se destina ou quem produziu a mensagem; Conflitos internos constantes no lugar de energia positiva; Mensagens externas que no funcionaro como geratrizes de novos negcios, resultantes de m interpretao.

  • Em tempos de mercados mundiais e luta por sobrevivncia na era da globalizao, a informatizao e tecnologia no bastam, mas deve-se investir, tambm, naquilo que dentro da sociedade humana valor de troca: a informao.

  • Em termos empresariais, essa comunicao tem valores bem definidos: a clareza e a objetividade das informaes so a base da fidedignidade das mensagens e a agilidade das decises, molas da sobrevivncia e do lucro.

  • A EFICCIA DE UM TEXOA comunicao empresarial tem como princpio fundamental uma resposta objetiva quilo que transmitido. Isso chama-se EFICCIA.

  • A EFICCIA MEDIDA PELA RESPOSTA.- Como obter a melhor resposta?

  • O texto escrito deve ser percebido como um instrumento relacionado funo estratgica empresarial: evitando retrabalho e desperdcio de tempo.

  • A EFICCIA OBTIDA POR MECANISMOS DE PERSUASO

  • QUALIDADES DO TEXTO EMPRESARIALQue caractersticas voc, ao escrever a clientes, responder a solicitaes e passar informaes sobre diversos assuntos, destacaria como importantes em um texto empresarial?

  • SIMNOVocabulrio sofisticadoClarezaVocabulrio simples e formalVocabulrio informalObjetividadeFrases curtasFrases longasFrases rebuscadasGramtica correta

  • CARACTERSTICAS DO MODERNO TEXTO EMPRESARIAL: CONCISO; OBJETIVIDADE; CLAREZA; COERNCIA; LINGUAGEM FORMAL, INFORMAL E NO-REBUSCADA; CORREO GRAMATICAL.

  • CONCISO a caracterstica de expressar o mximo de informaes com o mnimo de palavras.

    OBJETIVIDADE Refere-se s idias que so expressas. saber definir quais so as informaes relevantes que desejamos transmitir naquele momento.

  • CLAREZA Educar a nossa capacidade de organizao mental; Aprender a colocar em execuo convenientemente o material idiomtico.

    Ex.: Pedro e Paulo vo separar-se.

    Muitos relatrios e ofcios podem apresentar pargrafos longos, m colocao na ordem dos termos, etc.

  • COERENCIA Ligao ou harmonia entre situaes, acontecimentos ou idias; relao harmnica; conexo, lgica.

  • LNGUA FALADALNGUA ESCRITAVULGAR: No existe preocupao com a norma gramaticalVULGAR: utilizada por pessoas sem escolaridade e contm vrios erros gramaticais.COLOQUIAL DESPREOCUPADA: Usada na conversao corrente (grias/expresses familiares). Policiamento gramatical pequeno.DESPREOCUPADA: Carter hbrido, pois utilizada por pessoas escolarizadas em situaes que no exigem tanta ateno em relao gramaticalidade.

  • LNGUA FALADALNGUA ESCRITACOLOQUIAL CULTA: uma linguagem fiscalizada gramaticalmente.FORMAL: Tem a preocupao de seguir a norma gramatical vigente, em correspondncia empresarial, por exemplo.FORMAL: Imita em tudo a escrita e, por isso mesmo, soa artificial.LITERRIA: Respeitando as normas gramaticais, quebra padronizaes para obter efeito estilstico.

  • 439/200Belo Horizonte, 15 de maio de 2005Ilmo. Srs.J.J. MartinsCaixa Postal 974Curitiba PRPrezados Senhores:Desejamos acusar o recebimento dos eu prezado favor datado de 12 de outubro prximo passado, junto ao qual V.Sas. tiveram a gentileza de nos encaminhar os documentos relativos s mercadorias por ns encomendadas.Informamos, outrossim, que as mercadorias em referncia chegaram em perfeitas condies, nada nos sendo lcito reclamar nesse sentido. Lamentamos, no entanto, ter de externar-lhes a nossa estranheza ante o fato de constar, na fatura que nos foi remetida por V.Sas., vencimento para 30 dias, quando o que havia combinado com o representante de sua conceituada empresa foi de 90 dias.Solicitamos, pois, esclarecimento a respeito, deixando claro que no poderemos aceitar a duplicata, caso no nos seja concedido o prazo previamente combinado.Cientes de que esta nossa justa pretenso ser acolhida por V.Sas., firmamo-nos, com estima e apreo, muiatenciosamente,MERCANTIL TEIXEIRA & CIA JOS LINS diretor

  • J.J. Martins

    Prezados Senhores:Informamos que recebemos as mercadorias encomendadas, assim como os documentos a elas relativos, anexos sua carta de 09-05-2005.Porm, causou-nos estranheza o fato de constar em sua fatura o vencimento para 30 dias, quando j havamos combinado com seu representante um prazo de 90 dias.Solicitamos, portanto, esclarecimentos, deixando claro que no poderemos aceitar a duplicata, caso no nos seja concedido o prazo previamente combinado.Atenciosamente,Jos LinsDiretor

  • Principais empecilhos da redao empresarial

  • Conceituao: Vcio um hbito que se tornou padro, adquirindo um carter negativo; o vcio no ter a fora da eficcia para atingir o destinatrio.

