Equipamentos eletricos

  • View
    404

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Equipamentos eletricos

Transcript

  • 1. Equipamentoseltricos eeletrnicosTCNICO EMMEIO AMBIENTE E MANUTENODE INFRA-ESTRUTURA ESCOLAR14 pro uncionrio - Curso Tcnico de Formao para os Funcionrios da Educao / Tecnico em meio ambiente e manuteno de infra-estrutura escolar: Equipamentos eltricos e eletrnicospro uncionrioCurso Tcnico de Formao paraos Funcionrios da Educao14Foto: Escola estadual Paulo Kobayashi cedida pelo FDE

2. Braslia 2009 3. Governo FederalMinistrio da EducaoSecretaria de Educao BsicaDiretoria de Polticas de Formao, Materiais Didticos e de Tecnologias para a Educao BsicaUniversidade de Braslia(UnB) 4. Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)F475e Figueiredo, Chnia Rocha.Equipamentos eltricos e eletrnicos. / Chnia Ro-chaFigueiredo. Braslia : Universidade de Braslia,2009.102 p.ISBN: 978-85-230-0971-71. Consumo de gua. 2. Consumo de energia eltrica.I. Ttulo. II. Profuncionrio Curso Tcnico de Forma-opara os Funcionrios da Educao.CDD 659 5. ApresentaoVoc, funcionrio de escola pblica, com este mdulo,dar continuidade ao Profuncionrio, curso profissionalde nvel mdio a distncia que vai habilit-lo a exercer, comotcnico, uma das profisses no docentes da educao escolarbsica.A eficincia da escola em que voc trabalha dada por todo um con-juntode solues que tem por objetivo otimizar o uso do espao, tornan-doeste local um ambiente agradvel, limpo, em perfeito funcionamento.Afinal, voc, seus colegas educadores e os estudantes passam boa parte dodia na escola. Medidas que tenham como objetivo reduzir, ao mximo, o cus-tooperacional da escola, incluindo o consumo energtico de gua e luz e a cor-retamanuteno e conservao dos equipamentos so de grande importncia.E voc poder colaborar com isso!ObjetivoEste mdulo tem como um dos objetivos ampliar seus conhecimentos sobre ofornecimento da energia eltrica, desde sua gerao at o destino final. Iremosabordar a importncia da boa iluminao dos ambientes e conhecer os diversostipos de lmpadas, bem como os demais equipamentos e acessrios eltricos quecontribuem para que a energia eltrica chegue at a escola, nas tomadas e/ou naslmpadas. Este mdulo tambm tem como objetivo entender um projeto eltrico,desde sua concepo, oferecendo conhecimentos que permitam que voc faa ocorreto uso e manuteno da sua escola.EmentaEletricidade como fonte de energia. Fundamentos tericos e aplicaes na escola.Iluminao de ambientes externos e internos ao prdio escolar. Equipamentos egasto de energia: estrutura e funcionamento. Ventilao e condicionamento artifi-ciaisdo ar. Instalaes eltricas. Manuteno e reparo de instalaes e equipamen-tos.Aparelhos eletrnicos: manuseio, manuteno e reparos. Progresso cientficoe impacto ambiental da produo de energia. 6. Sumrio 7. UNIDADE 1 Eletricidade como fonte de energia 09UNIDADE 2 Das teorias da fsica s aplicaes nocotidiano da escola 17UNIDADE 3 Iluminao dos ambientes 27UNIDADE 4 Equipamentos e gastos de energia 43UNIDADE 5 Funcionamento das instalaeseltricas 59UNIDADE 6 Princpios e desenvolvimento daeletrnica 77UNIDADE 7 Conservao, uso e manuteno dasinstalaes e dos aparelhos eltricos 89REFERNCIAS 102 8. 10UNIDADE 1 Eletricidade como fonte de energia1.1 IntroduoA energia, nas suas diversas formas, indispensvel sobre-vivnciada espcie humana. A energia dos braos para segu-rare levantar coisas; a energia das pernas para se locomover.Mais do que sobreviver, o homem procurou sempre evoluir,descobrindo fontes e maneiras alternativas de se adaptar aoambiente em que vive e de atender s suas necessidades.Dessa forma, a exausto, a escassez ou a inconvenincia deum recurso tendem a ser compensadas pelo surgimento deoutro. Um dia inventou a alavanca para deslocar uma pedra,outro dia a roldana e a corda para puxar gua de um poo.Como suprimento energtico, a eletricidade tornou-se umadas formas mais versteis e convenientes de energia, passan-doa ser um recurso indispensvel e estratgico para o desen-volvimentosocioeconmico de muitos pases e regies.Atualmente, enorme e crescente a influncia que a energiaeltrica exerce em todos os setores da atividade humana. So-mos,a cada dia, mais dependentes desta energia, no lar, naescola, no trabalho, nos locais de lazer, de compras, enfim, emtoda parte.Os avanos tecnolgicos na gerao, na transmisso e no usofinal de energia eltrica permitem que ela chegue aos maisdiversos lugares do planeta, transformando regies desocu-padasou pouco desenvolvidas em plos industriais e grandescentros urbanos.Apesar de os avanos tecnolgicos e benefcios proporcio-nadospela energia eltrica, cerca de um tero da populaomundial ainda no tem acesso a esse recurso; dos dois terosrestantes, uma parcela considervel atendida de forma mui-toprecria.No Brasil, a situao menos crtica, mas ainda muito preo-cupante.Apesar da grande extenso territorial do pas e daabundncia de recursos energticos, h uma grande diversi-daderegional e uma forte concentrao de pessoas e ativi-dadeseconmicas em regies com problemas de suprimen-toenergtico. Como revelado no ltimo censo demogrfico,mais de 80% da populao brasileira vive na zona urbana.A grande maioria desse contingente est na periferia dos gran-descentros urbanos, onde as condies de infra-estrutura sodeficitrias. Os que vivem em zonas rurais afastadas estiveramprivados de redes de distribuio de eletricidade e tinham deCenso demogrfico oconjunto de dados estatsticossobre a populao de umpas. No Brasil, os censosdemogrficos so realizadode 10 em 10 anos e o InstitutoBrasileiro de Geografia e eEstatstica (IBGE) , por lei,o rgo responsvel pela suarealizao. 