Click here to load reader

A Declaração Dignitatis Humanae: A visão católica da ... · PDF fileda Liberdade Religiosa no II Concílio do Vaticano ... embora restrita ao Magistério da Igreja Católica sobre

  • View
    232

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of A Declaração Dignitatis Humanae: A visão católica da ... · PDF...

  • Comisso da liberdade Religiosa

    Comisso da Liberdade Religiosa

    Rui Pedro Rodrigues Vasconcelos A Declarao Dignitatis Humanae:

    A viso catlica da Liberdade Religiosa no II Conclio do Vaticano

    *

    MENO HONROSA Jorge Teixeira da Cunha

    Como distinguir o uso e abuso da

    Liberdade Religiosa

    Lisboa, 2014

  • 2

    Comisso da liberdade Religiosa

    Ficha Tcnica

    Ttulo: Prmio Liberdade Religiosa 2012

    Autores: Comisso da Liberdade Religiosa / Rui Pedro Rodrigues Vasconcelos / Jorge Teixeira da Cunha

    Composio grfica e edio:

    Comisso da Liberdade Religiosa / Secretaria-Geral do Ministrio da Justia

    Tiragem: 150 exemplares

    2014

  • 3

    NDICE

    Prmio Liberdade Religiosa 2012 Nota do Jri ..5A Declarao Dignitatis Humanae : A viso catlica da Liberdade Religiosa no II Conclio do Vaticano .7

    RESUMO .....9

    ABSTRACT.....9

    INTRODUO ....11

    1. PronunciamentosdoMagistrioCatlico,deGregrioXVIaJooXXIII...13

    1.1Iluminismo,LiberalismoeModernismo......13

    1.2GregrioXVI.......16

    1.3PioIX....17

    1.4LeoXIII.....19

    1.5PioXII...22

    1.6JooXXIII.....24

    2. RedacodaDignitatisHumanae....29

    2.1Asprimeirasdiscusses:SegundaSesso,Novembro1963.....29

    2.2TerceiraSesso:SetembroDezembro1964.....33

    2.3Evoluonoperodointersesses(Dezembro1964 Setembro1965)......44

    2.4QuartaSesso(SetembroDezembro1965).....46

  • 4

    3. ADeclaraoDignitatisHumanae....51

    4. AInterpretaodeJohnCourtneyMurray......67

    5. OContributodeD.AntnioFerreiraGomes.......71

    5.1.PreparaodoConclio.......71

    5.2.IntervenesnaAulaConciliar.........75

    5.3.CartaaoCardealBea.......79

    5.4.ReflexespessoaisdoBispoExilado......81

    CONCLUSO.....84

    BIBLIOGRAFIA........89

    MENOHONROSA:COMODISTINGUIROUSOEOABUSODALIBERDADERELIGIOSA.......91

    RESUMO.......93

    RSUME....93

    INTRODUO ........94

    1. Osdireitosdaconscinciamoral.....99

    2. Atolernciaeaafirmaodosujeito....104

    3. AtolerncianombitodoEstado....106

    4. Oreconhecimentorecproconaculturapluralista.116

    5. Tolernciaeliberdadereligiosaemcontextoteolgico...122

    CONCLUSO...127

    BIBLIOGRAFIA...130

  • 5

    Prmio Liberdade Religiosa 2012 Nota do Jri

    O jri, reunido no dia dez de abril de 2013, apreciou os trabalhos inditos que concorreram Terceira Edio do Prmio Liberdade Religiosa. A Comisso da Liberdade Religiosa, com o valioso e renovado apoio da Fundao Calouste Gulbenkian promoveu com esta terceira edio do Prmio Liberdade Religiosa o estudo do exerccio da liberdade religiosa em Portugal. Apreciados os trabalhos que lhe foram submetidos foi o prmio de 2012 atribudo dissertao A Declarao Dignitatis Humanae: A viso catlica da Liberdade Religiosa no II Conclio do Vaticano da autoria de Rui Pedro Rodrigues Vasconcelos por se tratar de uma interessante obra de divulgao, cuidada e bem articulada, que, embora restrita ao Magistrio da Igreja Catlica sobre a liberdade religiosa, e no tanto esfera civil, contempla um importante contributo para compreender as alteraes posteriores ao Conclio do Vaticano II (1962-1965) no relacionamento dos catlicos com os Estados respetivos, na proteo concordatria liberdade religiosa e reflexamente no desenvolvimento pluralista do direito eclesistico portugus. Considerando a relevncia do tema e a qualidade do texto como reflexo filosfica, O jri decidiu ainda fazer meno honrosa ao trabalho: Como distinguir o uso e abuso da Liberdade Religiosa da autoria de Jorge Teixeira da Cunha.

  • 6

    Jri do Prmio Liberdade Religiosa 2012:

    Comisso da Liberdade Religiosa Andr Folque /

    Esther Mucznik / Saturino Gomes.

    Fundao Calouste Gulbenkian Manuel Carmelo Rosa /

    Rui Vieira Nery

    ReuniespresididaspeloPresidente,emexerccio,daCLRSoaresLoja

  • 7

    ADECLARAODIGNITATISHUMANAE:AVISOCATLICADALIBERDADERELIGIOSANOIICONCLIODOVATICANO1

    Rui Pedro Rodrigues de Vasconcelos

    1 Trabalho de investigao submetido ao prmio Liberdade Religiosa - 2012, organizado pela Comisso de Liberdade Religiosa do Ministrio da Justia com o apoio da Fundao Gulbenkian.

