Click here to load reader

Exercícios Com Os Elementais

  • View
    219

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Exercícios Com Os Elementais

  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    1/16

    Exerccios com os elementais

    Elemento Fogo

    Fogo o elemento da coragem, do vigor, da paixo.

    Uma das formas de conexo com esse elemento atravs da chama de uma vela.

    V a um lugar calmo, apague as luzes e acenda a vela.

    Olhe fixamente pra chama dessa vela, interaja com ela.

    Dance conforme seus movimentos, aproxime suas mos da chama e sinta o calor, repare nasmudanas de tamanho e intensidade dessa chama.

    Sinta o poder do fogo.

    Elemento Terra

    Terra o elemento da abundncia, da concretizao, da fora.

    Existem vrias formas de voc se conectar com esse elemento, mas aqui darei um exemplobem simples.

    Se deite no cho, de preferncia num gramado, num jardim, e coloque seu ouvido encostadono cho.

    Permanea por alguns minutos dessa forma e oua a terra.

    Repare nos rudos, nas vibraes, na fora quem vm dela.

    Sinta o poder da terra.

    Elemento gua

    gua o elemento da fluidez, do amor, das emoes.

    Para se conectar facilmente com ela encha uma bacia de gua.

    Brinque com a gua dessa bacia.

    Bata as mos, coloque os ps, sinta a temperatura, o movimento.

    Sinta o poder da gua.

    Elemento Ar

    Ar o elemento da inspirao, do intelecto, do movimento, do som.

    Tambm h vrias formas de voc se conectar com esse elemento.Uma forma simples e eficaz danar com uma echarpe, com um leno.

  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    2/16

    Coloque uma msica de fundo e comece a danar suavemente, movimentando a echarpe.

    Repare nos movimentos que ela faz, como o ar faz com que ela se mova.

    Sinta o poder do ar.

    Meditao dos Elementos

    Essa meditao para ser usada nos itens que voc escolher para representar os elementosem seu altar. Exemplo para o Norte, mas o procedimento dever ser repetido a cada direo.Encontre uma hora em local em que voc no seja perturbado. Ache o Norte magntico com umabssola e posicione sua cadeira de modo a ficar voltada para essa direo. Feche seus olhos e recebaimpresses sobre a direo. Se Entregue a isso por alguns minutos. Anote as sensaes que vocreceber.

    Agora, segure o item que voc escolheu para representar a terra e feche seus olhos. Abra suamente e sinta as impresses desse elemento e como ele se relaciona com a direo. Pense sobre

    como ele corresponde a voc e ao Universo. Quando voc terminar, anote suas impresses.Crie uma entidade positiva em sua mente que represente o elemento da Terra. Anote a descriodessa representao e como voc se sente sobre ela.

    Continue atravs de cada item, encarando a direo que corresponde ao elemento eterminando por anotar seus sentimentos e pensamentos sobre cada um. Sinta como cada elemento em termos de cor, calor, umidade, contato e fora.

    Exerccio de conexo com os elementos

    Conexo com o elemento Ar

    http://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/meditao-dos-elementos.htmlhttp://1.bp.blogspot.com/-L9_w2kzDLBs/T1oAsg7XxNI/AAAAAAAAJHk/BRGm4f2ijDc/s1600/ar_furac%C3%A3o.jpghttp://photos1.blogger.com/x/blogger2/6601/4017/1600/948436/5ELEMENTOS.gifhttp://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/meditao-dos-elementos.html
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    3/16

    Fique de frente para o leste. Concentre-se e centre-se. Respire profundamente e torne-seconsciente do ar enquanto ele flui para dentro e para fora de seus pulmes. Sinta-o como o sopro daDeusa e absorva a fora vital, a inspirao, do universo. Deixe que a sua prpria respiraoincorpore-se ao vento, s nuvens, s grandes correntes que varrem o campo e o oceano com o

    movimento da terra. Diga: "Salve, Arida, iluminada senhora do Ar!".

    Conexo com o elemento gua

    Fique de frente para o oeste. Concentre-se e centre-se. Sinta o sangue fluindo atravs dos riosde suas veias, as mars lquidas dentro de cada clula do seu corpo. Voc lquido, uma gotacongelada do oceano original que o tero da Grande Me. Descubra os calmos lagos detranquilidade, dentro de voc, os rios de sentimentos, as correntes de poder. Afunde profundamenteno poo de sua mente interior, abaixo do nvel de sua conscincia. Diga "Salve, Tiamat, serpente dasprofundezas do mar!"

    Conexo com o elemento Fogo

    Fique de frente para o sul. Concentre-se e centre-se. Torne-se consciente da fagulha eltricadentro de cada nervo enquanto impulsos pulam de sinapse para sinapse. Conscientize-se dacombusto dentro de cada clula, enquanto o alimento queimado para liberar energia. Deixe o seufogo unir-se chama da vela, fogueira, ao fogo da lareira, ao raio, luz das estrelas e do sol, unidoao esprito resplandecente da Deusa. Diga "Salve, Tana, deusa do fogo!"

