Click here to load reader

NBR 6177 - 1999 - Transportadores contínuos - Transportadores de Correia - Terminologia

  • View
    922

  • Download
    177

Embed Size (px)

Text of NBR 6177 - 1999 - Transportadores contínuos - Transportadores de Correia - Terminologia

  • DEZ 1999 NBR 6177Transportadores contnuos -Transportadores de correia -Terminologia

    Origem: Projeto NBR 6177:1998ABNT/CB-04 - Comit Brasileiro de Mquinas e Equipamentos MecnicosCE-04:010.02 - Comisso de Estudo de Transportadores ContnuosNBR 6177 - Continuous mechanical handling equipment - Belt conveyors -TerminologyDescriptor: Continuous conveyorEsta Norma substitui a NBR 6177:1980Vlida a partir de 31.01.2000

    Palavra-chave: Transportador contnuo 32 pginas

    SumrioPrefcio1 Objetivo2 DefiniesANEXOA FigurasPrefcio

    A ABNT - Associao Brasileira de Normas Tcnicas - o Frum Nacional de Normalizao. As Normas Brasileiras, cujocontedo de responsabilidade dos Comits Brasileiros (ABNT/CB) e dos Organismos de Normalizao Setorial (ONS),so elaboradas por Comisses de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendoparte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratrios e outros).Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no mbito dos ABNT/CB e ONS, circulam para Consulta Pblica entre osassociados da ABNT e demais interessados

    Esta Norma contm o anexo A, de carter normativo.

    1 ObjetivoEsta Norma define os termos empregados em transportadores de correia.2 DefiniesPara os efeitos desta Norma aplicam-se as seguintes definies.2.1 transportador de correia ou abreviadamente "TC" (belt conveyor or BC): Arranjo de componentes mecnicos,eltricos e estruturas metlicas, consistindo em um dispositivo horizontal ou inclinado (ascendente ou descendente) ouem curvas (cncavas ou convexas) ou, ainda, uma combinao de quaisquer destes perfis, destinado movimentao outransporte de materiais a granel, atravs de uma correia contnua com movimento reversvel ou no, que se deslocasobre os tambores, roletes e/ou mesas de deslizamento, segundo uma trajetria predeterminada pelas condies deprojeto, possuindo partes ou regies caractersticas de carregamento e descarga (ver figura A.1).2.1.1 transportador de correia porttil (portable belt conveyor): Transportador de correia de dimenses reduzidas ede fcil locomoo, montado ou no sobre rodas (ver figura A.2).2.1.2 transportador de correia mvel (shuttle belt conveyor): Transportador de correia montado sobre rodas apoiadassobre uma via de rolamento, dotado de movimento de translao, com a finalidade de alimentar vrios pontos decarregamento (ver figura A.3).

    Sede:Rio de JaneiroAv. Treze de Maio, 13 - 28 andarCEP 20003-900 - Caixa Postal 1680Rio de Janeiro - RJTel.: PABX (21) 210-3122Fax: (21) 220-1762/220-6436Endereo eletrnico:www.abnt.org.br

    ABNT - AssociaoBrasileira deNormas Tcnicas

    Copyright 1999,ABNTAssociao Brasileira deNormas TcnicasPrinted in Brazil/Impresso no BrasilTodos os direitos reservados

  • NBR 6177:19992

    2.1.3 transportador de correia radial (radial belt conveyor): Transportador de correia com a parte dianteira montadasobre rodas e pivotado em sua parte traseira; dotado de movimento de rotao com a finalildade de alimentar vriospontos de carregamento ou empilhar o material (ver figura A.4).2.1.4 transportador de correia reversvel (reversible belt conveyor): Transportador que pode descarregar o material emdois sentidos opostos, invertendo-se o sentido de movimento da correia transportadora (ver figura A.5).2.1.5 transportador de correia de dupla via (two-way conveyor): Transportador que permite o transporte de materialtanto pelo lado de carga como pelo lado de retorno, individual ou simultaneamente (ver figura A.6).2.1.6 transportador de correia sobre cabos (rope conveyor): Transportador no qual os roletes so apoiados e fixadosem cabos de ao dispostos nas laterais do mesmo. Este tipo de transportador geralmente instalado dentro de minas deextrao, onde o nvel do solo irregular e o comprimento do transportador necessita ser alterado freqentementeconforme o desenvolvimento da escavao (ver figura A.7).2.1.7 transportador de correia tubular (pipe conveyor): Transportador no qual a correia plana conformada por rolos, naforma tubular, na seo intermediria entre o ponto de carregamento e de descarga, tanto no lado de carga como no ladode retorno (ver figura A.8).2.1.8 transportador de correia de alta inclinao (high angle conveyor): Transportador provido de correia especial oudispositivos especficos que permitem o transporte de material com um ngulo de inclinao muito superior ao dostransportadores convencionais (ver figura A.9).2.1.9 alimentador de correia (belt feeder): Transportador de correia de pequeno comprimento, usualmente de velocidadebaixa e varivel, localizado sob dispositivos de armazenamento tais como silos, moegas etc., com a finalidade de extrair eregular a taxa de alimentao do material (ver figura A.10).2.2 lado do carregamento da correia (belt carrying run): Parte superior da correia, compreendida entre o tambor deretorno e o tambor da cabea (ver figura A.11).2.3 lado do retorno da correia (belt return run): Parte inferior da correia, compreendida entre o tambor de retorno e otambor da cabea (ver figura A.11).2.4 correia transportadora (conveyor belt): Correia contnua (ou sem-fim), destinada a formar a superfcie desustentao sobre a qual ser assentado o material a ser transportado. O movimento da correia produz o transportepropriamente dito (ver figura A.12).2.4.1 carcaa da correia (belt carcass): Parte da correia destinada a suportar as cargas de trao, impacto e resistnciaao rasgamento, podendo ser construda de lonas sintticas ou texteis, cabos de ao ou uma combinao destes materiais(ver figura A.13).2.4.2 cobertura da correia (belt cover): Camada geralmente construda de borracha ou sua combinao com outrosmateriais, que reveste a carcaa e tem a funo primordial de proteg-la contra os efeitos da abraso, impacto, corte,temperatura, ataque qumico decorrente do material transportado ou outras condies adversas, existindo um tipo decobertura especfico para cada condio de trabalho.

