Click here to load reader

UNIVERSlDADE TUIUTI DO PARANA. ROMILDO · PDF file universldade tuiuti do parana. romildo rodrigues implantes denta.rios dezirconia: biocompatibilldade eestetica curitiba 2012

  • View
    217

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of UNIVERSlDADE TUIUTI DO PARANA. ROMILDO · PDF file...

  • UNIVERSlDADE TUIUTI DO PARANA.

    ROMILDO RODRIGUES

    IMPLANTES DENTA.RIOS DE ZIRCONIA:

    BIOCOMPATIBILlDADE E ESTETICA

    CURITIBA

    2012

  • IMPLANTES DENTARIOS DE ZIRCONIA:

    BIOCOMPATIBILIDADE E ESTETICA

    CURITIBA

    2012

  • ROM1LDO RODRlGUES

    IMPLANTES DENT.ARlOS DE ZIRCONlA:

    BIOCOMPATlBILlDADE E ESTETlCA

    Trabalho de concJusao do Curso de Odontologiada Faculdade de Ciencias Biol6gicas e da Saudeda Universidade Tuiuti do Parana, como requisitoparcial para a obten~ao de grau de CirurgiaoDentista.Orientador: Prof. Me. Hamilton Coser

    CuruTIBA

    2012

  • TERMO DE APROV A

  • RESUMO

    Pesquisas internacionais tern sido feitas com 0 objetivo de novos materiaisbiocompativeis, perante as modernas tecnologias na implantodontia. 0 material maisutilizado atualmente para a fabricayao de implantes dentarios e de tiH1nio,por causa dasua excelente biocompatibilidade e propriedades mecanicas. No entanto a cor cinza dotitanio pode ser desvantajoso e dao origem a problemas esteticos, especialmente se asituayao dos tecidos moles nao e 0 ideal e a cor escura brilha atraves da mucosa fina.Confonne as caracteristicas dos sistemas disponiveis no mercado apresentamos Y-TZP(zirconia tetragonal policristalina estabilizada com itrio) com 0 objetivo ser umaexcelente opyao de implante dentario por causa da sua biocompatibilidade,propriedades fisicas, quimicas, mecanicas e ainda com sucesso na osseointegrayao.Sua utilizayao na area cientifica e tecnol6gica e menos suscetivel de causar uma reayaobiol6gica na utilizayao dos implantes odontol6gicos e a cor marfim semelhante a corde urn dente natural, a toma util esteticamente e alem disso pode transmitir a luz, umacaracteristica da estetica restauradora.

    Palavras-chave: Implantes dentarios de zirconia; Zr02 (di6xido de zirconio); Cerarnicade zirconia; Implantes Zr02.

  • ABSTRACT

    International research has been done with the goal of new biocompatible materials,before the modem technologies in implantology. The material most currently used forthe manufacture of dental implants is titanium because of its excellent biocompatibilityand mechanical properties. However, the gray color of the titanium can bedisadvantageous and yield aesthetic problems, especially if the status of the soft tissueis not ideal and the dark color shines through the thin mucosa. As the characteristics ofsystems available on the market present Y-TZP (tetragonal zirconia polycrystallineyttria stabilized) in order to be an excellent choice of dental implant because of itsbiocompatibility, physical properties, chemical, mechanical, and with success inosseointegration. Its use in science and technology is less likely to cause a biologicalreaction in the use of dental implants and ivory like a natural tooth color, aestheticallyand makes it useful also can transmit light, a characteristic of aesthetic restorative.

    Keywords: Dental implants zirconia, Zr02 (zirconium dioxide), Ceramic Zirconia,Zr02 implants.

  • LlSTA DE ABREVIATURA E SiMBOLOS

    ABREVIATURAS

    3Y-TZPAFMAL203BIC8MPI8MPCADCAMCaOCaZr03C02CP-TiCTHAHFHIPISOMEVMgOMgPSZMOMFAPSZSEMSi3N4TVPTZPY203Y-PSZZPE-YZr02ZrSi04ZTA

    - estabilizada com ftrio 3% mol- microscopia de fon;:a atomica- oxido de alumfnio, alumina amorfobone connecting interfaceprotefna morfogenetica tipo IBone Molphogenetic Protein

    - computer aided designcomputer aided manufacturingoxido de calciozirconato de calcio

    - dioxido de carbono, gas carbonico- titanio comercialmente purotomografia computadorizada

    - hidroxiapatita- acido fluoridrico- Processo Isostatico poscompacta

  • SiMBOLOS

    11m - micrometromm - milimetrocm - centimetrom - metrog - gramakg - kilogramaMpa - mega PascalGpa - giga PascalHV - dureza VickersN - newtonKgf - kilograma for.yaC - graus celciusoK - graus KelvinW - wattst---m - fase tetragonal pi fase monoclinicac---t - fase cubica pi fase tetragonalF - simbolo quimico de fluorCl - simbolo quimico do cloroZr - simbolo quimico da zirconiaTi - simbolo quimico de titfmio

  • LISTA DE FIGURAS

    Figura I - Cunhas esculpidas em formato de dentes implantados 12

    Figura 2 - Parafuso helicoidal em a

  • SUMARIO

    1 INTRODU

  • ii

    1 INTRODU(AO

    o corpo humano e constituido por tres componentes basicos: agua, colageno ehidroxiapatita. Este ultimo composto representa a fase mineral dos ossos e dentes, que

    e responsavel por fomecer estabilidade estrutural ao corpo, protegendo 6rgaos vitais

    como pulmoes e cora

  • 12

    elevada resistencia ao desgaste e flexao, boa osseointegrayao e excelente

    biocompatibilidade. As evidencias cintificas validam uma nova opyao na

    implantodontia e principal mente a estetica restauradora, com 0 implante na cor do

    dente, proporcionando a satisfayao dos c1ientes e profissionais envolvidos nesta

    especial idade.