    Conexo com o elemento Terra

    http://1.bp.blogspot.com/-3EfxsFhUeqc/T1oCZSsHXpI/AAAAAAAAJH8/BjyFmiRPJzk/s1600/terramulher.jpghttp://1.bp.blogspot.com/-Utqk2bBSlSs/T1oBtUK5BWI/AAAAAAAAJH0/7_IbAl34Z8U/s1600/fotos-fogo-01.jpghttp://2.bp.blogspot.com/-U4Yk-NS1QfI/T1oA8dFNPlI/AAAAAAAAJHs/MesOGl3Itro/s1600/agua.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    4/16

    Fique de frente para o Norte. Concentre-se e centre-se. Sinta seus ossos, seu esqueleto, asolidez de seu corpo. Conscientize-se de seu corpo, de tudo o que possa ser tocado e sentido. Sinta afora da gravidade, seu prprio peso, sua atrao para a terra, que o corpo da Deusa. Voc um

    trao natural, uma montanha em movimento. Una-se a tudo que vem da terra: grama, rvores,gros, frutas, flores, animais, metais e pedras preciosas. Retorne ao p, matria orgnica, lama.Diga "Salve, Belili, me das montanhas!"

    "A Dana Csmica das Feiticeiras", de Starhawk.

    O corpo humano e os quatro elementos

    Temos em nosso corpo os quatro elementos:

    Terra - estrutura do corpo fsico e as sensaesgua - bioqumica, emoes e sentimentos.Fogo - energia e intuioArmente

    De acordo com Andy Baggot, as terapias tambm podem ser consideradas em termos dosquatro elementos:

    Terra - terapias fsicas como massagem, reflexologia, ajuste de ossos.Ar - aconselhamento e outras terapias da menteFogo - terapias energticas como curas por cristais e a acupunturagua - terapias que agem diretamente na bioqumica do corpo, como nutrio e ervas.

    Entre os povos antigos, as terapias que provavelmente eram usadas eram massagens,nutrio, ervas, cura, aconselhamento e at ajustamento de ossos. Os celtas eram povos guerreiros etcnicas de sobrevivncia e exerccios fsicos melhoram a qualidade de nossa sade e fortificamnossos quatro elementos.

    http://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/o-corpo-humano-e-os-quatro-elementos.htmlhttp://www.sciamanesimo.com/files/corpo-spirituale.jpghttp://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/o-corpo-humano-e-os-quatro-elementos.html
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    5/16

    Cada elemento est relacionado a um rgo especfico do corpo humano:

    Terra: rinsAr: pulmes e intestino grossoFogo: fgado e vescula

    gua: corao e intestino delgadoter: bao pncreas e estmago

    ter o quinto elemento, o equilbrio. Este ponto deve ser encontrado em todos os nveis paraque possamos alcanar a verdadeira paz e felicidade.

    Esses nveis so:

    Terra: fsicogua: emocionalFogo: destino

    Ar: mentalter: espiritual

    Apenas atingindo o equilbrio em cada um dos elementos chegaremos ao equilbrio total, que representado pelo ter. por isso que encontrar o equilbrio uma parte fundamental da Magia.

    impossvel praticar Magia se no estamos verdadeiramente equilibrados.As doenas se manifestam em nosso corpo quando h o desequilbrio de algum elemento dentro dens.

    Por exemplo: pessoas muito distradas (excesso de elemento Ar) ou pessoas com problemasmentais (fraqueza do elemento Ar).

    Pessoas que no se expressam e usam drogas e bebidas para tentar se esconder de sua prpria

    dor geralmente tm problemas de fgado (fraqueza do elemento Fogo).

    Os elementos tambm esto relacionados aos orifcios do corpo humano:

    Ar: narizFogo: olhosgua: ouvidosTerra: ouvido internoter: boca

    Da mesma forma, tambm h relaes entre os elementos e os tecidos internos do corpo:

    Terra: ossosAr: pele

    http://1.bp.blogspot.com/-W3BJsMgDUFE/T0fTfaVOLMI/AAAAAAAAIo0/aYm2qwmfes0/s1600/1.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    6/16

    Fogo: msculos e tendesgua: sistema circulatrio e vasos sanguneoster: carne e sangue

    E como os Elementos podem nos ajudar?

    Devemos aprender a nos conectar com o vento e seu respectivo elemento quandonecessitarmos de suas propriedades, tanto fsicas, quanto associadas. Por exemplo:

    O Vento do Ar o vento do intelecto, ele pode ser convocado para nos ajudar na hora deestudar para uma prova, ou nos preparar para uma reunio de trabalho, ou na construo daspalavras para um ritual. Se voc estiver se sentindo cansada, tensa, sem energia, apele para aspropriedades fsicas do Ar e ele vai te trazer leveza e relaxamento.

    Quando estiver ventando, exponha-se ao vento e pea a ele que limpe e purifique suas

    energias.

