Click here to load reader

Origens do frevo

  • View
    388

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Resumo sobre as origens do frevo em Pernambuco

Text of Origens do frevo

  • 1. Origens do Frevo

2. Origens do frevo Em Pernambuco, entre os anos de 1910 e 1911, ocorreu o aparecimento de um ritmo carnavalesco bastante animado e que famoso at hoje: o frevo. A palavra frevo vem de ferver, uma vez que, o estilo de dana faz parecer que abaixo dos ps das pessoas exista uma superfcie com gua fervendo. Para conter o frervor dos folies, os organizadores passaram a contratar grupos de capoeira que se apresentavam frente dos blocos, com o intuito de controlar os comportamentos violentos que por vezes surgiam. Alm disso, o uso do guarda-chuva ou sombrinha, dependendo da regio na dana tambm tem a mesma origem: os grupos de capoeira usavam tambm esse artefato para controlar a populao. Se observarmos de perto, hoje, os movimentos corporais do frevo, podemos identificar claramente a influncia da capoeira na sua composio, especialmente movimentos baixos, que requerem mximas flexes dos joelhos. Atualmente h, em mdia, 120 passos catalogados para o frevo. Em geral, os passos mais complexos, que incluem habilidades acrobticas, so realizados apenas por passistas dos blocos, a grande massa de folies mantm a sua diverso com passos mais simples e populares. 3. Existem mais de cem passos conhecidos do frevo, sendo os mais famosos: Locomotiva, Dobradia, Fogareiro, Capoeira, Tesoura, Mola, Ferrolho e Parafuso, entre outros. Nos anos 30, o frevo foi dividido em trs ritmos: * Frevo-de-Rua o frevo completamente instrumental, feitoexclusivamente para danar. A msica do Frevo-de-Rua pode ter: notas agudas (frevo-coqueiro), predominncia de pistes e trombones (frevo-abafo) e introduo de semicolcheias (frevo-ventania). * Frevo-de-Bloco Originada das serenatas realizadas paralelamente ao carnaval, no incio do sculo. A orquestra de Pau e Corda composta de banjos, violes, cavaquinhos e recentemente vem sendo utilizado tambm o clarinete. * Frevo-Cano Frevo mais lento, com algumas semelhanas em relao marchinha carioca. composto por uma introduo e uma parte cantada, terminando ou comeando com um refro. O carnaval de Olinda o carnaval do frevo, que pode ser considerado o carnaval mais popular do pas, embora no seja o maior. Isso porque no carnaval do frevo no existem escolas de samba, sambas-enredo ou trios eltricos, ou seja, o carnaval realizado pelo povo, pelas famlias que saem nas ruas para a folia. 4. Alguns blocos so to importantes que ajudam a perpetuar o frevo como patrimnio cultural do Recife, como o caso do j citado Galo da Madrugada, do Recife, e o Clube de Vassourinhas, de Olinda. Por isso, vale a pena comentar um pouco sobre eles. O Galo da Madrugada surgiu em 1978 com o nico propsito de resgatar o frevo de rua. Sai todos os anos no sbado de carnaval e, em 1984, entrou para o Guiness como o maior bloco de rua do mundo. Seu hino sempre cantado com muita alegria pela cidade do Recife durante o carnaval, composto por Jos Mrio Chaves, j foi at gravado pelo cantor Alceu Valena: Ei pessoal, vem moada Carnaval comea no Galo da Madrugada (BIS) A manh j vem surgindo, O sol clareia a cidade com seus raios de cristal E o Galo da madrugada, j est na rua, saldando o Carnaval Ei pessoal... As donzelas esto dormindo As cores recebendo o orvalho matinal E o Galo da Madrugada J est na rua, saldando o Carnaval Ei pessoal... O Galo tambm de briga, as esporas afiadas E a crista coral E o Galo da Madrugada, j est na rua Saldando o Carnaval Ei pessoal...