Custas Processuais P R

Embed Size (px)

Text of Custas Processuais P R

Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas Abril 2009 MINISTRIO DA JUSTIA Praa do Comrcio 1149-019 Lisboa Homepage: http://www.mj.gov.ptE-mail: correio@sg.mj.pt Ficha Tcnica Ttulo: Regulamento das Custas Processuais - Perguntas & Respostas Capa:Ministrio da Justia Editor: Ministrio da Justia Execuo grfica: Tipografia Peres, SA ISBN: 978-972-99025-4-3 Depsito Legal:292 910/09 Tiragem: 5000 exemplares Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas 1 INTRODUO Osistemadecustasjudiciaisquevigorouat20deAbrilde2009 fundava-senumalgicadataxadeprocessosubdivididaem4 pagamentos.Essespagamentosvariavamconsoanteaespcie,a complexidade e o valor do processo.A disperso normativa e complexidade processual afastaram os agentes judiciriosdacompreensodosseusdireitosedeveresemmatriade custas. Caminhar para um sistema mais claro, mais eficiente e mais racional foi o desgnio que norteou a presente reforma. Assim,criaram-seregrasobjectivas,simplificaram-seprocedimentos, clarificaram-se isenes e criou-se o suporte informtico que consolida todos estes fins. Com o novo Regulamento das Custas Processuais, o pagamento da taxa de justia passa a ser devida num s momento, ou quando a parte assim o entenda, em duas prestaes at um prazo de 90 dias. Reduzem-se os montantes a pagar a ttulo da taxas de justia num vasto conjuntodeprocessosepermite-se,aquemutilizeasferramentas informticas,o pagamentocom a reduo em 25% (podendo chegar a 50%). Consolidam-se as contas pblicas no Instituto de Gesto do Tesouro e do Crdito Pblico, permitindo um maior rigor no controlo da despesa doInstitutodeGestoFinanceiraedasInfra-EstruturasdaJustia. Alarga-seapossibilidadeaosagentesdajustiarealizaremos pagamentos da taxa de justia em mais de dez instituies financeiras. Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas 2 So medidas de racionalidade, simplificao que libertam osoficiais de justia para outras tarefas processuais para alm da elaborao da conta de custas. ArevisodoCdigodasCustasJudiciaisfoiumlongotrabalho,que envolveu uma ampla equipa a trabalhar em muitas vertentes, de forma a seremcriadosnovosinstrumentosjurdicos,comosucedecomo RegulamentodasCustasProcessuais(RCP)eaPortariaque regulamentaaelaboraodaconta.Exigiu,tambm,umaestreita colaboraocomasentidadesquedesenvolveramasaplicaes informticasqueseroutilizadasnostribunaisapartirde20deAbril, protagonizando uma nova realidade prtica. Sendo conhecidas as linhas gerais da reforma desde 2008, competir agora a sua implementao.Foram,mesesdemuitoesforo,quecontaramcomacolaboraode diversas entidades e, em particular, a dedicao de muitos elementos da DirecoGeraldaAdministraodaJustiaedoseuCentrode Formao dos Oficiais de Justia. O presente guia representa uma modesta contribuio para uma maior compreensodaextensodareformamasnodispensaaconsultada respectiva legislao em vigor. Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas 3 CAPTULO I A REFORMA DAS CUSTAS PROCESSUAIS Osistemadecustasprocessuais,emvigordesde1996,assentavaem cercade200disposiesnormativas,nasuamaioriaintegradasno Cdigo das Custas Judiciais. Para alm do Cdigo das Custas Judiciais, a matria era ainda regulada no Cdigo de Processo Civil, no Cdigo de Processo Penal, no Cdigo de Procedimento e de Processo Tributrio. Alis,noprprioCdigodasCustasJudiciais,asmesmasmatrias relativastaxadejustia,encargosepagamentodacontaso repetidamente reguladas, de modo essencialmente idntico, a propsito doprocessocivil,doprocessopenaledoprocessoadministrativoe tributrio. Existiamtambmregimesespeciaisdecustasnoquerespeitaa procedimentosdestinadosaexigirocumprimentodeobrigaes pecuniriasemergentesdecontratosdevalornosuperioraladada Relaoeaosprocessosdeinjuno,reguladonoDecreto-Lein. 269/98,de1deSetembro.Podiamaindaencontrar-sedisposies sobre a responsabilidade pelo pagamento de custas, designadamente no que respeita a isenes, em inmeros diplomas avulsos. A reforma levada a cabo em 2003 teve j o enorme mrito de diminuir ondicededispersonormativaexistente,masficouaqumdo desejvelportertrabalhadosobreoCdigodasCustasJudiciais, inicialmentepensadoapenasparaosprocessosjudiciais,oqual assentavanumaestruturapesada,impossveldecontrariaratravsde meros processos de alterao legislativa. A presente reforma resulta assim de um processo de acompanhamento eavaliaocontnuosdaimplementaodosistemainseridopela revisode2003,tendosidolevadosemconsideraoosestudos realizados pelo Gabinete de Poltica Legislativa e Planeamento, os quais deramorigemaumrelatriodeavaliao,deNovembrode2005,eo Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas 4 relatriofinaldeinspecodosistemadecustasjudiciaisapresentado pela Inspeco-Geral dos Servios de Justia em Agosto de 2006. Partindodoalerta,realizadopelosreferidosestudos,paraalguns problemas concretos na aplicao do Cdigo das Custas Judiciais e para alguns aspectos disfuncionais do respectivo regime, partiu-se para uma reformamaisampla,subordinadaaoobjectivocentraldesimplificao