Haroldo Ribeiro Haroldo Ribeiro Capacitação de Multiplicadores

  • View
    107

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • Slide 1
  • Haroldo Ribeiro Haroldo Ribeiro Capacitao de Multiplicadores
  • Slide 2
  • O Papel dos Facilitadores Apoiar a equipe na prtica do 5S Acompanhar as auditorias de sua rea Discutir os resultados da auditoria com a equipe Divulgar permanentemente as informaes relativas ao 5S da empresa Realizar visitas surpresas com foco em 5S Discutir os problemas comportamentais mais freqentes
  • Slide 3
  • SIGNIFICADO DO 5S Utilizao l Utilizao, Seleo, Classificao Ordenao l Ordenao, Arrumao, Organizao Limpeza l Limpeza, Inspeo Sade l Sade, Higiene, Padronizao, Asseio Autodisciplina l Autodisciplina, Autocontrole, Respeito S EIRI S EITON S EISO S EIKETSU S HITSUKE
  • Slide 4
  • Comparao entre Housekeeping e 5S Aplicvel em ambientes onde as pessoas vivem ou trabalham Foco na transformao das pessoas Metodologia construtivista com carter educativo Transformao baseada em crticas e sugestes Transformao em mdio prazo, mas com facilidade para a manuteno Aplicvel em ambientes onde as pessoas transitam Foco na transformao do ambiente Metodologia indutiva com carter de adestramento Transformao baseada em investimentos Transformaes em curto prazo mas com dificuldade para a manuteno Housekeeping5S
  • Slide 5
  • Metodologia de Implantao do 5S Sensibilizao da alta e da mdia gerncias Auditoria Plano de Ao Aes de Melhorias Consolidao dos 3 primeiros S? Estruturao do ComitTreinamentos com nfase nos 3 primeiros S 3S Lanamento do 5S e aes sistemticas de descarte, ordem e limpeza Discusso de Metas Aes sistemticas de sade, padronizao e autodisciplina 5S Treinamentos com nfase no 2 ltimos S Certificao Consolidao do5S?
  • Slide 6
  • Auditorias de 5S Planejamento das auditorias Elaborao do relatrio Melhorias Feed-back para o auditado Elaborao do Plano de ao pelas reas Capacitao de Auditores Auditoria Divulgao de resultados
  • Slide 7
  • SEIRI saber utilizar sem desperdiar. Vamos combater o desperdcio de recurso! Analise cada recurso que voc mantm no ambiente. Retire todas as coisas e documentos das gavetas, armrios e outros compartimentos. Coloque de volta apenas o que voc usa. Mantenha prximo de voc apenas o que voc usa com muita freqncia e na quantidade adequada. O que voc usa de vez em quando, deixe em um local mais afastado e que possa ser usado por outras pessoas. Aquilo que voc no usa mais, descarte-o do ambiente, enviando-o para possveis interessados ou colocando-o no lixo. Verificar se o histrico de consumo justifica a manuteno da quantidade observada no local. Evite excessos. Tenha somente o necessrio e na quantidade necessria. Evite descartar aquilo que ainda pode ser usado. Evite manter no local de trabalho objetos ou documentos pessoais que voc no usa com freqncia. Mantenha as instalaes e os recursos em boas condies de uso, de forma que no gerem riscos ou perdas.
  • Slide 8
  • 1. SEIRI 1.1. Utilizao dos recursos existentes nos locais abertos Todos os recursos existentes nos pisos, mesas e outros locais abertos so compartilhados e usados adequadamente (no h excesso, improvisaes, recursos desnecessrios, recursos inadequados ou usados inadequadamente, falta ou desperdcio). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 9
  • 1. SEIRI 1.2. Utilizao dos recursos existentes nos compartimentos fechados Todos os recursos existentes nos armrios, arquivos, gavetas e outros compartimentos fechados so compartilhados e usados adequadamente (no h excesso, improvisaes, recursos desnecessrios, recursos inadequados ou usados inadequadamente ou falta). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 10
  • 1. SEIRI 1.3. Estado de conservao de instalaes e recursos Todas as instalaes e recursos esto em bom estado de conservao. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 11
  • 1. SEIRI 1.4. Controle dos problemas de conservao H justificativa formal para todos os problemas de conservao e nenhum compromete a segurana e/ou a funcionalidade das instalaes e recursos. Nenhum depende da prpria equipe.