    O Vento do Fogo pode ser convocado para te trazer paixo no caso de um primeiro encontro,ou criatividade no desenvolvimento de um projeto, ou mesmo coragem no caso de um confronto ou

    http://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/e-como-os-elementos-podem-nos-ajudar.htmlhttp://3.bp.blogspot.com/-MlneEwHG19w/T0aKnrnA--I/AAAAAAAAInw/eSbu3nht_SI/s1600/fogo.jpghttp://2.bp.blogspot.com/-va9-DyqAO4I/T0aJ_7h1gqI/AAAAAAAAIno/b15UC0wrcUI/s1600/vento.jpghttp://1.bp.blogspot.com/-IuCUPQH-5V8/T0fTk7OCauI/AAAAAAAAIo8/GjrSl9fH8vM/s1600/2.jpghttp://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/e-como-os-elementos-podem-nos-ajudar.html
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    7/16

    situao complicada. Estando prxima a uma fogueira, queime, mentalmente, as coisas que esto teperturbando. Nos dias frios, este vento pode nos trazer calor.

    O Vento da gua pode nos trazer a intuio e nos ajudar no caso de uma leitura de cartas deTar, ou bola de cristal, ou at mesmo para decidir se fechamos ou no um negcio. Pode nos trazera energia curativa para amenizar uma clica, ou dor de cabea. Em dias quentes, este vento pode nostrazer frescor e at mesmo abaixar uma febre.

    O Vento da Terra pode nos ajudar a manter a pacincia com certos colegas de trabalho, ounuma casa cheia de crianas, pode nos trazer estabilidade e ajudar em nossa busca por sabedoria. Anvel fsico, pode ajudar a combater tonturas e enjos ao nos conectar com a terra.

    O Vento do Centro nos traz a espiritualidade e nos conecta com a divindade. Apele para elequando se sentir deprimida, solitria ou at mesmo ameaada.

    Mas, lembre-se, a cada elemento so associadas caractersticas positivas e negativas,

    portanto dois avisos devem ser levados em considerao.

    1 -Ao apelar para um elemento seja bem especfica em relao caracterstica que vocnecessita naquele momento. Num primeiro encontro, voc pode apelar para a paixo do Fogo, mas

    no vai querer o impulso de briga. Voc pode pedir a leveza do Ar para assistir a uma reuniocansativa, mas no vai querer a distrao que ele tambm pode trazer.

    http://3.bp.blogspot.com/-i0AIGMgV3f0/T0aK8qmP6wI/AAAAAAAAIoM/MGd5YuJdO64/s1600/centro.jpghttp://4.bp.blogspot.com/-bmoJzZbPF58/T0aK22SxOTI/AAAAAAAAIoA/MfuI6x7q9CQ/s1600/terra.jpghttp://1.bp.blogspot.com/-zpy8cz4preY/T0aKvBymleI/AAAAAAAAIn4/a1NYOrhL71s/s1600/agua.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    8/16

    2 -Jamais trabalhe repetidas vezes com as caractersticas de um determinado elemento semconvocar tambm o elemento oposto para contrabalanar, ou voc pode acabar com excesso daenergia daquele elemento. Batalhar por estabilidade com o auxlio da Terra muito bom, mas semequilibrar isso com a leveza do Ar, voc pode acabar muito rgida e inflexvel. Pedir o auxlio do fogo

    para te trazer coragem, mas sem a suavidade que a gua traz, pode te deixar briguenta e intolerante.Vale tambm o oposto, se voc est pedindo a ajuda da gua para suavizar suas emoes, equilibreisso com um pouco de Fogo, ou pode se tornar uma "manteiga derretida".

    Para comear a se conectar com as energias de cada Elemento ou Vento existe um bom ritualde meditao chamado a Meditao dos Cinco Ventos. Pratique essa meditao durante cinco diasseguidos, trabalhando um vento por dia, para conhecer as caractersticas de cada Elemento. Ao finalda meditao, lembre-se de anotar tudo o que sentiu no que diz respeito ao elemento e as formaspelas quais voc acha que este Vento pode te auxiliar.

    Os Elementos e seus Mistrios

    Temos que nos aproximar dos elementos com calma e equilbrio, isso se queremos de fato

    entrar na essncia dos mesmos e no apenas brincar de fazer "contato.Em muitas mitologias os seres nascem da lama (gua e terra) tem a vida soprada em si (ar) e o

    fogo lhes dado via de regra por seres que revolucionam a ordem estabelecida para isso (Prometeu,A serpente que d o fruto da rvore do conhecimento). H um porque na localizao dos elementosnas quatro direes.

    A gua a oeste est ligado ao fato que o poente a morte, a grande imerso no inconsciente etudo que isto simboliza. A gua tem esse papel primordial como smbolo do grande inconsciente.

    AR a leste, onde o sol nasce, onde a vida se renova, onde o prana fortalecido toda manh.

    O FOGO, para ns do hemisfrio sul, vem do norte, de onde vem o calor.

    A TERRA, smbolo do frio e do recolhimento ao sul, onde temos o frio do gelo e do coagula.Os animais simblicos de cada direo variam de povo para povo, de tradio para tradio, de

    acordo com o smbolo que cada povo dava a cada animal.

    Pois como se diz, Elementais so legais, mas antes devemos saber MUITO, mas muito bemcom o que estamos lidando. Elementais so foras plenas dos elementos da natureza, entrar emcontato com eles sem entender bem o que est fazendo se expor a muitos riscos e perigosdesnecessrios.

