A MQUINA QUE MATAVA FASCISTAS

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O FAC – Fundo de Apoio à Cultura, da Secretaria de Estado de Cultura do Governo do Distrito Federal, apresentou a temporada de estreia do espetáculo A Máquina que Matava Fascistas Novo espetáculo da E.T.C.A. – Equipe Teatral Confins-Artísticos, juntamente com o Programa Trabalho de Mesa, acercar-se do que a História já nos provou: basta uma alteração de Poder para qualquer um se tornar vilão. A peça tem como inspiração as relações entre cidadãos comuns e os serviços públicos e privados. Inspirado nas obras “1984”, de George Orwell, “O Matadouro 5”, de Kurt Vonnegut e na HQ “A Piada Mortal”, de Alan Moore, “A Maquina que Matava Fascistas” mostra que a realidade é bem mais absurda que a ficção. Com tom irônico e sombrio, a peça parece ser um arremedo de nossas instituições.

Text of A MQUINA QUE MATAVA FASCISTAS

  • O FAC Fundo de Apoio Cultura, da Secretaria de Estado de Cultura do Governo do Distrito Federal, apresenta a temporada de estreia do espetculo

    A Mquina que Matava Fascistas

    Novo espetculo da E.T.C.A. Equipe Teatral Confins-Artsticos, juntamente

    com o Programa Trabalho de Mesa, acercar-se do que a Histria j nos provou: basta

    uma alterao de Poder para qualquer um se tornar vilo. A pea tem como inspirao

    as relaes entre cidados comuns e os servios pblicos e privados.

    Inspirado nas obras 1984, de George Orwell, O Matadouro 5, de Kurt

    Vonnegut e na HQ A Piada Mortal, de Alan Moore, A Maquina que Matava Fascistas mostra que a realidade bem mais absurda que a fico. Com tom irnico e sombrio, a pea parece ser um arremedo de nossas instituies.

    Idealizado em 2014, ano que marcou os 50 anos do Golpe de 1964, o

    espetculo foi elaborado luz de temas antigos para a construo de um novo e atual produto artstico. A Mquina que Matava Fascistas, segundo o diretor e ator, Gustavo Reinecken, uma produo que insiste na importncia de se conhecer os fatos do passado para que os mesmos erros no voltem a ser cometidos.

    A montagem recorre a avaliaes histricas que denunciam o equivoco moral do holocausto nazista e o legado pejorativo, em nossa histria, decorrente do regime militar ditatorial brasileiro, para tratar temas como extermnio em massa e os cerceamentos das liberdades. Em contraponto, o espetculo traz cena a atual sensao de liberdade com o advento da internet. Para Reinecken, importante que os grupos de teatro abordem esses temas, uma vez que a liberdade publicada e compartilhada exacerbadamente em Rede Sociais, em sua avaliao nunca ser suficiente.

    Temas como estes j foram abordados em outras produes da E.T.C.A., no entanto, em A Mquina que Matava Fascistas os artistas propem trazer tona a falta de embasamento poltico e de conhecimentos histricos, explicitado em rasas discusses em Redes Sociais. Isso se observa em ambos os lados de um dilogo poltico, neste sentido, a pea no defende nem ataca posicionamentos A ou B. Mas sim, aposta na politizao do espectador, comenta o ator Ricardo Cruccioli.

    Impactados com a insistncia de ideias polticas, que vm sendo retomadas

    como o apoio a um novo golpe militar, o conceito de boa famlia, a necessidade de moralizar a populao, e ainda, o surgimento de grupos neonazistas, somados aparente insanidade do ser humano em guerrear entre si, a dramaturgia da pea faz um paralelo entre os jovens de hoje, a noo dos brasileiros sobre eles mesmos e a inerente necessidade guerra e ao conflito, comenta a atriz e tambm produtora Georgia Rafaela.

    Mais do que falar sobre um Estado Fascista, A Maquina que Matava

    Fascistas elucida o fascista que existe dentro de cada um e o fascismo existente em instituies, justificado pela burocracia, conclui o diretor. Servio:

  • TEATRO SESC PAULO AUTRAN, de Taguatinga: Dias 14 e 15 de junho, s 17h e s

    20h, entrada gratuita. TEATRO SESC NEWTON ROSSI, em Ceilndia: Dia 16 de junho, s 17h e s 20h,

    entrada gratuita. TEATRO SESC PAULO GRACINDO, do Gama: Dia 21 de junho, s 16h e s 19h30, entrada gratuita. SALA CHACOVACHI - E.T.C.A. (SCLRN 711 Bloco C Loja 05): Temporada de 1 a 10

    de julho, de sexta a domingo, sempre s 21h, ingressos a R$ 30,00 (inteira), e R$15,00 (meia) Classificao indicativa: 16 anos. Informaes: (61) 3274-8160. Ficha tcnica:

    Direo: Gustavo Reinecken. Elenco: Georgia Rafaela, Gustavo Reinecken e Ricardo Cruccioli. Iluminao: Camilo Soudant. Engenharia de som: Daniel Pitanga. Fotografia: Diego Bresani. Figurino: Ateli Voador Alice de Holanda Produo executiva: Georgia Rafaela e Ana Paula Martins. Vdeos: Trabalho de Mesa. Realizao: E.T.C.A. Equipe Teatral Confins-Artsticos e Trabalho de Mesa. Patrocnio: FAC Fundo de Apoio Cultura do Distrito Federal.

  • Clipping de impressos

  • Relatrio de interativos

    http://www.metropoles.com/entretenimento/teatro/a-maquina-que-matava-fascistas-reflete-sobre-liberdade-e-burocracia http://www.alo.com.br/vida-e-lazer/mais-estranho-do-que-a-distopia-e-a-ficcao-37928 http://www.achabrasilia.com/a-maquina-que-matava-fascistas/

    http://www.aquitemdiversao.com/a-maquina-que-matava-fascistas/ http://www.radargama.com.br/espetculo-a-mquina-que-matava-fascistas/ http://www.bsbmobile.com.br/component/option,com_sobi2/sobi2Task,sobi2Details/catid,9/sobi2Id,3016/Itemid,63/ https://issuu.com/ticorocha/docs/revista_712._df_web http://www.overmundo.com.br/agenda/a-maquina-que-matava-fascistas http://df.divirtasemais.com.br/app/noticia/programe-se/2016/06/17/noticia_programese,156810/essa-semana-tem-zumbis-george-orwell-e-forro-em-uma-kombi.shtml

  • Anncios