    2.4.2.1 cobertura superior (top cover): Camada que recebe e mantm contato direto com o material transportado (verfigura A.13).2.4.2.2 cobertura inferior (bottom cover): Camada que no mantm contato direto com o material transportado (ver fi-gura A.13).2.4.3 espessura da cobertura (belt cover thickness): Medida compreendida entre a superfcie externa da correia e oponto mais prximo desta, pertencente carcaa, em um corte transversal da correia.

    2.5 rolete (idler): Conjunto de um ou mais rolos, devidamente apoiados em um suporte, destinado(s) a suportar, guiar econformar a correia transportadora (ver figura A.14).2.5.1 Componentes de um rolete

    2.5.1.1 rolo (idler roll): Elemento cilndrico constitudo de corpo e eixo, capaz de girar livremente em torno do seu eixo,com a finalidade de apoiar a correia (ver figura A.14).2.5.1.2 suporte (idler frame): Estrutura de sustentao do(s) rolo(s), permitindo a configurao desejada do rolete (verfigura A.14).2.5.2 Tipos de roletes

    2.5.2.1 Quanto aplicao:

    a) rolete de carga (carrying idler): Rolete sobre o qual se apoia o lado de carregamento da correia transportadora (verfiguras A.14, A.15 , A.16 e A.17);b) rolete de impacto (impact idler): Rolete dotado de rolos com material elstico, localizado na regio de carrega-mento do transportador, com a finalidade de absorver o choque resultante do impacto do material sobre a correia (verfiguras A.16 e A.17);

  • NBR 6177:1999 3

    c) rolete de retorno (return idler): Rolete sobre o qual se apoia o lado de retorno da correia transportadora (verfiguras A.18 e A.19);d) rolete auto-alinhante (belt training idler): Conjunto de rolos cujo suporte dotado de mecanismo giratrio, com afinalidade de controlar o deslocamento lateral da correia atravs do contato da mesma com rolos guias lateraisconvenientemente dispostos. Usualmente so colocados tanto no lado de carregamento quanto no lado de retorno dacorreia (ver figuras A.20 e A.21);e) rolete de transio (transition idler): Rolete dotado de rolos laterais fixos ou ajustveis, convenientementedispostos, a fim de acompanhar a mudana da concavidade da correia normalmente nas proximidades dos tamboresde descarga e retorno (ver figura A.22);f) rolete em catenria (catenary idler): Conjunto de rolos suspensos, dotados de interligaes articuladas, de modoa permitir livre conformao dos mesmos, auxiliando a centralizao automtica da correia transportadora. Pode serutilizado tanto no lado de carregamento quanto no lado de retorno da correia (ver figura A.23);g) rolete helicoidal (helical idler): Tipo de rolete de retorno com os rolos em forma helicoidal, destinado a promovero desprendimento do material aderido superfcie da correia (ver figura A.24).

    2.5.2.2 Quanto geometria:

    a) rolete plano (flat belt idler): Rolete usado para manter a forma totalmente plana da correia e que no faz nguloalgum com a horizontal (ver figuras A.15 e A.18);b) rolete inclinado (troughed idler): Rolete usado para manter a forma cncava da correia e cujos rolos lateraispossuem inclinao em relao horizontal (ver figuras A.14, A.16, A.17, A.19, A.20, A.22 e A.23).

    2.5.2.3 Quanto configurao:

    a) roletes de carga (carrying idlers):- rolete triplo (three equal rolls idler): Formado por um rolo central horizontal e dois laterais inclinados (ver fi-guras A.14 e A.17);- rolete seletor (picking idler): Formado por um rolo central horizontal e dois rolos laterais inclinados, porm como rolo central mais comprido que os laterais. Geralmente este tipo de rolete empregado em alimentadores decorreia (ver figura A.25);- rolete duplo (two equal rolls idler): Formado por dois rolos inclinados (ver figura A.16);- rolete plano (flat belt idler) : Formado por um nico rolo (ver figura A.15);- rolete quntuplo (five equal rolls idler): Formado por um rolo central horizontal e dois rolos laterais inclinados decada lado (ver figura A.23);

    b) roletes de retorno (return idlers):- rolete plano (flat idler): Formado por um nico rolo liso ou com anis de borracha (ver figura A.1

Search related