isolamento acustico 1

  • View
    341

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of isolamento acustico 1

Isolamento de Bateria:Foi feito um isolamento para batera, mas ao invs de acrilico como j vi, foi feito de blindex. Da seguinte forma: Sob a bateria tem um praticavel de madeira carpetado, atras do batera tem carpete 1,00 metro e blindex fechando tudo menos na parte superior e foi feito um cubo. Resolveu um pouco mas ainda tem o que fazer, acredito ser pela parte de cima j que tem uma boa parte que parede lisa atras do batera. A dvida a seguinte, para resolver melhor isolar toda a parede atras do batera ou fazer como alguns exemplos que vi e deixar a batera como um aquario?

">file://

Cpula "aqurio" em igreja, foi feito um projeto completo (tamanho, material de isolamento e microfones) e o resultado foi excelente, ja faz um ano e quatro meses e todos gostam muito.Foi feito o isolamento acustico no fundo do aqurio e na parte superior, por ser mais barato foi usado vidro temperado de 10mm na frente e nas laterais, para o piso foi usado apenas um carpete e o som da batera ficou isolado totalmente. Por a igreja no ser grande e no terem pensado na acstica do templo em sua construo resolveu-se fazer este tipo de isolamento que reduziu a sonoridade da batera em 85%. Para absoro foi usado compensado de 15 mm no fundo (pois existiam duas janelas - iguais a da lateral da foto que pegavam cerca de 70% de toda parte de trs e no poderiam ser fechadas com tijolo e cimento, por causa da esttica do templo), um manta de espuma com densidade D33 de 5 cm de espessura e uma outra manta de 3 cm de espessura de espuma em formato de caixa de ovo (no sonex), e para o acabamento foi usado um tecido chamado pelcia em todo o fundo. Para o teto foi feita uma armao de ferro que pegou todas as bordas e dividi-o em quatro partes (pois com o tempo a madeira cede afundando o centro), foi usado compensado de 15 mm e revesto com espuma de densidade D33 com 3 cm de espesura cobrindo tudo com o tecido de pelcia. Um fator importante o seguinte, microfone todas as peas individualmente, bumbo, caixa, tons, surdos, chimbau e pratos, pois se voc tentar aproveitar microfones vai perceber que a batera vai perder seu brilho natural ficando um som muito artificial. O kit utilizado : SHURE: PG 52 (BUMBO), PG 56 (TONS), PG 81 (PRATOS e HI HAT) e o SM 57 para caixa. O calor intenso por isso usado um ventilador. Outra coisa super importante, foi feito um blindex vedado, todas as conexes de vidro com vidro e vidro com alumnio foram vedadas com silicone, para diminuir o vazamento do som. PROJETO:

">file://

">file:// O material usado alumnio (do mesmo jeito que seu usa na construo de BOX de banheiro). No entanto, existem outras formas mais baratas e prticas para melhorar este tipo de problema com memos gasto do que isolar o batera em uma cpula S para ilustrar, vejam essas fotos de um "aqurio" desses, feito com placas de perspex 6 mm unidas por meio de dobradias...

">file://

">file://

">file://

">file://

">file://

">file://

Foram feitos testes com placas acrlicas importadas no passado com bons resultados. Existem alguns "macetes" que devem ser observados: As emendas das placas devem ser de material flexvel. No use cantoneiras de alumnio (tipo Box) pois provocam vibraes, principalmente nas regies de graves (bumbo e no surdo). Procure no usar as placas na forma de cubo e sim sextavado. As medidas voc pode conferir no site da Clear Sonic - http://www.clearsonic.com

">file://

usado em palco, para reduzir o vazamento de som da bateria nos microfones proximos (os de voz, principalmente). Ajuda tambem a manter o nivel sonoro no palco em niveis mais civilizados. Um ponto pouco observado, mas muito importante: alem do acrilico (na verdade, policarbonato), devem ser usados absorvedores, atrs e (se possivel) nos lados at certa altura. Caso contrrio, ocorrero ressonncias indesejaveis e que prejudicaro a captao da bateria. Podem ser usados gobos (tapadeiras) e o absorvedor modular sintonizvel (verso para graves):

Absorvedor Modular Sintonizvel (de painel perfurado)O desenho abaixo o projeto de um absorvedor modular para estdios e salas de audio, simples e prtico.

">file://Construo: Feito apenas em madeira e l mineral de 25mm de espessura e alta densidade (de vidro com 40 ou 45 kg/m3 ou rocha com 60kg/m3), podem ser montados em qualquer oficina ou marcenaria e levados ao estdio para instalao posterior. Facilita assim, o reaproveitamento em caso de reforma ou mudana de local. A caixa feita em compensado ou MDF de 10 mm. Pode ser revestida de folha de madeira de lei e encerada ou envernizada. Tambm pode ser pintada, no influi no resultado. Pode ser providenciada uma tela de tecido leve (ortofnico) para sobrepor ao painel frontal, como numa caixa da som, melhorando o acabamento. Dentro da caixa, seis divisrias de compensado fino (ou at de papelo) formando um engradado, colado no fundo da caixa. Serve para apoiar a l e ajuda um pouco na absoro dos graves. O fundo (compensado 6 mm) pode ser alguns centmetros maior que a caixa (em uma das dimenses) para facilitar a instalao (parafusado na parede). Confira na figura. O painel frontal (compensado 6mm) a parte mais importante: Ao contrrio do que pode parecer, no se trata de um absorvedor de membrana, portanto o painel no precisa vibrar. Deve estar firme, ligeiramente pressionado contra a placa de l mineral.

