Revista Ciesp

  • View
    215

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Ciesp

Transcript

  • outubro 2011 | Revista Ciesp/Fiesp

  • Revista Ciesp/Fiesp | outubro 2011

  • outubro 2011 | Revista Ciesp/Fiesp

  • Revista Ciesp/Fiesp | outubro 20114

    suMrio EXPEDIENTE

    IndaiatubaRua Francisco Lanzi Tancler, n 361

    Distrito Industrial - Indaiatuba/SPFone: (19) 3935-8981

    e-mail: ciesp.idt@terra.com.br

    Diretor TitularJos Augusto Rodrigues Gonalves

    Vice-DiretoresMurilo Bertoldo

    Gilberto Neto Marianno

    Gerente RegionalEliana Mattos

    Direo Editorial e ComercialAgncia Cativa Comunicao

    Rua Jornalista Jos Migul Bsio, n 296Casa 1 - Sala 2 - Centro - Rafard/SP

    CEP 13370-000 - Fone: (19) 3496-2771contato@cativacomunicacao.com.br

    www.cativacomunicacao.com.br

    Editor ResponsvelTlio Ricardo Darros dos Santos

    MTB 63932/SP

    RedaoSamuel Peressin

    ColaboraoAdriana Brumer Lourencini

    Projeto Gr coAnderson Venancio

    Tlio Darros

    ImpressoGrafpress Artes Gr cas

    CirculaoEmpresas associadas, rgos pblicos,

    regionais e mailing vip

    CidadesBoituva, Capivari, Cerquilho, Elias Fausto,

    Indaiatuba, Itu, Jumirim, Mombuca, Monte Mor, Porto Feliz, Rafard, Salto, Tiet

    PeriodicidadeTrimestral

    06 oportunidadE Agncia de Fomento Paulista oferece nanciamen-to com prazo de at 10 anos para pequenas e mdias empresas08 dEbatE Aperfeioamento energtico tema de palestras no Ciesp10 balano Anos de progresso em benefcio da indstria13 data Robiel: 25 anos ajudando a transportar o futuro14 nEgcios O Paraguai alm do paraso de compras19 dEbatE Convidada pelo Ciesp, consultora do NJE abre I Jornada Empresarial da ACIC20 Mo dE obra Casa cheia22 dEstaquE Com discurso de continuidade, nova diretoria toma posse24 EconoMia Fiesp lana campanha Energia a Preo Justo

    26 nJE Sem idade para comear

    30 Exportao Indaiatuba 17 em ranking do Ciesp sobre as exportaes em 39 regies do Estado no primeiro semestre de 2011

    27 sEnai Formando pessoas, desenvolvendo o Brasil28 sustEntabilidadE Indaiatuba sede do ciclo de fruns Sesi/Ciesp sobre sustentabilidade

    25 sEsi Trabalhador valorizado, rendimento dobrado

  • outubro 2011 | Revista Ciesp/Fiesp

    EditorialPara escrever este editorial, meu ltimo como diretor titular do Ciesp, recorro a uma frase do escritor norte-americano Robert Collier que diz: Sucesso a soma de pequenos esforos, repetidos o tempo todo.

    De 2004 para c, quando assumimos a diretoria da Regional de Indaia-tuba, vivemos intensamente cada instante. Com o esforo constante de todos - cada um contribuindo a seu modo - perseguimos diariamente o crescimento e fortalecimento da entidade.

    Enquanto trabalhamos em prol dos interesses da indstria, tambm de-senvolvemos aes sociais, ambientais e culturais. Somado ao trabalho conduzido pelo presidente do Ciesp, Paulo Skaf, garantimos mais repre-sentatividade e fora entidade no cenrio poltico.

    Com dedicao, conseguimos elevar de cerca de 150 para 250 o nmero de empresas associadas e, de quebra, melhorar o atendimento prestado a elas. Promovemos cerca de 600 eventos, entre palestras, workshops e semi-nrios, e recebemos quase 30 mil pessoas em nossa sede. Presenciamos mi-lhes de reais serem movimentados em aproximadamente 13 mil reunies durante trs edies da Rodada de Negcios. Demos um novo impulso ao Ncleo de Jovens Empreendedores (NJE). Realizamos obras, entre elas a reforma de nossa sede e a construo do Sesi de Salto.

    Viajamos a pases da Amrica, sia e Europa em misses empresariais. Trouxemos empresrios do Senegal para conhecer indstrias da regio. Por todo o trabalho que foi feito, ganhamos destaque junto ao comando do Ciesp, em So Paulo, figurando como uma das principais regionais da entidade. Pelos prximos quatro anos, sob o comando de Jos Augusto Rodrigues Gonalves, o Ciesp estar em boas mos e seguir nos trilhos do sucesso.

    Completo meu segundo mandato com a sensao de dever cumprido. Mas no me desligo totalmente da entidade, continuarei por perto. Ape-nas dividirei meus esforos, repetidos o tempo todo, entre todas as regio-nais do Ciesp. A convite do presidente Skaf, assumo a vice-presidncia da entidade.

    A todos que contriburam conosco nesses sete anos, o nosso muito obri-gado. E, agora, neste novo desafio, continuamos contando com vocs. Boa leitura e um forte abrao!

    Igncio de Moraes JuniorCiesp

    5

    Enquanto trabalhamos em prol dos interesses

    da indstria, tambm

    desenvolvemos aes sociais, ambientais e

    culturais

    Arqu

    ivo

  • Revista Ciesp/Fiesp | outubro 20116

    Para pequenos e mdios empres-rios que desejam ampliar seus neg-cios, a Agncia de Fomento Paulista Nossa Caixa Desenvolvimento, que trabalha em parceria com o Ciesp, sur-ge como um boa opo, oferecendo linhas especiais de financiamento com prazo de at 10 anos.