  • 8

  • 9

    RESUMO

    O presente trabalho tem por objectivo analisar a doutrina catlica sobre a Liberdade Religiosa luz da Declarao Dignitatis Humanae, do Conclio do Vaticano II. Trata-se de uma investigao histrica e teolgica sobre a evoluo desta doutrina desde os sucessivos pronunciamentos do magistrio catlico nos sculos XIX e XX at aos debates conciliares que conduziram elaborao da Declarao. A doutrina catlica sobre as relaes da Igreja com os Estados e as comunidades religiosas receber, no Vaticano II, uma importante actualizao luz da antropologia contempornea e da viso crist dos direitos e deveres do Homem. Terminaremos com um breve estudo sobre o contributo dado elaborao da Declarao pelo bispo do Porto D. Antnio Ferreira Gomes que, da sua particular experincia no relacionamento com o regime civil, se encontrar na linha proposta pela Declarao desde o incio dos trabalhos conciliares.

    ABSTRACT The goal of this work is to analyze the catholic doctrine about Religious Freedom based on the Dignitatis Humanae Declaration from the II Vatican Council. This work is an historical and theological investigation of the evolution of this doctrine since the successive declarations of the catholic magisterium in the XIX and XX centuries up to the conciliar

  • 10

    debates that originated the Declaration. The catholic doctrine concerning the Church relation with the State and the religious communities will receive, in the Vatican II, an important update under the light of modern anthropology and the Christian perspective of the Rights and Duties of Man. We will conclude with a brief study of the contribute given by the Porto bishop D. Antnio Ferreira Gomes who, from his experience in the relationship with the political system, will be along the lines proposed by the Declaration since the beginning of the conciliar works.

  • 11

    INTRODUO

    A 8 de Dezembro de 1965, na sesso conclusiva do II Conclio do Vaticano, promulgada pelo Papa Paulo VI a Declarao Dignitatis Humanae sobre a Liberdade Religiosa. Conclui-se assim um processo iniciado 4 anos antes, quando o Secretariado para a Unidade dos Cristos, criado por Joo XXIII, elaborara um esquema de trabalho sobre o Ecumenismo com um captulo relativo Liberdade Religiosa. D-se um passo significativo na forma como a Igreja Catlica aborda as relaes com o Estado e com as diversas religies, de uma forma que poucos poderiam imaginar aquando da abertura do Conclio, como foi alis comum a outros passos renovadores dados no Conclio.

    O presente trabalho tem por objectivo analisar a doutrina catlica sobre a Liberdade Religiosa luz da Declarao Dignitatis Humanae. Trata-se essencialmente de uma investigao histrica e teolgica. Comearemos por analisar os pronunciamentos magisteriais relativos a este tema entre os sculos XIX e XX, para podermos perceber melhor a mudana significativa que foi operada pelo Conclio. Faremos um breve percurso pelas fases de elaborao e discusso do documento, apresentando as diversas posies presentes nos debates conciliares e as mudanas operadas na Declarao ao longo dos anos do Conclio. Finalmente, analisaremos os diversos artigos da Declarao, e faremos uma breve excurso pela anlise que um dos seus principais autores, o jesuta John Courtney Murray, faz da questo da Liberdade Religiosa.

    Na parte final do trabalho, surgir uma personagem que, ao longo da investigao, se foi revelando como um importante contribuidor desta temtica: o bispo do Porto D. Antnio Ferreira Gomes que, numa situao de exlio forado, participar no Conclio e ter uma importante interveno no

  • 12

    decurso das sesses dedicadas questo da Liberdade Religiosa. Faremos uma anlise dos testemunhos que nos foram deixados pelo Bispo do Porto relativamente sua participao no Conclio, e veremos como, desde a sua fase preparatria, D. Antnio se encontrar numa linha de pensamento completamente sintonizada com o esprito final da Declarao.

    Espera-se que, atravs deste estudo histrico e teolgico, seja possvel ter em conta a importante renovao doutrinal que se verificou no Conclio do Vaticano II relativamente abordagem por parte da Igreja Catlica do tema da Liberdade Religiosa. Conhecer um documento conciliar implica conhecer tambm as fases que o originaram e o ponto do qual se partiu para a reflexo.2

    2 Para os documentos conciliares ser utilizada ao longo do trabalho a verso publicada pela ed. Grfica de Coimbra, Conclio Ecumnico Vaticano II: Documentos Conciliares, Coimbra 2002. Para os restantes documentos do magistrio catlico so utilizadas as verses oficiais disponveis no site da Santa S, www.vatican.va. De referir, por fim, que o presente trabalho escrito segundo o anterior Acordo Ortogrfico.

  • 13

    1. Pronunciamentos do Magistrio Catlico, de Gregrio XVI a Joo XXIII

    Pela primeira vez abordado num Conclio Ecumnico, a problemtica da Liberdade Religiosa, que abarca temas como a liberdade e a Igreja, a liberdade e a conscincia, a Igreja e o Estado3, foi um tema presente no magistrio de praticamente todos os Papas dos sculos XIX e XX. A maneira como o magistrio catlico abordou o tema deveu-se sobretudo aos desafios lanados pelas ideias e prticas originadas na Revoluo Francesa, no Iluminismo, Liberalismo e Modernismo, que iniciaram uma nova fase na compreenso do Homem e na sua liberdade diante da Igreja e do Estado. Antes de abordarmos o posicionamento dos diversos Papas, convm fazer uma aproximao a estes conceitos.

    1.1 .Iluminismo,LiberalismoeModernismo

    Por Iluminismo entende-se aquele movimento espiritual