9. I M P O R T A N T E11UNIDADE 1 Eletricidade como fonte de energiadispor de geradores prprios, de custo s vezes inacessvel.Recentemente, o Programa Luz para Todos fez chegar energiaeltrica a mais de trs milhes de residncias do campo.No entanto, grande parte dos recursos energticos do passe localiza em regies pouco desenvolvidas, distantes dosgrandes centros consumidores e sujeitos a restries am-bientais.Promover o desenvolvimento econmicosocialdessas regies, preservar a sua diversidade biolgica e ga-rantiro suprimento energtico das regies mais desenvolvi-dasso alguns dos desafios da sociedade brasileira.Informe-se sobre os problemas atuais de supri-mentode energia eltrica no Brasil. Voc se lembrado apago de 2001? O que se fez para super-lo naponta do consumo e na de produo de energia? Entre-vistealgum engenheiro de sua cidade e pergunte o queele acha sobre a construo de usinas atmicas e hi-dreltricasno Brasil. Registre em seu memorial.1.2 Gerao, transmisso e distribuio deenergia eltricaVoc sabe como gerada a energia eltrica?No Brasil, o consumo de eletricidade, que era de cerca de 213GWh (giga watts hora) em 1991, chegou a quase 306 GWh em2000, observando-se uma reduo no ano seguinte para 282GWh, em funo de prticas de racionalizao de consumodurante e depois da ocorrncia do racionamento de energiaocorrido em 2001, conhecido como perodo do apago.Em termos setoriais, dados de 2003 mostram que o setor in-dustrial responsvel por 41,1% do consumo nacional, e osetor residencial o segundo maior consumidor de energiaeltrica no pas.1 GWh= 109 Wh, ou seja, 1bilho de Watts x hora.Mais frente voc aprendersobre esta unidade deptncia (Watt). 10. 12UNIDADE 1 Eletricidade como fonte de energia1.2.1 Gerao de energia eltricaA energia eltrica pode ser gerada industrialmentepelo uso da energia potencial da gua, denominada ge-raohidroeltrica, ou utilizando a energia potencial doscombustveis, denominada gerao termoeltrica.O sistema de gerao de energia eltrica do Brasil basica-mentehidrotrmico que consiste na gerao de energia apartir do movimento da gua e/ou de gerao de calor comforte predominncia de usinas hidreltricas. Isto ocorre por-queo nosso pas possui um rico potencial hidrulico, ou seja,gua em abundncia. Podemos citar como usinas hidreltri-casbrasileiras as usinas de Itaipu (foto), Ilha Solteira, PauloAfonso, Jupi e Furnas.Usina hidreltrica de ItaipuFonte: Disponvel em: O uso da energia hidrulica foi uma das primeiras formas desubstituio do trabalho animal pelo mecnico, particularmen-tepara bombeamento de gua e moagem de gros. Tinha aseu favor, para tanto, as seguintes caractersticas: disponibili-dadede recursos, facilidade de aproveitamento e, principal-mente,seu carter renovvel.A energia hidrulica resulta da irradiao solar e da energiapotencial gravitacional, que provocam a evaporao, a con-densaoe precipitao da gua sobre a superfcie terrestre.Ao contrrio das demais fontes renovveis, a energia hidru-licarepresenta uma parcela significativa da matriz energticaSaiba mais sobre energiahidrulica no site: http://www.abcdaenergia.com/enervivas/cap06.htm.Matriz energticaConjunto de fontes deenergia disponveis parauso. 11. I M P O R T A N T E13UNIDADE 1 Eletricidade como fonte de energiamundial e possui tecnologias de aproveitamento devidamen-teconsolidadas. Atualmente, a principal fonte geradora deenergia eltrica para diversos pases e responde por cerca de17% de toda a eletricidade gerada no mundo.A contribuio da energia hidrulica na matriz energtica na-cional,segundo o Balano Energtico Nacional (2003), daordem de 14%, participando com quase 83% de toda a ener-giaeltrica gerada no pas. Apesar da tendncia de aumentode outras fontes de energia como elica, solar, bem como osbicombustveis, por causa das restries socioeconmicas eambientais de projetos hidreltricos e dos avanos tecnol-gicosno aproveitamento de fontes no convencionais, tudoindica que a energia hidrulica continuar sendo, por muitosanos, a principal fonte geradora de energia eltrica do Brasil.Embora os maiores potenciais remanescentes estejamlocalizados em regies com fortes restries ambientaise distantes dos principais centros consumidores,estima-se que, nos prximos anos, pelo menos 50% danecessidade de expanso da capacidade de gerao sejade origem hdrica.As termeltricas nacionais utilizam diversos combustveis. Es-sespodem ser fsseis, como o petrleo e o carvo mineral;no fsseis, como a madeira e o bagao de can