    Mantida pelo governo do estado de So Paulo, a instituio financeira tem como objetivo incentivar o cres-cimento de empresas com faturamen-to anual entre R$ 240 mil e R$ 100 milhes. Conhea algumas das linhas de crdito da Agncia de Fomento Paulista (pelo site www.nossacaixade-senvolvimento.com.br possvel fazer simulaes de financiamentos).

    Financiamento ao Investimento Paulista (FIP): para projetos de im-plantao, ampliao, modernizao da capacidade produtiva, desenvolvi-mento tecnolgico, meio ambiente e eficincia energtica. Participao de at 100% do valor dos itens financi-veis, com taxa de 0,65% ao ms (corri-gido pelo IPC-Fipe). Prazo de at 120 meses, incluindo a carncia (24 meses,

    no mximo).BNDES Progeren (capital de giro):

    para pequenas empresas com fatura-mento at R$ 16 milhes e para m-dias empresas com rendimentos en-tre R$ 16 milhes e R$ 300 milhes. Restrito a setores determinados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES). Taxa

    a partir de 13,5% ao ano, com carn-cia de at 12 meses e prazo de at 36 meses.

    BNDES Finame PSI: para aquisi-o de mquinas e equipamentos na-cionais novos. Participao mxima de 90%, com taxa de 6,5% ao ano e carncia de at 24 meses. Prazo de at 72 meses.

    oportunidadEAgncia de Fomento Paulista oferece financiamentos com prazo de at 10 anos para pequenas e mdias empresas

    Arte

    : Sto

    ck.X

    chin

    g

  • outubro 2011 | Revista Ciesp/Fiesp7

  • Revista Ciesp/Fiesp | outubro 2011

    Disposto a minimizar problemas de fornecimento de energia eltrica nas empresas, o Ciesp, Regional de Indaia-tuba, promoveu duas palestras com empresas especializadas na otimizao e qualificao da eletricidade. Os even-tos foram gratuitos e ocorreram em 13 e 27 de julho, no auditrio do Ciesp.

    As palestras fazem parte das aes da Regional de Indaiatuba para so-lucionar problemas enfrentados por empresas associadas, como quedas e oscilaes de energia que prejudicam o funcionamento normal dos equipa-mentos e, consequentemente, com-prometem as atividades de produo e atendimento.

    Responsvel pelo fornecimento de energia eltrica, a Companhia Paulista de Fora e Luz (CPFL) tambm j foi contatada pelo Ciesp com o propsito de resolver eventuais deficincias em seu fornecimento.

    PalestrasEm ambas as palestras, as empresas

    convidadas (Somatec Blocking e Efi-cien Energia) apresentaram aparelho

    que promete reduzir de 5% a 15% o consumo de energia. Alm disso, os equipamentos E1 Enerkeeper (Eficien Energia) e Retentor Eletromagntico (Somatec Blocking) trabalham com a proposta de aumentar a vida til de aparelhos e lmpadas e, ao mesmo tem-po, contribuir com a preservao do meio ambiente, refletindo diretamente no efeito estufa. Isso porque, com a re-duo no consumo de energia, o nvel da emisso de gs carbnico (CO2) na atmosfera diminui.

    De acordo com a Eficien Energia, hoje, cada kWh economizado por uma indstria custa, em mdia, trs vezes menos que um kWh novo gerado. Ain-da segundo a empresa, para cada kWh reduzido por uma indstria, 0,4kg de CO2 deixa de ser gerado.

    Outros trabalhosPor meio de seu Departamento

    de Infraestrutura, o Ciesp procura identificar as demandas energti-cas das indstrias associadas para atender, simultaneamente, suas ne-cessidades de suporte em diferentes aspectos. Entre eles: na qualidade e modicidade tarifria da energia el-trica, em intervenes na reviso e atualizao do marco regulatrio vigente e no apoio ao desenvolvi-mento da infraestrutura fsica e ope-racional das empresas, alm do est-mulo formao e ao treinamento dos seus colaboradores, promoven-do sua integrao com as universida-des na busca do crescimento de sua competitividade.

    dEbatEAperfeioamento energtico tema de palestras no Ciesp

    Durante eventos, em julho, aparelhos que reduzem o consumo de energia e contribuem com a preservao do meio ambiente foram apresentados

    Revista Ciesp/Fiesp | outubro 20118

  • outubro 2011 | Revista Ciesp/Fiesp

    Grupo da Somatec Blocking que ministrou palestra no Ciesp

    Pro ssionais da E cien Energia (acima)

    expuseram o aparelho E1 Enerkeeper

    outubro 2011 | Revista Ciesp/Fiesp 9

    Divu

    lga

    oDi

    vulg

    ao

  • Revista Ciesp/Fiesp | outubro 2011

    Depois de sete anos frente do Ciesp, Re-gional de Indaiatuba, Igncio de Moraes Ju-nior encerrou, em setembro, seu ciclo de dois mandatos como diretor titular da entidade (2004/2007 e 2007/2011) com uma certeza: os deveres no apenas foram cumpridos, mas extrapolados. Afinal, mais do que atuar em prol dos interesses da indstria, a Regional de Indaiatuba participou ativamente de aes sociais, ambientais e culturais, alcanando n-meros que impressionam, como o plantio de 13 mil rvores e a arrecadao de cerca de 25 mil peas de roupa.

    Trabalhos sociais, ambientais e culturais tambm esto entre as funes da indstria. E ns somos os representantes da indstria. En-

    to,