temos trs diferentes porcentagens de perfurao (furos circulares): 0,5% (maior absoro de graves); 5% (absoro em mdio-graves); e 25% ou mais (faixa ampla). Na ltima linha, uma variante (tipo 2) - caixa de apenas 5cm de profundidade, tendo painel de 6mm de espessura com 0,5% de perfurao e 50mm de l de vidro ou rocha (alta densidade) preenchendo todo o espao interno. Obs: Em mdulos de faixa ampla com mais de 25% de perfurao (ou sem painel), a absoro acima de 2k

praticamente estvel (mxima). Quanto mais estreitas as fendas, e/ou mais profunda a caixa, mais eficiente ser o absorvedor nas baixas frequncias. A eficincia semelhante aos mdulos com furos circulares, apenas o efeito visual diferente, e de construo mais rpida. A l de vidro interna tem o mesmo efeito que nos outros mdulos, alargando a faixa de atuao. Instalao: Devem-se usar mais de um tipo, pode-se equilibrar a resposta de uma sala. Devem ser espalhados por todo o ambiente (e no apenas numa s parede), alternando entre s e reas descobertas (no os ponha "colados" lado a lado). E no deixe nenhuma parede nua, sem tratamento. Em estdios para voz, ponha mdulos de mdias e altas frequncias (25%) na altura da cabea do locutor. Em cabines de bateria, esses mesmos mdulos (25%) devem ser instalados no teto. Para maior eficincia, mdulos para graves (0,5%) devem ser postos nos cantos da sala, como os demais neste post.

Bass Trap TriangularO desenho abaixo d os detalhes para a construo de um bass trap (armadilha de graves) triangular.

">file://Barato, feito apenas em compensado ou MDF de 10 mm e l mineral (vidro ou rocha) com densidade entre 40 (vidro) e 60 kg/m3 (rocha) e 50 mm de espessura.

Construo: As dimenses so aproximadas, vo depender da forma como as peas sero montadas e principalmente da marca da l. O padro 60x120 cm, mas pode variar um pouco, de acordo com o fabricante. melhor comprar a l primeiro, depois medir e cortar a maderia. Dentro da caixa vai uma pea de l mineral (manta flexvel) com 60x120 ou 80x120 (essa largura de 80 cm mais frequente em l de rocha) dobrada em "L" e colada com vedante de silicone. Pode usar duas peas de placa resinada, se preferir. Como painel frontal, fechando o conjunto, uma placa rgida (resinada) do mesmo material, tambem com 50mm de

espessura. Existem j revestidas com tecido ou filme de PVC numa das faces, para melhor acabamento. Notem que essa placa entra apertada, e provavelmente ser preciso aparar as bordas para um perfeito encaixe. assim que deve ser, e ainda precisa ser colada caixa com silicone, evitando vazamentos de ar que podem afetar a eficincia do absorvedor.

Instalao: Devem ser postos nos cantos das salas, dois mdulos em cada, superpostos (altura total de 2,44m). Um total de oito deles, ento, bastariam para uma sala de tamanho pequeno ou mdio, mesmo com grandes problemas nas baixas frequncias. Para salas maiores, pode ser necessrio dispor mais alguns no teto (no ngulo com a parede do fundo, pelo menos). Os cantos so os pontos onde se concentram a maior parte das ondas sonoras de baixa frequencia, e a que devemos agir para control-las. Os traps podem ser parafusados diretamente na parede ou simplesmente encostados, de preferncia apoiados no cho. Apesar da semelhana, nada tem a ver com aqueles certos bass traps de espuma fabricados no exterior. Esses mdulos em fibra e madeira so bem mais eficientes e baratos. Efeito: O efeito de um bom bass trap fantstico, a sala parece crescer. O som fica muito mais limpo e claro. Serve perfeitamente para salas de gravao, ensaio, auditrios, home theater, etc. Para salas de mixagem e masterizao (tcnica), devido a algumas particularidades destas, seria necessrio um trap mais largo e profundo. Na impossibilidade (seria pouco prtico), devemos usar um maior nmero deles. Dois traps empilhados (ou um grande, fechando do cho ao teto) absorvem excepcionalmente bem entre 80 e 100Hz teoricamente acima de 1 Sabine (100%), devido ao efeito da disperso. Abaixo dessa frequencia, a eficincia tambem alta (at cerca de uma oitava abaixo), mas muito dificil de avaliar. Em traps grandes como esse (do cho ao teto), o efeito da l no fundo da estrutura (pea em "L") menor e pode ser at retirada, sem grandes prejuzos. Melhor ainda, em traps grandes na tcnica, seria ento usar esse l colada na outra (e no no fundo), de forma a aumentar a espessura total do material, que ficaria em 10cm.

Material: Para o painel frontal, use uma placa rgida (resinada) com revestimento em tecido ou vu de vidro, da