Harris Brastak

  • View
    170

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Harris Brastak

Catlogo Geral: Ligas especiais para Brasagem, Soldagem, Metalizao e Revestimento.

www. b r a s t a k . c o m . b r

ISO 9001/2000

ISO 14001/2004

ndice .......................................................................................................................................................O processo de brasagem..................................................................................... Pag. 01 Metais de adio................................................................................................... Pag. 02 Solda prata........................................................................................................... Pag. 03 Ligas de solda prata sem cdmio..................................................................... Pag. 03 Ligas de solda prata com cdmio........................................................................ Pag. 04 Solda prata tubular............................................................................................. Pag. 04 Ligas fosforosas para brasagem........................................................................ Pag. 05 Ligas para solda branda.................................................................................... Pag. 07 Ligas para brasagem de metal duro e segmentos diamantados.................. Pag. 08 Lates.................................................................................................................. Pag. 09 Bronzes................................................................................................................. Pag. 10 Ligas de alumnio para brasagem, soldagem e metalizao.......................... Pag. 11 Brasagem em alumnio...................................................................................... Pag. 12 Fluxos para brasagem, soldabrasagem e solda branda.................................. Pag. 13 Deloro Stellite..................................................................................................... Pag. 14 Sulzer Metco....................................................................................................... Pag. 15 Produtos Especiais............................................................................................ Pag. 16

O processo de brasagemBrasagem um processo de unio de metais atravs do aquecimento abaixo da temperatura de fuso dos mesmos, adicionando-se uma liga de solda (metal de adio) no estado lquido, a qual penetra na folga entre as superfcies a serem unidas. Ao se resfriar a junta tornase rgida e resistente. A unio ocorre atravs da combinao de trs efeitos: UMECTAO: o poder que um lquido tem de molhar um slido, podendo fluir sobre o mesmo, e deixando uma pelcula. Para facilitar a compreenso, podemos entender como sendo o fenmeno que permite com que uma fina pelcula de gua fique aderida a superfcie de um vidro aps o escorrimento de uma gota de gua. Na brasagem este efeito identificado como a fluidez do metal de adio sobre as superfcies aquecidas. CAPILARIDADE: um conjunto de fenmenos fsicos que promove presso sobre lquidos, fazendo com que penetrem entre duas superfcies muito prximas. Na brasagem a capilaridade obtida atravs da folga entre as peas a serem unidas, a qual o metal de adio dever preencher. Esta folga deve ser at 0,05 mm para brasagem em fornos de atmosfera controlada ou a vcuo e de 0,05 mm at 0,20 mm para brasagem manual e em fornos com atmosfera comum. DIFUSO MOLECULAR: um processo espontneo de transporte de molculas do sistema cristalino de um material para o outro. Com o aquecimento, as molculas do material base se distanciam, o metal de adio no estado lquido penetra entre essas molculas. No resfriamento as molculas se atraem, contraindo o metal de adio, gerando aderncia entre o material base e o metal de adio. Para que todos esses efeitos ocorram de forma satisfatria, algumas caractersticas fundamentais da preparao das juntas devem ser observadas: as partes a serem unidas devem estar completamente limpas, isentas de leo, graxa, poeira, tinta, oxidao e detritos de qualquer natureza; as folgas devem estar compreendidas entre os valores especificados para o mtodo de aquecimento empregado; o metal de adio e fluxo devem ser adequados s ligas de materiais base a serem unidas.

Folga estreita demais para a brasagem em atmosfera comum. Folga ideal para brasagem em atmosfera comum. Folga permitida para brasagem manual. Folga larga demais.

1

Metais de AdioSo ligas ou metais puros que penetram entre as superfcies a serem unidas, sendo o elemento de juno das partes. Devem ser mantidos nas embalagens originais em local que proteja contra a umidade, poeira e avarias em geral, pois qualquer resduo ou contaminao pode comprometer a qualidade final da junta brasada. (No recomendado o armazenamento em estufa) A maioria dos metais de adio no so ligas eutticas, ou seja, no tem ponto de fuso definido como os metais puros, mas sim um intervalo de fuso compreendido entre as temperaturas de solidus e liquidus. Temperatura de solidus a mais alta temperatura na qual o metal de adio est totalmente slido. Incio: fase slida Temperatura de liquidus a mais baixa temperatura na qual o metal de adio est totalmente lquido. Quando as folgas so regulares e adequadas para a brasagem, deve se utilizar metal de adio euttico ou com pequeno intervalo de fuso, para se obter um rpido e total preenchimento assim que a temperatura liquidus alcanada. Essa alta velocidade de operao permite obter altos ndices de produtividade e baixa probabilidade de defeitos na junta. Quando as folgas so largas (acima de 0,15 mm) ou irregulares, ou seja, menos adequadas para a brasagem, deve-se utilizar metal de adio com intervalo de fuso maior, trabalhando no centro do mesmo, com a liga ainda pastosa, facilitando o controle da fluidez e consequentemente o preenchimento da folga. Nesse caso, o aquecimento lento e a probabilidade de defeitos maior. Quando o metal de adio possuir um intervalo de fuso relativamente grande (acima de 80C), deve-se tomar cuidado para que os constituintes no se separem pelo aquecimento devido a volatilizao de elementos como o zinco e o cdmio. Este efeito chamado de liquao, mas tambm muito conhecido como solda queimada ou fervida, apresentando porosidades e baixas resistncia mecnica e estanqueidade. Fim: material base umectado, temperatura de trabalho atingida

