custo de manutenção de ativos numa óptica operacional e

  • View
    217

  • Download
    4

Embed Size (px)

Transcript

  • CUSTO DE MANUTENO DE ATIVOSNUMA PTICA OPERACIONAL E

    ESTRATGICA NO AMBIENTEINDUSTRIAL.

    Jairo Jos Modesto Gonalves Junior jairomodesto@yahoo.com.br

    UNESP

    Marcos Valrio Ribeiro mvalerio@feg.unesp.br

    UNESP

    Bruno Chaves Franco bcfranco@icloud.com

    UNINOVE

    Resumo:Este trabalho apresenta os elementos que demonstram a utilizao do conceito de Gesto dosCustos de Manuteno de ativos, bem como a estrutura e formas adotadas na gesto de custos demanuteno em uma empresa de autopeas. A importncia em conhecer de fato os custos de manutenoe relaciona-los com o modelo de gesto adotado o ponto principal para atingir metas e bons resultadosem outros indicadores tais como disponibilidade e eficincia por manuteno. Neste contexto o presenteartigo revive a discusso sobre o modelo de alocao de recursos financeiros para o setor de manutenoatravs de um estudo de campo, em que observa-se que um modelo baseado no faturamento liquido podeno refletir a realidade dos custos reais de manuteno.

    Palavras Chave: Custos de Manuteno - Disponibilidade - Eficincia. - -

  • 1

    1. INTRODUO

    Mercados cada vez mais exigentes, interdependncia das empresas na cadeia de

    suprimentos e um cenrio econmico turbulento, vem impondo uma maior confiabilidade dos

    sistemas produtivos de bens e servios quanto eficcia e eficincia dos processos

    operacionais.

    Perdas operativas devido a falhas de equipamentos reduzem a eficincia operacional e

    podem traduzir em elevados prejuzos econmicos para a empresa. Neste cenrio o setor de

    manuteno de ativos ganha importncia estratgica e financeira pois um instrumento que

    busca garantir o pleno funcionamento, dentro de padres tcnicos, dos equipamentos durante

    seu perodo de vida til. Defendido por Kardec (2002) o carter estratgico da manuteno de

    ativos, o autor ainda afirma a importncia da manuteno na inovao, na participao nas

    decises do negcio e no posicionamento como gestora dos ativos, proporcionando uma

    melhor rentabilidade com maior eficincia.

    Para Kardec e Nascif (2009), a manuteno de ativos deve e tem que ser entendida

    como uma funo estratgica na obteno de resultados da organizao, com a funo de

    suporte ao gerenciamento e soluo de problemas apresentados na produo, elevando a

    empresa em patamares competitivos de flexibilidade, qualidade, produtividade e

    competitividade. Assim a poltica de manuteno deve ser definida pela empresa segundo os

    seus objetivos organizacionais, apresentando-se como fator determinante do sucesso do

    planejamento da produo e, portanto, da produtividade do processo.

    A manuteno como fator estratgico do negcio implica que os indicadores de

    desempenho para o setor de manuteno sejam de uma leitura correta e objetiva, como afirma

    Carvalho (2005), ou seja, o nmero apresentado por eles deve representar o estgio de

    evoluo da gesto em direo aos objetivos estratgicos e a excelncia.

    Portanto a funo de manuteno em ativos nem sempre levado em considerao na

    anlise das estratgias das organizaes e dos custos envolvidos, correlacionando-os com o

    faturamento inibindo as empresas a considerar em sua estratgia de negcio um modelo mais

    coerente na definio de limites e metas para os custos de manuteno em ativos (ALMEIDA

    2001).

    Neste contexto, e este artigo tem objetivo discutir o modelo de alocao dos custos de

    manuteno, atravs de um estudo de campo, de uma indstria de autopeas de grande porte

    com um parque de 619 ativos.

  • 2

    CUSTO DE MANUTENO DE ATIVOS NUMA PTICA OPERACIONAL E

    ESTRATGICA NO AMBIENTE INDUSTRIAL.

    Jairo Jos Modesto Gonalves Junior UNESP, Guaratinguet S.P

    Marcos Valrio Ribeiro UNESP, Guaratinguet S.P

    Bruno Chaves Franco Universidade Nove de Julho (UNINOVE), So Paulo-S.P

    RESUMO

    Este trabalho apresenta os elementos que demonstram a utilizao do conceito de

    Gesto dos Custos de Manuteno de ativos, bem como a estrutura e formas adotadas na

    gesto de custos de manuteno em uma empresa de autopeas. A importncia em conhecer

    de fato os custos de manuteno e relaciona-los com o modelo de gesto adotado o ponto

    principal para atingir metas e bons resultados em outros indicadores tais como

    disponibilidade e eficincia por manuteno. Neste contexto o presente artigo revive a

    discusso sobre o modelo de alocao de recursos financeiros para o setor de manuteno

    atravs de um estudo de campo, em que observa-se que um modelo baseado no faturamento

    liquido pode no refletir a realidade dos custos reais de manuteno.

    Palavras chave: Custos de Manuteno de Ativos, Disponibilidade e Eficincia.