    Temos que entender uma coisa antes de qualquer coisa.

    Nenhum ser elemental ou ente da natureza leva a srio um ser humano, no princpio. Um judeu

    confiaria em algum de uniforme nazista?Pois a "forma humana" est associada aos que entram nas matas para destruir, poluir e matar.

    Aos que prometem algo de manh para fazer o contrrio noite. Aos que prometem um ano "novo"

    http://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/os-elementos-e-seus-mistrios.htmlhttp://3.bp.blogspot.com/-qzd7XtdT0Go/T0fXjBRk79I/AAAAAAAAIpE/zn3zZgw7nEI/s1600/3.jpghttp://bruxaguinevere.blogspot.com.br/2006/11/os-elementos-e-seus-mistrios.html
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    9/16

    a cada dia 31, para carem na mesmice logo que fevereiro chega. Portanto a espcie humana est emguerra com a natureza e ns temos que aprender a sair da "estupidez" humana predominante erecuperar o elo com a magia. A vamos entender outro papel da iniciao.

    Uma iniciao numa linhagem tradicional, como a Wicca, por exemplo, te coloca em outra

    freqncia vibracional. como tirar o uniforme nazista e colocar algum smbolo da resistncia emns. Assim, para os elementais e outros entes que vem a energia, fica claro que embora da espciehumana no partilhamos da grande deturpao de nossa poca e, ao contrrio, estamos em sintonia,com aqueles homens e mulheres que atravs das eras tem trabalhado em harmonia com a vida emtodas suas formas. Mas no adianta s "iniciar-se formalmente, temos quetrabalhar nossa formade viver. No importa se voc come alface ou um bife, importa o uso que faz dessas duas vidas quecederam para voc continuar.

    Ambas so sagradas, em ambos os casos uma vida deixou de existir em benefcio da sua.A harmonia com a qual voc usa esta energia determina sua freqncia. Cada ato deve ser oniscientee trabalhado.

    Se voc passa por uma rvore e a sente como ser vivo, se comea a conversar com as plantas aficar atento aos sinais claro que sua percepo do mundo vai se modificando.

    Como conectar com eles em exerccios do cotidiano mesmo que durem dcadas, um dia estarconectado com eles?

    Recomendo a todos que queiram mesmo estudar sobre os elementais plantarem algo. Numvaso simples se no tiverem quintal, plantem uns gros de milho ou feijo. Vejam nascer, anecessidade de regar. No seu tempo no seu ciclo. Andar descalo, andar em matas, mesmo que sejanum bosque ou parque no caso de uma capital, isso vai te ajudar a recuperar a harmonia com oelemento.

    Terra: Este o primeiro passo.

    O grande problema de nossa era o que chamo de "esoterismo fast food". As pessoas solevadas a crer que podem se tornar adeptas da ARTE em algumas semanas, ou mesmo em "um ano eum dia".

    Esse smbolo de um ano e um dia forte, mas no sentido que para algum dizer que est nocaminho Wicca tem que primeiro sentir, observar e meditar sobre todo um ciclo da roda, da um anoe um dia.

    Mas isso s o comeo. Isso no torna ningum um iniciado. Iniciar-se mudar de vibrao, mudar a forma de ver o mundo. sair da egrgora do senso comum humano, dos produtores econsumidores de produtos em sua maioria inteis que s poluem e degradam o ambiente e se tornaruno com a Vida e seus ciclos.

    Quer dizer que por quatro estaes voc comeou a recuperar seu elo com a vida e seus ciclos,e observar a Terra e sentir sua fora o primeiro passo. Assim antes de parar no meio do crculomgico, voltar-se para o sul e conclamar os poderes da Terra necessrio sentir o que a Terra. Essa

    http://2.bp.blogspot.com/-MvhXleeG7-I/T0fXvjZcPoI/AAAAAAAAIpM/YvrvzKB7sqA/s1600/terra.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    10/16

    questo de chamar a Terra ao sul muita, muito sria. Os poderes "cavalgam o vento. Assim nos

    ventos que as foras mgicas vem. E basta assistir qualquer informe meteorolgico para saber quequanto sopra o vento sul, vem o frio, nunca o calor, portanto s no hemisfrio norte o sul traz o fogo.Inverter isso no como o caso de seguir a roda do norte e do sul par festejar datas, onde se pode

    ligar a egrgora das foras, compensando a no ligao com a estao efetiva que se apresenta.Os elementos esto ligados os quatro ventos e importante sentir isso antes de pretender manipul-los.

    J perceberam como tem gente que lida com magia e a vida totalmente complicada confusa?A vida emocional um caos, cheia de problemas e crises? So srios candidatos a estar daqui aalgum tempo num programa destes fundamentalistas dizendo que "Jesus me salvou da bruxaria".Estes desequilbrios so acentuados quando fazemos uso fantasioso dos elementos.Os elementos precisam ser trabalhados com muita ateno e foco.

    Vamos usar um exemplo simples.

