Conhecendo Ruby on Rails

  • View
    1.874

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Conhecendo o Framework Ruby On Rails

Text of Conhecendo Ruby on Rails

  • 1. Conhecendo Ruby on Rails

2. http://slideshare.com/pedro.delfino11/06/09 2 3. 1993 2004 11/06/09 3 4. 11/06/09 4 5. O que Ruby ? 11/06/09 5 6. Tornar as coisas simples fceis e as coisascomplexas possveis Filosofia Ruby 11/06/096 7. uma linguagemde scriptinterpretada11/06/097 8. Programao orientada a objetos com uma filosofia e sintaxe muito limpa 11/06/09 8 9. Programaodivertida 11/06/099 10. Sintaxe simples 11/06/09 10 11. Recursos de tratamentode excees11/06/09 11 12. Todo dado em Ruby um objeto 11/06/0912 13. Ruby tem blocos emsua sintaxe (cdigo delimitado por '{'. . . '}'ou 'do'. . . 'end') 11/06/0913 14. Ruby tem um garbage collector que realmente do tipo marca-e-limpa.Atua em todos os objetos do Ruby11/06/0914 15. No precisa dedeclarao devariveis11/06/09 15 16. Usa a conveno de nomenclatura para delimitar o escopo dasvariveis'var' = varivel local,'@var' = varivel de instncia,'$var' = varivel global.'VAR' = constante 11/06/09 16 17. Ruby tem um sistemade threadingindependente dosistema operacional 11/06/09 17 18. Ruby altamenteportvel 11/06/09 18 19. 11/06/09 19 20. 11/06/09 20 21. 11/06/09 21 22. Framework de desenvolvimento webgratuito e de cdigo aberto11/06/0922 23. Permite a escrita decdigo de forma elegante, favorecendo a conveno ao invsda configurao 11/06/09 23 24. O Rails foi criado com o intuito de permitir o desenvolvimento gil11/06/09 24 25. Arquitetura MVC 11/06/09 25 26. Rails realmente leva a idia deseparar os dados11/06/09 26 27. SeparaInterface do usurioLgica de controle da aplicao11/06/0927 28. ModelTratamento do dados elgica do negcio11/06/09 28 29. View Manipular objetos grficos da interfacedo usurio e lgica deapresentao11/06/0929 30. Controller Tratamento dainterface do usurio elgica da aplicao11/06/0930 31. Conveno sobreconfigurao Refere-se ao fato que Rails assume umasrie de padres para a forma como sedeve construir uma tpica aplicao web 11/06/09 31 32. No repetio (Dont repeat yourself)Quando voc decidir mudar o comportamentode um aplicativo baseado no princpio DRY,voc no precisa modificar o cdigo da aplicao em mais de um local. 11/06/09 32 33. Desenvolvimento gil 11/06/09 33 34. Estrutura de Diretrios 11/06/09 34 35. Estrutura de DiretriosUma das convenes que uma aplicao escrita emRails sempre tem a mesmaestrutura de diretrio11/06/0935 36. MVC x Rails Como podemosver, cada componente da arquitetura MVCtem seu lugardentro dodiretrio app.11/06/09 36 37. MVC x Rails Esta separao continua no cdigo que compreende o framework em si.As classes que formam o ncleo da funcionalidade Rails reside dentrodos seguintes mdulos: 11/06/09 37 38. ActiveRecord 11/06/09 38 39. Lgica de Negcio, Comunicao comBanco de Dados11/06/09 39 40. ActionController 11/06/0940 41. Componente queprocessa as requisies do browser e facilita acomunicao entre ascamadas model eview 11/06/09 41 42. ActionView 11/06/0942 43. Componente que controla a apresentao das pginas retornadas aocliente 11/06/09 43 44. 11/06/09 44 45. 11/06/09 45 46. 11/06/09 46 47. Quem utiliza Railshoje ? 11/06/09 47 48. 11/06/09 48 49. Site com at 23 milhes de visitantes por ms. A converso resultou em 20.000 linha de cdigo ruby, em vez de 125.000 linhas de cdigo em Java, com uma manuteno bem mais simples. Depois de concludo e otimizado, o site agora mais rpido do que antes. O site foi reescrito em trs meses, com quatro desenvolvedores 11/06/09 49 50. http://rankedindex.com/rails 11/06/09 50 51. 11/06/09 51 52. Eu j trabalho comJava, C++, C#, PHP ...11/06/09 52 53. Bons profissionais no temem coisasnovasFabio Akita 11/06/09 53 54. Conhecendo Ruby on Rails ? Pedro DelfinoTwitter: @pedrodelfino pedro.delfino@gmail.com Julio Cesar Twitter: @jota_Cjota_adsuni@yahoo.com.brAcesse o blog sobre TI 11/06/09 http://www.e-tinet.com 54