  • 13

    2 REVISAO DA LITERA TURA

    2.1 HISTORlCOS DA IMPLANTODONTIA

    Confonne as pesquisas e a hist6ria os implantes dentarios nao sao recentes. Na

    hist6ria da humanidade, ha referencias em textos da medicina chinesa sobre

    reimplantes dentarios em 3.216 a.c.. A escalada da evoluyao menciona reimplantes

    dentarios citados por Hip6crates (460 - 355 a.C.) e Etruscos (Seculo III a.C.). A era

    dos implantes passou por varios periodos sendo estes 0 periodo antigo, medieval,

    fundamental, pre-moderno e contemporaneo. No periodo antigo ocorrido a.C ate 1000

    d.C., foram feitas as primeiras tentativas nas dinastias egipcias e nas culturas pre-

    colombianas (maias, astecas, incas) e os materiais mais usados eram pedras preciosas,

    conchas e dentes de animais ou dentes esculpidos em marfim. Em urn fragmento de

    mandibula de origem Maia (figura I) foram encontradas tres conchas, esculpidas em

    fonnato de dente, implantadas em substituiyao a tres incisivos inferiores que haviam

    sido perdidos (LINDHE, KARRING, LANG, 2010).

    Figura I. Conchas esculpidas em formato de dentes implantados.

    Civilizar;ao Maia no seculo VIII. (LlNDHE, KARRING, LANG, 2010).

  • 14

    o periodo fundamental de 1800 a 1910 foi 0 efetivo inicio da implantodontia eos materiais usados eram 0 ouro, porcelana, madeira, diferentes metais como platina,

    prata e estanho. 0 periodo pre-modemo (1910-1930) foi marcado pelos precursores da

    implantodontia Payne e Greenfield. Eram utilizados Implantes em forma de urn cesto

    cilindrico em ouro, sendo colocado apos 0 alargamento do diametro do alveolo (osso)

    com auxilio de uma broca, e uma coroa com urn nucleo de porcelana era fixada

    imediatamente na parte intema do implante. (UNDHE, KARRING, LANG, 2010).

    No periodo modemo (1930- 1978) varios estudos foram feitos sobre diferentes

    biomateriais e inovayoes cirurgicas como 0 uso de porcelana, vitalio, titanio. Porem 0

    inicio da implantologia endo-ossea aloplastica se da em 1947 com Fonniggini e seu

    parafuso helicoidal em espiral em ayO inoxidavel ou em tantalo. Em 1960, Scialom foi

    o pioneiro na utilizayao de urn implante em tripe (implante agulhado). Em 1967,

    Linkow iniciou os Implantes laminados, sendo utilizado com frequencia ate os anos

    80. Tanto os implantes agulhados quanto os implantes larninados fracassaram e ate

    hoje algumas pessoas possuem estes implantes Figura 2 (LINDHE, KARRING,

    LANG, 2010).

    Figura 2 - parafuso helicoidal em espiral em a,o inoxidavel, implante em tripe (implante agulhado),

    implantes laminados (LlNDHE, KARRlNG, LANG, 2010).

    Em 1974, Branemark, considerado 0 pai da Implantodontia realizou os

    primeiros trabalhos sobre osseointegrayao atraves de estudos na tibia de coelhos;

    resultado de uma filosofia que evoluiu no decorrer dos anos. lnicio dos anos 80:

    Conceito de osseointegrayao e a utilizayao de urn implante em titanio (implante de

    Branemark) "Conexao direta estrutural e funcional entre tecido osseo vivo ordenado e

  • 15

    a superficie de urn implante submetido it carga funcional". Os implantes atuais tern

    formato cilindrico ou conico, feitos de titanic (L1NDHE, KARRlNG, LANG 2010).

    2.2 ORIGEM DA BIOCERAMICA

    Do ponto de vista quimico, os materiais para implantes dentais podem ser

    classificados como metais, ceramicas, polimeros e compositos. A utilizayao de

    ceramicas como biomateriais remonta a 1894, quando Dreesman relatou 0 uso de

    gesso (CaS04.1 12H20) como urn possivel substituto para ossos. Em 1985, depois de

    extensos testes e aperfeiyoamentos a Food & Drug Administration (FDA) aprovou a

    petiyao da U.S. Biomaterials Corp., de Baltimore, de utilizar 0 Bioglass, como agora e

    chamado, para substituir os ossos do ouvido medio, restaurando a audiyao. Hench

    havia descoberto uma nova c1asse de materiais medicos, tambem conhecidos como

    biomateriais: a biocerarnica. (KRIEGER, S. 2003).

    Desde a sua introduyao ha 40 anos, implantes dentarios tomaram-se uma

    modalidade de tratamento estabelecido que revolucionou 0 conceito de substituiyao de

    dentes desaparecidos. 0 material rnais utilizado atualmente para a fabricayao de

    implantes dentarios e de titanio comercialmente puro, por causa da sua excelente

    biocompatibilidade e propriedades mecanicas. No entanto a cor cinza do titanio pode

    ser desvantajoso e dao origem a problemas esteticos, especial mente se a situayao dos

    tecidos moles nao e 0 ideal e a cor escura brilha atraves da mucosa peri-implantares

    fina (DEPPRlCH, Rita et a!., 2008).

    E de fundamental importancia a obtenyao da osseointegrayao e esta diretamenteligada ao seu formate e a sua adaptayao ao leito receptor. 0 sucesso dos impl