  • Verbosidade: dizer de forma complexa o que pode ser dito de forma simples. Rebusca-se, para impressionar, para ostentar uma linguagem culta.

  • Como resultante de persistente e continuado suprimento insatisfatrio do componente J-7 (arruela de equilbrio do rotor interno), foi determinado pela autoridade competente que adicionais e/ou novos fornecedores do componente acima mencionado deveriam ser procurados com vistas a aumentar o nmero de peas que deveriam ser mantidas disponveis no armazm de depsito.

  • Erros do texto:- montono e repetitivo: persistente e continuado / componente accima mencionado- impreciso: autoridade competente- prolixo: com vistas de aumentar o nmero de peas que deveriam ser mantidas no armazm de depsito

  • O rebuscamento deve ser necessariamente evitado em nome de um contexto mercadolgico que exige uma informao de mais rpido entendimento e maior agilidade de resposta.

  • Exemplos de verbosidade:Vocabulrio sofisticado:Exemplo de erro:Solicitamos o pagamento das mensalidades nas datas aprazadas no dito carn, colaborando destarte para a manuteno precpua deste sodalcio na orientao e assistncia dos seus associados.Exemplo de correo:Solicitamos o pagamento das mensalidades at as datas de vencimento constantes no carn.

  • Frases e pargrafos longos:Exemplo com erro:A mdia de produo para o ltimo ano fiscal maior do que a do ano anterior, porque aquele foi a ano em que se instalaram as novas prensas de estamparia, automticas e hidrulicas, portanto, aumentando o nmero de peas estampadas durante o perodo, assim como tambm foi ano em que se produziram novos mtodos de economia de tempo e economia de mo-de-obra, e que tambm contriburam para uma mdia maior de produo.

    Exemplo de correo:A mdia de produo do ltimo ano fiscal foi maior que a do ano anterior. Instalaram-se novas mquinas hidrulicas, automticas, de alta velocidade, para estamparia e introduziram-se novos mtodos de economia de tempo e trabalho.

  • Se voc verifica em seu texto a tendncia a perodos longos, siga a seguinte orientao:ESCREVA UMA IDIA EM CADA PARGRAFO

  • Construes intercaladas e ou invertidas:Exemplo com erro:Queremos, neste momento, observar que o aceite quela condio no deve ser entendido como uma aprovao mesma, no no que diz respeito ao valor, que, apesar de ter ultrapassado a importncia de R$ 350,00, que achvamos justa, dela no se afastou em demasia, mas, sim, quanto ao prazo de reajuste, qual seja, semestral, contrariando o relacionamento comercial passado, calcado no prazo de um ano, no nos dando sequer a chance de contra-argumentao.Exemplo corrigido:Porm, gostaramos de registrar nossa insatisfao com a mudana do prazo de reajuste que, ao se tornar semestral, sem a possibilidade de negociao, contraria nosso relacionamento comercial passado, calcado no prazo de um ano.

  • Expresses EvitveisSubstituir PorSupracitadoCitado...Acima citadoCitado...Encarecemos a V.Sa. SolicitamosSomos de opinio queAcreditamos, consideramosTemos em nosso poderRecebemosTemos a informar queInformamosTendo em vista o assunto em epgrafeTendo em vista o assunto citado...Levamos a seu conhecimentoInformamosCausou-nos espcie a decisoCausou-nos estranhezaEstranhamosFomos surpreendidosConsternou-nos profundamenteLamentamos profundamenteDevido ao fato de queDevido a / por causa dePara dirimir dvidasPara esclarecer dvidasPrecpuaPrincipalDestarteDessa forma / dessa maneiraReferenciadoReferidoAprazadaDentro do prazo / limiteDesiderato colimatoObjetivoAproveitando o ensejo, anexamosAnexamosAs palestras j esto inseridas no contexto da programaoAs palestras j esto na programaoVia de regra, os procedimentosGeralmente, os procedimentosDevemos concluir, de acordo com o que dissemos acimaConclumos queAntecipadamente somos gratosAgradecemos