Ata da Reunião Ordinária Pública da Câmara Municipal do ... ?· Ata da Reunião Ordinária Pública…

Embed Size (px)

Text of Ata da Reunião Ordinária Pública da Câmara Municipal do ... ?· Ata da Reunião Ordinária...

1

Ata da Reunio Ordinria Pblica da

Cmara Municipal do Concelho de

Figueira Castelo Rodrigo, realizada no

dia seis de setembro de dois mil e treze.

------ Aos seis dias do ms de setembro do ano de dois mil e treze, pelas quinze horas e quinze

minutos, neste edifcio dos Paos do Municpio, comigo, Luclia de Jesus Patrcio Velho,

Assistente Tcnica desta Cmara Municipal, compareceram os Srs. Antnio Edmundo Freire

Ribeiro, Presidente da Cmara, Sandra Monique Beato Pereira, Vice-Presidente da Cmara,

Carlos Manuel Martins Condesso, Maria Joo Almeida Andr e Jos Manuel Maia Lopes

Vereadores Efetivos, para a realizao de uma reunio ordinria pblica. ----------------------

------------------------------------- Antes da Ordem do Dia ------------------------------------------

------ O Sr. Presidente da Cmara iniciou a reunio, informando que a III edio da Figueira

Promove havia decorrido com assinalvel sucesso, traduzido numa grande adeso dos habitantes

do concelho e dos Figueirenses da dispora, tendo tambm possibilitado aos diversos produtores

do concelho a promoo e venda dos seus produtos de excelncia. ------------------------------

------ Mais informou que a 23 de Agosto havia terminado o prazo de admisso de candidaturas

para o concurso ao QREN, visando a criao de Incubadoras de Empresas em Zonas Industriais,

tendo o Municpio concorrido ao mesmo. ------------------------------------------------------------

------ Comunicou ainda que havia findado o prazo do Convite Pblico exarado do Mais Centro

com o intuito de financiar candidaturas atravs do RE SAL, integradas no Eixo Prioritrio 2

Valorizao do Espao Regional e dirigido ULS da Guarda, visando a ansiada construo do

Centro de Sade de Figueira de Castelo Rodrigo. Finalmente, aps anos e anos de trabalho,

insistncia permanente do Municpio, existe terreno cedido pelo Municpio, projeto aprovado e

agora, o financiamento necessrio ao arranque desta vital obra para os Figueirenses, para que

exista, finalmente, uma efetiva concretizao neste concelho do Servio Nacional de Sade,

proporcionando aos Figueirenses servios de sade de qualidade, eficazes e eficientes. ------

------ Comunicou ainda que teve o grato prazer de estar presente na inaugurao do Centro

Cultural de Escarigo, edifcio emblemtico que albergava os peregrinos que demandavam os

caminhos de Santiago de Compostela. A recuperao e reclassificao agora efetuada,

2

conseguida com o empenho da Junta de Freguesia e o apoio do Municpio, alavancada com

fundos comunitrios, permitiu devolver um edifcio que ameaava ruina para novas valncias,

colocando-o ao servio da comunidade. --------------------------------------------------------------

------- Seguidamente, o Sr. Presidente informou que no prximo fim-de-semana, nos dias 7 e 8,

ter lugar mais uma Festa da Transumncia, que ter como epicentro a Aldeia Histrica de

Castelo Rodrigo. Esta festa ligada ao mundo agrcola, tem como objetivo fulcral a divulgao

dos nossos produtos agropecurios e simultaneamente preservar a atividade ancestral que a

transumncia, contribuindo ainda para a divulgao e valorizao do nosso patrimnio e das

mais-valias tursticas do concelho. --------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------- Ordem do Dia ---------------------------------------------

------------------------------------------ Assuntos Diversos ------------------------------------------

------- Cabimentao Oramental. -------------------------------------------------------------------

------- Pelo Sr. Presidente foi presente Cmara a Informao Interna N. 45 / AA / 2013,

referente Cabimentao Oramental da Proposta n. 16 VCM, apresentada nesta reunio, em

que a mesma se encontra cabimentada na rubrica apresentada em anexo ata. ----------------

------- A Cmara tomou conhecimento da presente informao. ----------------------------------

------- 12. Alterao ao Oramento e 10. Alterao s Grandes Opes do Plano (P.P.I.