    Voc conhece uma garota. Se voc no procura primeiro entender o que ela gosta e no gosta,

    sentir o jeito dela vai dar trocentos furos em tudo que fizer para atra-la e conquist-la. Pode atmesmo conseguir afast-la irremediavelmente, irrit-la quando pretendia agrad-la, dar um buqude rosas de perfume e s depois descobrir que ela, embora te contasse que acha as rosas lindas,

    profundamente alrgica s mesmas.

    Vale o mesmo para os elementais.

    Elementais no falam a lngua humana, entendem sentimentos.

    Se voc nunca sentiu a Terra como pretende chamar os seres que representam o esprito desseelemento? Ou ser que ainda tem gente que pensa que os gnomos so algum tipo de Smurfs?

    Vamos lembrar que as antigas iniciaes no eram feitas por livros ou textos. O aprendiz

    encontrava com quem ia ensinar, s vezes ia mesmo morar com quem lhe ensinava.Hoje estamos perdidos em abstraes mentais, as pessoas decoram conhecimento na escola,

    depois no sabem aplicar na realidade cotidiana e pensam que podem fazer o mesmo na magia.

    Decorar frmulas prontas e acreditar que repetir um rito "padro" vai por algum em contatocom foras de outras realidades.

    Com relao s tendncias dos elementos...Bem, eles no so nem bons nem maus, so forasessenciais dos elementos. Possuem um tipo de conscincia totalmente diferente da nossa. Eles vivemna esfera deles, ao lado, mas parte da nossa. Ns que propomos o contato, ns que fazemos a

    ponte. Ns que o atramos. Se no sabemos control-los como acender uma fogueira numa casade madeira. Quando o incndio destruir tudo quem vamos culpar? O fogo?

    Temos que perder essa imagem que elementais so meio Smurfs ou fadinhas do Peter Pan.Elementais so uma coisa: Gnomos, slfides, ondinas e salamandras.

    Foras conscientes da essncia dos elementos. Duendes, sacis, sereias, elfos so outra coisa.

    lementais obedecem fora de vontade de quem os evoca e direciona, se no souber fazer issocom clareza vai criar problemas.

    E no "dominar, "subjugar" encantar.

    Portanto antes de entrar na idia de trabalhar com os elementais vamos trabalhar com oselementos.

    OS ELEMENTAIS

  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    11/16

    ONDINAS (Elementais da gua)

    Esta classificao aplica-se a todos os seres associados ao elemento gua e sua fora.Esto presentes nos lugares onde h uma fonte natural de gua. A atividade das ondinas semanifesta em todas as guas do planeta, quer provenham de chuvas, rios, mares, oceanos, etc. Damesma forma que os gnomos, esto sujeitas mortalidade, mas sua longevidade e resistncia sobem maiores.

    A gua a fonte da vida e estes seres so essenciais para nos auxiliar a encontrar a nascenteinterior. Despertam em ns os dons da empatia, da cura e da purificao.

    Muitas lendas sobre sereias, damas dos lagos e demais espritos aquticos sobreviveram at osnossos dias. Na realidade, trata-se de uma categoria mais evoluda de fadas que operam no interiordo elemento, j que a natureza das ondinas bem mais primria e menos desenvolvida. Os espritosda gua aparecem com maior freqncia sob forma feminina, mas formas masculinas como os tritestambm esto presentes entre os espritos mais evoludos do elemento. As ondinas colaboram para amanuteno de nossos corpos astrais. Despertam e estimulam a natureza emotiva. Realam nossasintuies psquicas e respostas emocionais. As energias da criao e do nascimento, assim como a

    premonio e imaginao criativa, pertencem a seu domnio.

    Tambm nos ajudam a absorver, digerir e assimilar as experincias da vida para que faamospleno uso delas. Alm disso, graas a elas que sentimos o profundo xtase presente nos atos vitaiscriativos, seja de natureza sexual, artstica ou at no cumprimento dos deveres com o toqueemocional adequado.

    As ondinas freqentemente fazem sentir sua presena no plano onrico. Sonhos em ambientesaquticos ou que transbordam sensualidade espelham a sua atividade permitindo um aumento dacriatividade em nossas vidas. O trabalho com elas nos ajuda a controlar e direcionar a atividadeonrica, bem como a fortalecer o corpo astral, possibilitando vivncias mais ntidas e conscientesdurante viagens aos planos astrais.

    Uma ondina em particular nos acompanha ao longo de toda a vida. A sintonia com elapossibilita o contato com outros seres de seu elemento. Esse nosso elemental pessoal da guadesempenha funes importantes no tocante circulao dos fluidos corporais, tais como o sangue ea linfa. As enfermidades sangneas contaminam as ondinas, e atam-nas, contra sua vontade, aocarma e aos efeitos indesejveis da enfermidade.