Meio: incio da fase lquida, temperatura solidus superada

2

Solda PrataSo ligas a base de prata e cobre podendo possuir outros elementos como zinco, cdmio, estanho, nquel, silcio, etc. Possibilitam a unio da maioria dos metais ferrosos e no-ferrosos, com exceo do alumnio, do magnsio e de metais com o ponto de fuso inferior 800C. Destacam-se pelo vasto campo de aplicao na produo de materiais eltricos, eletrodomsticos, refrigerao,ar condicionado, culos, aparelhos odontolgicos e mdico-cirrgicos, instrumentos musicais, jias e bijuterias, tubulaes e aplicaes na indstria em geral. Fornecida na forma de vareta, vareta revestida com fluxo, lmina, fio, p, anel, verga, arame tubular, pasta e formatos especiais sob consulta. Dividem-se em dois grupos: Ligas sem Cdmio e Ligas com Cdmio.

Ligas de Solda Prata sem CdmioAs ligas com destaque em azul so as mais utilizadas, pois apresentam excelentes caractersticas, atendendo a maioria das aplicaes. Entre os metais de adio deste grupo, destacam-se: BT - 272: liga euttica ideal para brasagem em fornos de atmosfera controlada e vcuo, pois nesses processos no podem ser utilizadas ligas com zinco. A BT - 260 tambm pode ser utilizada; BT - 256: ideal para brasagem de aos inoxidveis, pois apresenta colorao muito prxima do inox, alm de minimizar a corroso sob tenso em componentes de nquel, ligas a base de nquel e aos inoxidveis, sendo empregada com sucesso em aparelhos Ligas de Solda Prata sem Cdmio odontolgicos, mdicocirrgicos e tubos e componentes que trabalham com produtos corrosivos e petrleo. BT - 238 e BT - 231: apresentam excelente desempenho na unio de componentes de refrigerao, como tubos, vlvulas e condensadores, pois apresentam boa fluidez e baixa fumegao, evitando a ocorrncia de porosidade, que a principal causa de vazamentos. Esses metais de adio so ideais para aplicao em componentes que entram em contato direto ou indireto com o organismo humano, devido a ausncia do Cdmio, metal nocivo sade. Apresentam resistncia ao trabalho em temperaturas at 300C, podendo chegar a 400C.

OBS.: Os valores de resistncia trao referem-se a aplicao em ao SAE 1010, sendo que modifica em funo das caractersticas. ND - No Disponvel 3

Solda PrataLigas de Solda Prata com CdmioAs ligas com destaque em azul so as mais utilizadas, pois apresentam excelentes caractersticas, atendendo a maioria das aplicaes. Entre os metais de adio deste grupo, destacam-se: BT - 140: tem sucesso e confiabilidade na aplicao em equipamentos criognicos; BT - 135: muito utilizada na indstria de fios e cabos de cobre, na forma de p, para emendas durante o processo de trefilao. O Cdmio um metal txico, e seu uso indiscriminado na fabricao de objetos que possam entrar em contato direto ou indireto com o organismo humano pode causar problemas sade. Nestes casos, deve-se utilizar uma liga isenta de Cdmio. Apresentam resistncia ao trabalho em temperatura entre 200C e 250C. ADVERTNCIA:

Ligas de Solda Prata com Cdmio

OBS.: Os valores de resistncia trao referem-se a aplicao em ao SAE 1010, sendo que modifica em funo das caractersticas do material base e do processo.

Solda Prata TubularSo ligas de solda prata sem Cdmio com fluxo interno. So ideais para processos automticos, proporcionando alta produtividade devido a eliminao da necessidade de aplicao de fluxo. A proporo fluxo/metal de adio definida previamente e mantida em toda a extenso do arame. Isso permite obter repetibilidade no processo de brasagem, fluidez e desoxidao suficientes e sem excesso d