Plano Plurianual de Investimentos e A.M.R. Actividades Mais Relevantes).----------

------- Pelo Sr. Presidente foi presente Cmara a Informao n. 32 / AA / 2013, referente,

12. Alterao ao Oramento e 10. Alterao s Grandes Opes do Plano (P.P.I. Plano

Plurianual de Investimentos e A.M.R. Actividades Mais Relevantes), de acordo com as

normas 8.3.1. do P.O.C.A.L. Plano Oficial de Contabilidade Autrquica Locais, para o

presente ano de 2013. -----------------------------------------------------------------------------------

------- A Cmara, depois de analisar a presente alterao, deliberou a sua aprovao por

unanimidade de votos. ---------------------------------------------------------------------------------

------- 12. Alterao ao P.P.I. Plano Plurianual de Investimentos e 14. Alterao ao

Oramento. ---------------------------------------------------------------------------------------------

------- Pelo Sr. Presidente foi presente Cmara a Informao n. 41 / AA / 2013, referente,

12. Alterao ao P.P.I. - Plano Plurianual de Investimentos e 14. Alterao ao Oramento, de

acordo com as normas 8.3.1. do P.O.C.A.L. Plano Oficial de Contabilidade Autrquica Locais,

para o presente ano de 2013. ---------------------------------------------------------------------------

3

------ A Cmara, depois de analisar a presente alterao, deliberou a sua aprovao por

unanimidade de votos. ----------------------------------------------------------------------------------

------ 15. Alterao ao Oramento. --------------------------------------------------------------

------ Pelo Sr. Presidente foi presente Cmara a Informao n. 44 / AA / 2013, referente,

15. Alterao ao Oramento, de acordo com as normas 8.3.1. do P.O.C.A.L. Plano Oficial de

Contabilidade Autrquica Locais, para o presente ano de 2013. ----------------------------------

------ A Cmara, depois de analisar a presente alterao, deliberou a sua aprovao por

unanimidade de votos. ----------------------------------------------------------------------------------

------ Autorizao Festa da Transumncia 2013. ----------------------------------------------

------ Pelo Sr. Presidente foi presente Cmara a Proposta n. 16 VCM / 2013, referente

Autorizao Festa da Transumncia 2013, que a seguir se transcreve: ------------------------

------ Inserido no mbito da Estratgia de Eficincia Coletiva do PROVERE das Aldeias

Histricas de Portugal, a Cmara Municipal vai organizar, nos dias 7 e 8 de Setembro, uma

Festa da Transumncia. ----------------------------------------------------------------------------------

------ Considerando que a Festa da Transumncia tem por objetivo valorizar e homenagear a

transumncia e o sector da pecuria, um dos mais importantes da comunidade rural da regio,

------ Considerando que este evento pretende assinalar a importncia da criao de gado na

economia local, com destaque para a existncia de produtos de grande qualidade como so o

borrego regional, o queijo e o fumeiro; ---------------------------------------------------------------

------ Considerando que este evento vem contribuir para a divulgao, sensibilizao e

valorizao do nosso patrimnio concelhio, sendo a transumncia uma temtica ancestral do

concelho; ------------------------------------------------------------------------------------------------

------ Considerando que as dinmicas resultantes desta atividade originar mais-valias para todo o

concelho, nomeadamente potenciando a imagem turstica de Figueira de Castelo Rodrigo; -

------ Considerando que esta Festa da Transumncia se encontra aprovada e enquadrada no

plano de animao do PROVERE das Aldeias Histricas e Valorizao do Patrimnio Judaico,

com a comparticipao de 85% do total elegvel; ---------------------------------------------------

------ Proponho que seja autorizado o Sr. Presidente da Cmara a desenvolver os necessrios

procedimentos e arealizar as consequentes despesas no mbito das actividades relacionadas com

a Festa da Transumncia e de outros, para a realizao dos mesmos fins, at ao valor de

7.000,00 (sete mil euros). ------------------------------------------------------------------------------

4

------- A Cmara, depois de analisar a presente proposta, deliberou a sua aprovao por

unanimidade de votos. ---------------------------------------------------------------------------------

------- Contrato de Comodato Escola Primria da Freixeda do Torro. ------------------

------- Pelo Sr. Presidente foi presente Cmara a Proposta n. 16 VPCM / 2013, referente ao

Contrato de Comodato Escola Primria da Freixeda do Torro, que a seguir se transcreve:

------- Considerando o pedido formulado pela Freguesia de Freixeda do Torro relativa

possibilidade de cedncia da desocupada Escola Primria da Freixeda do Torro, para a

converso daquele espao em Museu Rural e Etnogrfico. ---------------------------------------

------- Considerando que o objeto principal da converso perpetuar a utilidade daquele edifcio

singular e toda a atividade agrcola que outrora fez com que a Aldeia da Freixeda do Tor