RESENDE LIVRE - N.º 1 - Dezembro de 2010 - PSD Resende

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal "RESENDE LIVRE" - N.º 1 - Dezembro de 2010 - PSD Resende

Text of RESENDE LIVRE - N.º 1 - Dezembro de 2010 - PSD Resende

  • RESENDE LIVRE Plano de Conteno e Combate

    Crise PS chumba proposta!

    Dvida

    Cmara contrai emprstimo de 900 mil euros

    Desemprego

    Resende - Ainda mais (26,51%) desemprego!

    Educao

    Governo quer acabar com contratos de associao

    Proposta do Grupo Municipal do PSD foi negada em Assembleia Municipal

    Num princpio de convergncia de esforos de mbito consensual, supra-partidrio, para ajudar a

    ultrapassar este momento difcil de crise que nos afecta a todos - especialmente aos mais pobres - o PSD

    apresentou, na Assembleia Municipal, um Plano Municipal De Conteno e de Combate Crise, escrupulosamente detalhado e fundamentado. Apesar de reconhecer o seu mrito e a sua importncia, a

    maioria socialista chumbou a proposta.

    n. 1 Dezembro 2010

  • 1

    RESENDE LIVRE

    Editorial

    Resende Livre* A necessidade de transmitir o

    trabalho que tem vindo a ser

    desenvolvido pelo PSD Resende nos

    ltimos tempos, e a viso crtica e

    alternativa que temos para o futuro

    da nossa terra, impulsionou a edio

    deste boletim informativo.

    As intervenes e propostas que

    temos assumido atravs dos nossos

    membros eleitos vereadores,

    membros da assembleia municipal e

    assembleia de freguesia ficam

    maioritariamente reduzidas ao

    registo institucional e no so do

    conhecimento geral da nossa

    populao.

    Apesar de ser um meio

    inequivocamente partidrio, no

    queremos reduzir a leitura apenas

    aos nossos simpatizantes mas a

    todos os nossos concidados.

    O contedo informativo, como

    comprova esta edio, traduzindo a

    nossa posio perante diversas

    matrias, assenta, e assentar

    sempre, em princpios de verdade,

    rigor e sustentabilidade, que so os

    mesmos que guiam a nossa actuao

    poltica, de um partido responsvel

    de poder, que hoje ,

    circunstancialmente, oposio.

    Paulo Moura Presidente da Comisso Poltica da Seco do

    PSD Resende

    * O ttulo Resende Livre justifica-se

    por analogia ao rgo tradicional de

    comunicao do partido a nvel nacional,

    que se designa por Povo Livre.

    Eleies

    Arquitecto Paulo Moura eleito Presidente da Comisso Poltica da Seco do PSD Resende

    No passado dia 18 de Setembro os militantes

    da Seco Poltica de Resende do Partido

    Social Democrata, foram chamados a

    pronunciar-se sobre a eleio dos seus rgos

    locais.

    Num acto eleitoral muito participado, a Lista

    A, encabeada pelo Arquitecto Paulo Moura,

    que apresentou a moo Novo Ciclo, Novas Vitrias, obteve uma maioria expressiva, merecendo 82 dos 110 votos depositados nas

    urnas, correspondendo a 74,5 % do universo

    de votantes.

    Para a Mesa da Assembleia foi ainda eleito pela Lista A, o Dr. Jos de Freitas.

    Resultados:

    Comisso Poltica

    Lista A 82 votos Lista B 27 votos Brancos 1 voto Nulos 0 votos

    A nova Comisso Poltica assim composta pelos seguintes membros:

    Presidente: Paulo Srgio Pinto dos Santos Moura; 1. Vice-presidente: Elsa Isabel Ferreira Rodrigues; 2. Vice-presidente: Jos de Oliveira Monteiro; Tesoureiro: Jaime Antnio Bernardino Alves; Vogais: Carla Manuela Ferreira Rodrigues, Adriano Pinto, Eugnia Isabel Borges de Almeida, Jorge Albino Correia Pinto, Orlando Alberto Duarte

    Cardoso, Maria Manuela Peixoto de Almeida, Lus Miguel Pinto Botelheiro,

    Joo Paulo Ramos Coelho, Fernando Jos de Costa Prata Dias Botelho,

    Antnio Incio Dias, Adrito Augusto Lopes.

    A Mesa da Assembleia da seco de Resende tem a seguinte composio

    Presidente: Jos Carvalho de Freitas; Vice-presidente: Rui Miguel de Viseu Botelho Cardoso; Secretrios da Assembleia: Maria Alice Alves e Albina Maria da Silva Pereira.

    2

    Citao Temos de apostar, muito fortemente, numa recuperao das economias rurais. A agricultura () tem de ser combinada com

    polticas ligadas ao desenvolvimento da cultura e do turismo, de actividades cinegticas, na recuperao do nosso

    patrimnio, na possibilidade de desenvolver pequenas economias que ajudem as pessoas a fixarem-se no interior do pas.