    2. A QUESTO ESTRATGICA DOS CUSTOS DE MANUTENO

    A manuteno e um fator estratgico para garantir alta produtividade dos sistemas

    industriais, porem com a crise econmica global as empresas esto reduzindo as suas despesas

    trazendo consequncias de grande impacto a mantenabilidade e confiabilidade de seus ativos

    (FACCIO, PERSONA, SGARBOSSA e ZANIN, 2011).

    Nesta abordagem, a engenharia de manuteno precisa ocupar o espao importante

    nas formulaes dos diversos sistemas de administrao, ainda padece de direcionamentos

    corporativos estabelecidos um tanto a esmo, de forma bastante desordenada e pulverizada.

    Assim fundamental aplicar os esforos dentro de uma proposta de modelagem que permita o

    controle de custos de manuteno, garantindo engenharia da manuteno a funo

    responsvel pelo gerenciamento de indicadores e resultados esperados no plano estratgico

    corporativo (PERES & LIMA, 2005).

    A grande relevncia da manuteno dentro da estratgia das empresas se da por conta

    do aumento da complexidade e a grande insero da automao nos mais diversos sistemas de

    produo, sendo assim a fim de manter maquinas e equipamentos em nveis de performance

    desejados, reduzindo as paradas por manuteno e consequentemente os custos envolvidos.

    Os custos de manuteno definem e balizam as aes que foram decididas, bem como, as

    estratgias de manuteno adotadas para manter a disponibilidade operacional, a eficincia

  • 3

    dos equipamentos, e podem ser avaliados em nvel empresarial atravs de dois indicadores,

    segundo (KARDEC e NASCIF 2009):

    Custo da Manuteno em relao ao faturamento bruto da empresa (%);

    Custo da Manuteno em relao ao patrimnio (valor estimado dos ativos)

    (%).

    Para Pinto e Xavier (1999) produtividade global a relao entre o faturamento e o

    custo, ento o que interessa de resultado final do negcio otimizao de custos, que para

    Kardec e Nascif (2002), preciso adotar as melhores prticas de manuteno, com destaque

    para engenharia de manuteno:

    Atuar na qualidade de servios que se traduz na reduo do retrabalho;

    Qualidade dos materiais e sobressalentes;

    Utilizar tcnicas modernas para avaliao e diagnsticos;

    Privilegiar a terceirizao por resultados.

    Na tabela 1 a Abraman Associao Brasileira de Manuteno representa o custo de

    manuteno em relao ao faturamento bruto em diversos segmentos da economia no ano de

    2011.

    Tabela 1: Custo de manuteno em relao ao faturamento bruto. (Abraman 2011).

    Setores Percentual do Faturamento Bruto

    Alimento e Bebida 1,40

    Automotivo e Metalrgico 3,46

    Borracha e Plstico 4,00

    Cimento e Construo Civil 3,00

    Eletroeletrnico e Telecomunicaes 4,00

    Energia Eltrica 2,36

    Farmacutico 3,33

    Fertilizante, Agroindstria e Qumico 4,00

    Hospitalar 2,50

    Mveis 3,67

    Mquinas e Equipamentos 3,33

    Minerao 8,67

    Papel e Celulose 2,50

    Predial 1,00

    Petrleo 3,73

    Petroqumico 1,67

    Saneamento e Servios 5,00

    Siderrgico 6,67

    Txtil 3,00

    Transporte >10,00

    MDIA GERAL 4,47%

  • 4

    Em citao no ano de 2011 o instituto ABRAMAM publicou os dados dos custos de

    manuteno pelo faturamento bruto das indstrias brasileiras; este indicador utilizado por

    vrias indstrias como base para realizar a alocao de recursos para a manuteno, pois tem

    como objetivo indicar um fator em porcentagem gasto em manuteno sobre o valor bruto

    faturado (Figura 1), sendo assim as empresas o utilizam como referncia para determinar e ou

    comparar os custos por manuteno. Outro indicador usado pelas empresas o custo de

    manuteno pelo faturamento lquido.

    Figura 1: Custo Anual da Manuteno com base no Pib. (Abraman 2011).

    Porm quando alocado o custo de manuteno com base no faturamento, pode no

    considerar os tipos de manuteno (corretiva, preventiva e preditiva) existentes em uma planta

    industrial que pode apresentar curvas diferentes de custo. A Figura 2 de Cavalcante e Almeida

    (2005), apresenta um modelo ideal para os custos de manuteno corretiva, preventiva e

    preditiva. Assim sendo o modelo abordado representa o ponto ideal para adquirir o melhor

    custo de manuteno considerando os trs modelos de aplicao de manuteno em funo do

    tempo, com isso a afirmao de que preciso considerar o modelo adotado para provisionar,

    ou seja, fazer previso em custo por manuteno.

  • 5

    Figura 2 Grfico com modelo ideal no custo de Manuteno em Ativos (Cavalcante & Almeida, 2005).

    Kardec e Nascif (2010) apresentam os seguintes modelos de manuteno:

    Manuteno Corretiva: Caracteriza-se pela atuao da manuteno em fato j

    ocorrido, seja este uma falha ou um desempenho menor do que o esperado,

    este modelo tem como caracterstica o alto custo em ambos sentidos: peas e