    Sempre que abusamos de nossos corpos, abusamos tambm das ondinas, pois, uma vezdesignadas para acompanhar um ser humano, so obrigadas a sentir esses efeitos negativos,inclusive porque dependem de ns para o seu crescimento e s evoluem medida que tambm o

    fazemos. A conexo insatisfatria com nossa ondina pessoal e demais seres do reino das guas geradistrbios psicolgicos, emocionais e at psquicos. A compaixo faz-se ausente. Deixamos de confiarem nossa intuio e desenvolvemos um medo desenfreado da dor. Pode no acarretar a total perdada sensibilidade, mas no far parecer frios aos olhos alheios. A falta de simpatia, de empatia e de

    amor vida invariavelmente refletem falta de entrosamento com as ondinas e demais espritos desseelemento, os quais dirigem nossa atividade emocional. A ruptura com esse equilbrio harmnico

    http://3.bp.blogspot.com/-1nwzSpEGhtU/T0fYC-2y19I/AAAAAAAAIpU/89nur7XUqGs/s1600/ondinas.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    12/16

    aumenta a presena de toxinas no organismo, pois o elemento gua j no flui livremente paradesempenhar sua funo purificadora.

    Por outro lado, uma ligao exagerada com tais elementais pode nos afogar emocionalmente,tornando-nos contraditrios nos sentimentos. A reteno de gua no organismo um bom indcio

    fsico de que isto est acontecendo. Quando tal ocorre, passamos a maior parte do tempoconcentrados em nossos pensamentos. A imaginao torna-se pronunciadssima e evidencia-se nasaes uma tendncia ao extremismo. O excesso do elemento gua nos torna compulsivamente

    passionais, alm de gerar exagerada sensualidade, medo e isolamento. Passamos a dedicar grandeparte do tempo a anseios e delrios emocionais, em detrimento de aes concretas. Disso resulta umaacentuada sensao de vulnerabilidade.

    Por intermdio de nossa ondina pessoal, entramos em contato com os sentimentos e emoesmais profundas do nosso ser e despertamos para a unicidade da criao. Elas nutrem nossacapacidade de sustento e suprimento, e descortinam diante de ns um vasto oceano emocional onde

    podemos encontrar compaixo curativa e intuio. Em razo de sua natureza fludica, a melhormaneira de controlar as ondinas por meio da firmeza.

    SALAMANDRAS (Elementais do FOGO)

    As salamandras se encontram por toda parte. Nenhum fogo aceso sem o seu auxlio. Suaatividade intensa no subsolo e no interior do organismo e da mente.

    So responsveis pela iluminao, pelo calor, pelas exploses e pelo funcionamento dosvulces.

    No se devem confundi-las com os homnimos anfbios, tipo lagartos do plano fsico. Foram osmovimentos serpenteantes desses elementais no interior das labaredas de fogo, semelhantes aosmovimentos sinuosos das caudas dos lagartos e lagartixas, que lhes valeram esse curioso nome.Porm, essa a nica relao entre eles e o animal.

    As salamandras despertam poderosas correntes emocionais no homem. Alimentam os fogos doidealismo espiritual e da percepo. Sua energia auxiliar a demolio do que velho e a edificao donovo. Isto porque o fogo tanto pode ser destrutivo quanto criativo em suas formas de expresso.

    Os elementais do fogo trabalham com o homem e com o mundo por intermdio do calor, dofogo e das chamas, quer se trate da chama de uma vela, das chamas etreas ou da prpria luz solar.So incrivelmente eficientes nos trabalhos de cura, pois ajudam a desintoxicar o organismo,sobretudo nas situaes crticas. Mas devem ser empregadas com muita cautela, pois suas energiasradiantes so dificlimas de controlar. De modo geral, encontram-se sempre presentes quando a curaest para se manifestar.

    Os elementais do fogo colaboram imensamente para a preservao de nosso corpo espiritual.

    A energia irradiada pelas salamandras ao nosso corpo espiritual perpassa todos os planos at atingiro corpo fsico. Elas intensificam a espiritualidade elevada, a f e o entusiasmo. Colorem nossa

    percepo e ampliam o discernimento espiritual para que ele sobrepuje o psiquismo inferior.

    http://3.bp.blogspot.com/-NXptcvynvEE/T0fYSLhcCGI/AAAAAAAAIpc/rsmewnZfu4M/s1600/salamandras.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    13/16

    Uma salamandra foi designada para acompanhar cada um de ns ao longo dessa existncia.Ela contribui para o bom funcionamento do corpo fsico, a manuteno da temperatura corporaladequada, estimula o metabolismo orgnico para a continuidade da boa sade e auxiliar acirculao. O metabolismo lento indcio de uma atividade relaxada das salamandras. J o

    metabolismo acelerado pressupe uma atividade exacerbada dos seres e espritos do fogo.Uma boa conexo e relacionamento com nossa salamandra pessoal estimulam a vitalidade e afranqueza. Elas nos ajudam a desenvolver vontade prpria e firmeza, alm de impulsionar fortescorrentes espirituais positivas e bem-determinadas. Fomentam o sentido de auto-estima, mantm asaspiraes em alta e nos impulsionam a uma atuao marcante no cenrio da vida.

    A fraca ligao com nosso elemental pessoal e demais espritos do fogo configura-se comofalta de nimo, esmorecimento em relao vida, falta de f e crescente senso de pessimismo. Poroutro lado, a proximidade demasiado intensa com estes elementais e outros do reino pode acarretar

    falta de autocontrole e de sensibilidade. Haver tendncia inquietude e a um excesso de atividadeque pode levar a um desgaste do ser. A falta de pacincia tambm reflexo da influncia excessivadesse elemento.