queseinserenoplanodoGovernodecombatecomplexidadedos processosedereduodovolumedosdocumentosedarigidezdas prticasadministrativas,cujaslinhasdeorientaoforam, fundamentalmente, as seguintes: a)Repartio mais justa e adequada dos custos da justia; b)Moralizao e racionalizao do recurso aos tribunais, com o tratamento diferenciado dos litigantes em massa; c)Adopodecritriosdetributaomaisclarose objectivos; d)Reavaliao do sistema de iseno de custas; e)Simplificaodaestruturajurdicadosistemadecustas processuais e unificao da respectiva regulamentao; f)Reduo do nmero de execues por custas. No mbito dos objectivos de uniformizao e simplificao do sistema de custas processuais, a presente reforma procurou concentrar todas as regrasquantitativasedeprocedimentosobrecustasdevidasem qualquerprocesso,independentementedanaturezajudicial, administrativaoufiscalnumsdiplomaonovoRegulamentodas CustasProcessuaismantendoalgumasregrasfundamentais,de carcter substantivo, nas leis de processo. Assim,asnormascentraisrelativasresponsabilidadepelopagamento decustaspodemencontrar-senoCdigodeProcessoCivileno Cdigo de Processo Penal, os quais sero aplicveis, a ttulo subsidirio, Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas 5 aosprocessosadministrativosefiscaiseaosprocessoscontra-ordenacionais,respectivamente.Emcontrapartida,paratodosestes processos,osoperadoresjudiciaispoderoencontrarregrassimplese uniformesnoRegulamentodasCustasProcessuais,noquerespeita quantificaodataxadejustia,aomododepagamentodascustasou processamento da correspectiva conta. Para evitar a duplicao da prtica de actos por parte dos particulares e daAdministrao,optou-seporeliminarosistemadepagamentoda taxadejustiaemduasfasestaxadejustiainicialesubsequente-, prevendo-se agora o pagamento nico de uma taxa de justia por cada interveniente processual, no incio do processo. Deste modo, e porque o prosseguimento da aco, incidente ou recurso esto dependentes do pagamentoprviodataxadejustianica,evitam-seigualmenteos inmeroscasosdeincumprimentoquetmdadoorigem multiplicaodaspequenasexecuesporcustasinstauradaspelo Ministrio Pblico. Aindanumaperspectivadesimplificao,criaram-seregrasdefixao dabasetributvelparaaquelescasosemquenoexistemcritrios,na lei processual, para a determinao do valor da causa ou para as causas em que seja impossvel ou difcil a determinao do mesmo. FaceaoselevadosnveisdelitignciaqueseverificamemPortugal,a reformapretendeudarcontinuidadeaoplanodemoralizaoe racionalizao do recurso aos tribunais iniciado com a reviso de 2003. Um dos factores que em muito contribui parao congestionamentodo sistemajudicialacolonizaodostribunaisporpartedeum conjunto de empresas cuja actividade representa uma fonte, constante e ilimitada, de processos de cobrana de dvidas de pequeno valor. Estas acesdecobranaerespectivasexecues,querepresentammaisde metadedetodaapendnciaprocessual,ilustramumpanoramade recursoabusivoaosmeiosjudiciaissemconsideraopelosmeiosde justia preventiva. Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas 6 Nestembito, prope-se aadopo de algumas medidas mais incisivas que visam penalizar o recurso desnecessrio e injustificado aos tribunais e a litigncia em massa. Mostra-se, assim, adequada a fixao de uma taxadejustiaespecialparaaspessoascolectivascomerciaisque tenhamumvolumeanualdeentradas,emtribunal,noanoanterior, superior a 200 aces, procedimentos ou execues. Criou-setambmummecanismodepenalizaodosintervenientes processuaisque,pormotivosdilatriosbloqueiamostribunaiscom recursos e requerimentos manifestamente infundados. Para estes casos, ojuizdoprocessopoderfixarumataxasancionatriaespecial,com carcterpenalizador,quesubstituirataxadejustiaquefordevida pelo processo em causa.Masnemtodasasmedidassopenalizadoras.Apresentereforma procuroutambmincentivarorecursoaosmeiosalternativosde resoluojudicial,estabelecendobenefciosereduesnoquerespeita ao pagamento de custas processuais. Estareforma,maisdoqueaperfeioarosistemavigente,pretende instituirtodoumnovosistemadeconcepoefuncionamentodas custasprocessuais.Nestembito,elimina-seaactualdistinoentre custasdeprocessoecustasdeintervenienteprocessual,cujautilidade eraindecifrvel,passandoahaverapenasumconceitodataxade justia.Ataxadejustia,agoracommaisclareza,ovalorquecada interveniente deve prestar, por cada processo, como contrapartida pela prestao de um servio. Deummodogeral,procuroutambmadequar-seovalordataxade justiaaotipodeprocessoemcausaeaoscustosque,emconcreto, cada processo acarreta para o sistema judicial, numa filosofia de justia distributiva qual no deve ser imune o sistema de custas processuais, enquanto modelo de financiamento dos tribunais e de repercusso dos custos da justia nos respectivos utilizadores. Regulamento das Custas Processuais Perguntas & Respostas 7 De acordo com as novas tabelas, o valor da taxa de justia no fixado combasenumameracorrespondnciafaceaovalordaaco. Constatou-sequeovalordaaconoumelementodecisivona ponderao da complexidade do processo e na gerao de custos para o sistema judi