UDESC - Prof. Juliano Maia1 Introdução Linguagem C

Embed Size (px)

Text of UDESC - Prof. Juliano Maia1 Introdução Linguagem C

  • Slide 1
  • UDESC - Prof. Juliano Maia1 Introduo Linguagem C
  • Slide 2
  • UDESC - Prof. Juliano Maia2 ndice Seo 1 A linguagem C Seo 2 Esqueleto Bsico Programa em C
  • Slide 3
  • UDESC - Prof. Juliano Maia3 A linguagem C Seo 1 Histria Caractersticas Orientao a Objetos
  • Slide 4
  • UDESC - Prof. Juliano Maia4 Histria Desenvolvido entre 1969 e 1973 pelos americanos Ken Thompson e Dennis Ritchie nos laboratrios Bell da AT&T Em 1989, finalizao do projeto ANSI C (American National Standards Institute) Em 1990, adotado pela ISO (International Organization for Standardization) A partir de 1983, evoluo para a linguagem C++.
  • Slide 5
  • UDESC - Prof. Juliano Maia5 Caractersticas Linguagem de programao de mdio nvel Linguagem de programao estruturada (que preconiza que todos os programas possveis podem ser reduzidos a apenas trs estruturas: sequencia, deciso e iterao) Foco no paradigma de programao procedimental (chamadas a procedimentos; passos computacionais a serem executados) Acesso a memria do computador (ponteiros) Biblioteca de rotinas padronizadas.
  • Slide 6
  • UDESC - Prof. Juliano Maia6 Orientao a Objetos Na programao orientada a objetos, implementa-se um conjunto de classes que definem os objetos presentes no sistema de software. Cada classe determina o comportamento (definidos nos mtodos) e estados possveis (atributos) de seus objetos, assim como o relacionamento com outros objetos.
  • Slide 7
  • UDESC - Prof. Juliano Maia7 Esqueleto Bsico Programa em C Seo 2 Bibliotecas Funo main() Variveis Operadores Funes I/O Cometrios Consideraes Gerais
  • Slide 8
  • UDESC - Prof. Juliano Maia8 Esqueleto Bsico Programa C
  • Slide 9
  • UDESC - Prof. Juliano Maia9 Bibliotecas
  • Slide 10
  • UDESC - Prof. Juliano Maia10 Bibliotecas Sintaxe: #include Onde biblioteca o nome da biblioteca que se deseja incluir. A declarao deve acontecer no incio do programa! Bibliotecas comumente utilizadas: stdio.h funes I/O conio.h funes bsicas interface stdlib.h funes SO ctype.h funes p/ manipulao de caracteres string.h funes p/ manipulao de strings math.h funes matemticas
  • Slide 11
  • UDESC - Prof. Juliano Maia11 Funo main()
  • Slide 12
  • UDESC - Prof. Juliano Maia12 Funo main() Uma funo um bloco de construo ou uma sub-rotina isolada em que ocorrem atividades do programa. A funo main() a funo principal de uma programa. Todos os programas, obrigatoriamente, devem possuir a funo main(); nela que se inicia a execuo do programa.
  • Slide 13
  • UDESC - Prof. Juliano Maia13 Recebendo argumentos Um programa pode receber informaes, ditas argumentos, quando executados. Estes argumentos so enviados funo main(): int main(int argc, char *argv[]) argc contm a quantidade de argumentos e argv a lista de argumentos. Obs.: isto opcional!
  • Slide 14
  • UDESC - Prof. Juliano Maia14 Declarao variveis
  • Slide 15
  • UDESC - Prof. Juliano Maia15 Declarao variveis Sintaxe: ; Exemplo: int numero; Regras para definio de variveis: O nome de uma varivel deve iniciar com uma letra ou com o caracter underline (_). O nome de uma varivel no pode ser uma palavra reservada. Atentar ao fato de que a linguagem C case sensitive. Lembrar de sempre inicializar uma varivel.
  • Slide 16
  • UDESC - Prof. Juliano Maia16 Tipos de Dados Primitivos Modificadores de Tipos de Dados
  • Slide 17
  • UDESC - Prof. Juliano Maia17 Variveis Globais X Locais Globais: definidas fora de todas as funes do programa (antes de main). So vlidas em todo o programa. So alocadas quando o programa iniciado, e removidas somente ao trmino da execuo do programa. Locais: definidas no incio de um bloco de cdigo (funo). So vlidas somente no bloco em que foram definidas. So alocadas somente quando o bloco executado, e removidas assim que o bloco finalizado.
  • Slide 18
  • UDESC - Prof. Juliano Maia18 Operadores
  • Slide 19
  • UDESC - Prof. Juliano Maia19 Operadores Aritmticos + Soma (inteira e ponto flutuante) - Subtrao ou Troca de sinal (inteira e ponto flutuante) * Multiplicao (inteira e ponto flutuante) / Diviso (inteira e ponto flutuante) % Resto de diviso (de inteiros) ++ Incremento (inteiro e ponto flutuante) -- Decremento (inteiro e ponto flutuante)
  • Slide 20
  • UDESC - Prof. Juliano Maia20 Operadores Relacionais > Maior do que >= Maior ou igual a < Menor do que