  • Slide 12
  • SEITON saber organizar para facilitar o acesso e a reposio. Vamos combater a baguna e o desperdcio de tempo! Um lugar para cada coisa, cada coisa no seu lugar. Defina o local de guarda de cada recurso mvel, visando a facilidade de acesso, a reposio, a segurana, o conforto e a preservao. Isto inclui objetos pessoais como bolsa, pasta, casaco, palet, sobretudo, guarda-chuva, sapatos, etc. Guarde os recursos de forma que seja fcil a sua localizao visual. Recursos colocados por trs, muito acima ou muito abaixo da linha de viso do usurio na posio de p, obrigando-o a inclinar-se ou subir em um suporte (banco ou escada), dificultam a localizao visual. Evite misturar recursos de caractersticas muito diferentes ou largar os recursos teis diretamente no piso ou sobre armrios. Identifique e sinalize recursos, locais e postos de trabalho para evitar perda de tempo e riscos para voc e para outras pessoas que freqentam o ambiente ou utilizam os recursos.
  • Slide 13
  • 2. SEITON 2.1. Identificaes e Sinalizaes Em todos os locais h identificaes e sinalizaes que facilitam a localizao e evitam perda de tempo e riscos. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 14
  • 2. SEITON 2.2. Definio e adequao de locais para a guarda de recursos H locais definidos e adequados para todos os recursos utilizados (formato, dimenses, tipo de material, etc.). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 15
  • 2. SEITON 2.3. Ordem dos recursos Todos os recursos esto classificados e organizados (no h recursos teis fora dos locais de guarda, mistura, dificuldade de localizao visual e fsica, empilhamento, volume incompatvel com o espao ou risco). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 16
  • 2. SEITON 2.4. Layout A disposio de todos os recursos produtivos e de apoio est adequada, facilita a circulao e o acesso, evitando riscos, desgaste e desperdcio de tempo. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 17
  • SEISO saber usar sem sujar. Vamos combater a sujeira! A melhor pessoa para manter o ambiente limpo voc. A limpeza feita pelo prprio usurio do ambiente contribui para a reduo da sujeira, o combate fonte de sujeira, a identificao e eliminao de locais de difcil acesso, a identificao de problemas de conservao, a identificao de malefcios provocados pela sujeira e a melhoria do ambiente de trabalho. Mesmo quando a limpeza do ambiente feita por pessoal especializado, cabe a voc evitar a gerao de sujeira e indicar os pontos onde a sujeira se esconde. Use adequadamente os locais de uso coletivo. Sempre que sair destes locais, deixe-os limpos e organizados, adequados para serem usados por outros. Analise se as lixeiras e outros coletores de recursos inteis ao ambiente facilitam a manuteno da limpeza e a remoo do material descartado (quantidade, localizao, conservao, higiene, tipo, tamanho, sinalizao, identificao, freqncia de retirada do lixo e prtica da coleta seletiva. D sugestes de melhorias.
  • Slide 18
  • 3. SEISO 3.1. Nvel de limpeza (sujeira provocada por falha das pessoas) No h sujeira provocada pelas pessoas nem por falta de cumprimento da sistemtica de limpeza. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 19
  • 3. SEISO 3.2. Nvel de limpeza (sujeira provocada pelo processo) A fonte de sujeira (mquinas, equipamentos, manuseio de produtos) ou sujeira acumulada ao longo do tempo no gera riscos de acidentes e a extino de sua(s) fonte(s) foi considerada invivel tcnica e financeiramente pelos rgos competentes da empresa. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 20
  • 3. SEISO 3.3. Sistemtica de Limpeza H uma freqncia definida e adequada para a limpeza de todo o tipo de sujeira (gerada por processos, manuseio de produtos, animais, rvores, transportes, etc.). A sistemtica inclui, por escrito, todos os locais de difcil acesso.
  • Slide 21
  • 3. SEISO 3.4. Lixeiras, cinzeiros e outros coletores de recursos descartados Todas as lixeiras, cinzeiros e outros coletores de recursos descartados so adequados (quantidade, localizao, conservao, higiene, tipo e tamanho, freqncia de retirada, identificao, sinalizao, prtica da coleta seletiva, etc.). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as caractersticas do ambiente.
  • Slide 22
  • SEIKETSU saber cuidar da sade fsica e mental. Vamos criar um ambiente de trabalho saudvel! Identifique os recursos de acordo com um padro. Caso ainda no existam alguns deles, d sugestes. Discuta com a equipe as Regras de Convivncia para os comportamentos que incomodam algumas pessoas, at chegar a um consenso. Tenha uma preocupao efetiva e pr-ativa com relao sade e higiene do trabalho. Verifique se existem problemas de ergonomia. Se h desconfiana, solicite um estudo de um especialista. Invista na sua sade fsica e mental. Exemplos: Cuide da higiene pessoal (limpeza das roupas e calados, barba, cabelo, higiene bucal, etc.); Pratique exerccios de relaxamento; Previna e/ou elimine doenas contradas fora do trabalho (obesidad