    De todos os elementais, as salamandras so os mais difceis de compreender e aqueles com osquais a harmonizao mais complexa. A melhor forma de control-los agir serenamente. Podemoscontrolar nosso fogo interior por meio da calma e de uma postura tranqila e satisfeita em relao vida. Em outros termos, significa aceitar a existncia como ela , aqui e agora.

    Alm de serem agentes primordiais da natureza, as salamandras adoram a msica e sentem-sefortemente atradas por ela, sobretudo quando est sendo composta. Suas energias so vibrantes.Control-las e direcion-las de modo a produzir resultados positivos requer tamanha habilidade.Recomenda-se a todo compositor, poeta ou qualquer um que exera atividade criativa, que procurecultivar uma melhor sintonia com as salamandras.

    Nossas salamandras pessoais nos auxiliam a compreender os mistrios do fogo. Ajudam adespertar os nveis mais elevados de nossa espiritualidade e a elevar o patamar de nossas aspiraes.De forma geral, estimulam e fortalecem o campo urico a tal ponto que facilitam o reconhecimentodas foras espirituais atuantes em nossas vidas e o contato com elas.

    SILFOS (Elementais do AR)

    Os silfos so, dentre os elementais, os que mais se aproximam da concepo que geralmentefazemos dos anjos e fadas, e frequentemente trabalham lado a lado com esses mesmos anjos. Elescorrespondem fora criadora do ar. A mais suave das brisas, assim como o mais violento dos

    furaces so resultados de seu trabalho.

    O ar a fonte de toda energia vital. Tem recebido nomes variados em diversas partes do globocomo prana, chi, ki etc., mas sempre essencial vida. Podemos passar sem comida ou gua por

    perodos mais ou menos longos, entretanto impossvel viver sem ar por um perodo prolongado detempo, pois respirar necessidade bsica manuteno da existncia.

    http://1.bp.blogspot.com/-eFK1GaX2X5g/T0fYdBIoceI/AAAAAAAAIpk/AH17rSUDs7M/s1600/silfos.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    14/16

    Nem todos os silfos trabalham e vivem obrigatoriamente na atmosfera. Muitos possuemelevada inteligncia e trabalham para criar o ar e correntes atmosfricas adequadas vida na Terra.Quando respiramos profundamente e sentimos um doce frescor no ar, estamos nos familiarizandocom o fruto do trabalho deles. Vrios silfos desempenham funes especficas ligadas atividade

    humana. Alguns trabalham para aliviar a dor e o sofrimento. Outros para estimular a inspirao ecriatividade. Uma de suas tarefas mais especficas consiste em prestar auxilio as almas de crianasque acabam de fazer a transio. Tambm atuam temporariamente como anjos da guarda atestarmos mais receptivos e preparados.

    Um silfo designado para acompanhar cada ser humano ao longo de sua existncia. Este silfonos ajuda a conservar e desenvolver o corpo e aperfeioar os processos mentais. Assim, nossos

    pensamentos, bons ou maus, afetam-nos intensamente. Eles encorajam a assimilao de novosconhecimentos e fomentam a inspirao. Trabalham para purificar e elevar nossos pensamentos einteligncia, e tambm nos auxiliam a equilibrar o uso conjunto das faculdades racionais e intuitivas.No plano fsico, nosso silfo pessoal trabalha para que assimilemos melhor o oxignio presente no arque respiramos, bem como para manter adequadamente todas as outras funes que o ar

    desempenha no corpo e no meio ambiente. A exposio poluio, fumaa, etc. afeta a aparncia dosilfo e compromete severamente a eficincia de seu trabalho no mbito de nossas vidas.Eles freqentemente se apresentam sob forma humana, mas so assexuados e chegam a inspirareste tipo de comportamento em alguns seres humanos. Tenho observado que as pessoas nas quais

    predomina a atividade dos silfos geralmente no colocam a sexualidade no topo de sua lista deprioridades, e freqentemente no conseguem compreender por que isso ocorre com tanta gente.Embora parea indicar uma certa ruptura com o plano sentimental (elementais da gua), devemosser bastante cautelosos ao fazer tais presunes. O que acontece que os silfos direcionam este

    mpeto sexual e criativo para outros canais de expresso, a saber, o prprio trabalho. Contudo, preciso muito cuidado para no incorrer em extremos; afinal, nenhum de ns pode prescindir de umequilbrio entre os quatro elementos.

    Uma conexo muito forte com os espritos e elementais do ar tornam nossa mente to ativaque ela passa a requerer constante controle e direo. Pode gerar excesso de curiosidade eintrometimento, paralisar a vontade em virtude da exagerada anlise mental e hiperestimular osistema nervoso, fazendo com que necessitemos de freqentes mudanas. Alm disso, pode ocasionardiversas formas de excentricidade, ou ainda induzir a um fanatismo acompanhado de falta deemoo e de sensibilidade. Tambm costuma gerar um desprendimento em relao ao que fsico etotal desinteresse pelas atividades terrenas.