    Pedro Passos Coelho

  • RESENDE LIVRE

    3

    Freguesias

    Programa de Re-funcionalizao das Escolas Primrias do Concelho

    Demonstrando uma postura de superior interesse municipal, o PSD

    apresentou uma proposta ao Executivo Camarrio, intitulada: Programa Concelhio de Re-funcionalizao das Escolas Primrias - Contributo Dinamizao das Freguesias. Para evitar a atribuio casustica e a ausncia de uma estratgia global, este programa tem por objectivo a reconverso e

    recuperao, recorrendo a fundos europeus (QREN), com as seguintes

    alternativas funcionais: Alojamento Turstico de Pequena Escala; Posto de

    Artesanato e de Venda de Produtos Locais; Restaurao (evocativos da nossa

    Gastronomia); Centro de Interpretao; Sede Associativa; Centro de Convvio

    ou Escola de Formao.

    Os custos desta proposta importariam para o Municpio um valor de seiscentos mil euros. Aps a concluso das

    respectivas obras, a C.M Resende transferiria para as Juntas de Freguesias a gesto do equipamento. A proposta foi

    reprovada com os votos contra do PS.

    Esta nova equipa, para a deslocao s diferentes freguesias, poderia ser apoiada por uma viatura-oficina especialmente concebida para este tipo de intervenes, equipada com diverso material e ferramentas de trabalho

    para pequenas reparaes ao domiclio. Esta viatura esta disponvel em candidatura ao abrigo do Programa PRODER.

    A criao de uma estrutura direccionada para este efeito daria um apoio mais efectivo e direccionado no terreno,

    sendo bvias as vantagens com esta proposta: Desburocratizao, Operacionalidade, Rapidez, Autonomia Funcional,

    Maior Proximidade, e, muito importante, praticamente a custo zero.

    No entanto, apesar da evidncia e da qualidade da proposta, a mesma foi chumbada em Assembleia Municipal pela

    maioria socialista.

    Freguesias

    Equipa de Apoio Operacional Oficina Mvel

    Com o objectivo de resolver de forma prtica e clere grande parte

    dos problemas com que mais frequentemente se deparam as Juntas

    de Freguesia, o PSD props o projecto Equipa Permanente de Apoio Operacional s Freguesias - Oficina Mvel, que se traduz na constituio de uma equipa tcnica de apoio, constituda por

    funcionrios destacados do mapa de pessoal da Autarquia e o seu

    acompanhamento e coordenao por um Tcnico Municipal.

    Pergunte Porque razo que a Vila de Resende foi votada ao esquecimento a partir da rotunda dos bombeiros? Porque no se estende

    a requalificao urbana rua de So Salvador, zona da Portela e Granja?

    Dulce Leito

  • 1

    RESENDE LIVRE

    Educao

    Governo PS quer cessar contratos de associao situao preocupante Recentes declaraes do primeiro-ministro reafirmaram a sua inteno de

    rever o regime de contratos de associao com o ensino particular e

    cooperativo. Este um assunto que tem provocado inmeras reaces de

    contestao por diferentes agentes educativos e associaes de pais. Em

    causa est a viabilidade do funcionamento de diversas instituies de ensino

    por todo o pas. Esta uma medida que no tem por si s uma

    fundamentao de conteno econmica, mas que tambm procura impor

    um modelo nico de educao.

    O Externato D. Afonso Henriques em Resende uma das instituies que actualmente usufrui do regime de apoio

    estatal que agora posto em causa pelo diploma aprovado em Conselho de Ministros. Todos sabemos da importncia

    e da qualidade que tem na formao dos nossos jovens, que no podemos dispensar. O PSD Resende intervir

    determinantemente na defesa deste referencial educativo do nosso concelho.

    4

    Emprego

    Resende - Ainda mais (26,51%)desemprego! Segundo dados do Instituto do Emprego e Formao Profissional, durante

    o perodo decorrido entre os meses de Janeiro e Setembro deste ano (2010),

    em Resende h mais 176 desempregados, o que significa uma subida de

    26,51 %. Esta notcia foi divulgada na comunicao social no passado ms

    de Novembro. Infelizmente, a taxa de desemprego no nosso concelho est

    perto do dobro da mdia nacional, facto da maior relevncia e preocupao.

    Em 308 concelhos de Portugal, ns,

    resendenses, estamos no sexto lugar

    a contar do fim, com uma taxa de

    desemprego de 18,8%. O

    desemprego representa uma chaga

    social que nos desassossega a todos

    e deve estar no centro das

    preocupaes dos que tm

    responsabilidades pblicas. O PSD

    tem apresentado propostas neste

    captulo e chamado a ateno para a

    necessidade da implementao

    urgente de novas polticas

    potenciadoras de emprego,

    quebrando a inrcia existente,

    beneficiando as pessoas, as famlias,

    as empresas e a economia concelhia.

    PIDDAC

    No prev (uma vez mais) a EN 222-2

    Dos investimentos da administrao

    central, no faz parte para o prximo

    ano, a construo da EN 222-2 que

    ligar Resende a Bigorne.

    J h um ano, perante a mesma

    ausncia, o PSD em Assembleia

    Municipal, alertou para a

    necessidade de tomar uma posio

    pais vigorosa.

    Esta obra tem sido sucessivamente

    adiada, tendo constitudo uma das

    promessas da actual e anterior

    cmara que assumiu a proximidade

    com o governo, como fundamental a

    para a resoluo do problema.

    Reflexo Preocupa-me o estado desta nossa Educao quando os nossos responsveis inauguram