    J a falta de afinidade com os seres deste reino, incluindo o nosso silfo pessoa, pode distorcernossa capacidade de percepo a ponto de eliminar o bom senso. possvel que fiquemos toenvolvidos com atividades e emoes que no sobre tempo para refletir sobre a prpria vida. A

    tremenda falta de viso perspectiva que resulta disso pode debilitar gravemente o sistema nervoso e,sob essas condies, a curiosidade e imaginao tornam-se escassas ou mesmo inexistentes.

    Os silfos provocam inspirao e afetam as faculdades mentais. A conexo com nosso silfopessoa facilita a assimilao de novos conhecimentos, pois ele trabalha conosco para expandir asabedoria.Tambm so teis na proteo do lar e propriedades em geral, porque suas abundante energiaconfunde as mentes de possveis intrusos, preocupando-os e fazendo com que pensem duas vezesantes de invadir o espao alheio.

    A sintonia com o silfo pessoal confere acesso ao reino dos arqutipos. Ajuda a coordenar everbalizar nossas percepes. Estimula a liberdade, o equilbrio mental e uma saudvel curiosidade.

    A maneira mais eficaz de controlar nosso silfo pessoal por meio da constncia. Uma abordagemconsistente e determinada da vida indubitavelmente a melhor de todas, pois s ela assegura opleno cumprimento de nossas resolues.

  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    15/16

    GNOMOS (Elementais da TERRA)

    Esta denominao genrica abrange diversos seres desse plano elemental no reino das fadas.No deve ser confundida com a concepo geral de gnomo que aparece em alguns livros, a qualrepresenta apenas uma modalidade deles. Suas formas variam, mas em geral apresentamconsistncia e aparncia "terrosas". No so capazes de voar e o fogo os queima. Crescem eenvelhecem da mesma maneira que o homem.

    Diversos entes se agrupam nesta categoria e seu nvel de conscincia varia. So responsveispela manuteno da estrutura fsica da Terra. Ajudam-nos a perceber as cores, a sentir as energias daTerra e ensinam a utilizao das foras ocultas.

    Os gnomos so essenciais ao desenvolvimento de plantas, flores e rvores. Fornecer o coloridopara as plantas, criar minerais e cristais e conservar o planeta Terra propcio ao crescimento eevoluo constituem algumas de suas tarefas. So dotados de grande destreza.

    Os gnomos so os guardies dos tesouros da Terra e, quando entramos em sintonia com eles,

    podem nos auxiliar a localizar riquezas subterrneas e outros tipos de tesouros onde quer queestejam. Estes tesouros podem ser uma fonte energtica oculta de um cristal ou mesmo o prprioouro alqumico interior.

    Operam com o homem por meio da natureza. Conferem a cada pedra a sua prpriaindividualidade e energia caracterstica. por esse motivo que cada tipo de rvore, rocha ou flor

    possui algo diferente a nos ensinar.

    Os gnomos tambm trabalham para preservar o corpo fsico do homem, sua composio,assimilao de minerais, etc. Sem o seu auxlio no seramos capazes de funcionar adequadamenteno plano fsico.

    Um elemental da terra designado para nos acompanhar ao longo de nossa vida - desde o

    nascimento - com o intuito de nos auxiliar a conservar o aparelho fsico. graas a essa conexontima que eles evoluem e adquirem alma. Nossos atos os influenciam e afetam grandemente. Aoabusar de nossos corpos, automaticamente abusamos do elemental que responsvel por ele.

    Este elemental que nos auxiliar a desenvolver a percepo por meio dos sentidos fsicos comconscincia e confiabilidade que nos ensina a cautela e prudncia.

    Uma conexo enfraquecida com o nosso gnomo pessoal e elementais da terra em geral nostornam um pouco "lunticos" e com tendncia a desconsiderar os pr-requisitos bsicos dasobrevivncia.

    Provavelmente nos sentiremos deslocados e deriva num universo fantasioso. Quase semprese manifesta forte tendncia a negligenciar os cuidados com o corpo fsico e a andar sem olhar para

    onde vamos.

    http://1.bp.blogspot.com/-4A_psbKqE0g/T0fYoB3HxeI/AAAAAAAAIps/1DYX25m8Xvg/s1600/gnomos.jpg
  • 7/23/2019 Exerccios Com Os Elementais

    16/16

    Todas essas caractersticas indicam que precisamos nos aproximar mais de nosso gnomopessoal.

    J a ligao excessiva com os elementais e espritos da terra acarretam uma viso tacanha domundo. Tornamo-nos excessivamente prticos, cpticos e cnicos. Sua energia pode nos transformar

    em pessoas demasiado cautelosas e conservadoras, desconfiadas e sem imaginao.

    A sintonia equilibrada com o gnomo pessoal e suas energias nos faz desenvolverautodeterminao e estima. Ao permitir sua influncia, tornamo-nos espontaneamente prestativos ehumildes. A maneira mais fcil de controlar e direcionar os gnomos so por meio de umagenerosidade espontnea.

    http://3.bp.blogspot.com/-ItYUqqJdVvw/T0fYv-rL4YI/AAAAAAAAIp0/OYruuyxgKaI/s1600/Elemental.jpg