G3 t dança

  • View
    49

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of G3 t dança

PORTIFLIO VIRTUAL GRUPO

PORTIFLIO VIRTUALGrupo 3 Tarde DANA EDUCATIVA

PROFESSORA: Debora Cabral ESCOLA DE EDUCAO INFANTIL PEDRITA

1o. SEMESTRE

NOSSO CURSO

A Dana Educativa e Criativa tem por objetivo estimular o desenvolvimento corporal, motor, cognitivo e scio-emocional da criana atravs das vertentes que a arte proporciona.Nossas aulas so de frequncia semanal. Iniciamos com uma rotina de choque estimula a percepo corporal, a sensibilizao para o trabalho propostonaquele dia e o aquecimento necessrio para o mesmo. Depois passamos paraa segunda parte da aula de exerccios formativos aqueles que efetivamente abrangem o tema da aula, o objetivo do dia. Na terceira parte temos o que chamamos de Exerccios Coreogrficos, ou seja, transformamos o contedo trabalhado em coreografia. E para finalizar fazemos o nosso Relaxamento.

2

Neste semestre os objetivos que nortearam nosso trabalho foram:Adaptao ou readaptao aos princpios das aulas;Explorar o esquema corporal e espacial;Estimular as qualidades fsicas bsicas importantes desta faixa etria;Aperfeioar os padres de caminhada, marcha, corrida, engatinhar, rolar e pularTrabalhar o ritmo por todo o corpoConhecer e vivenciar o folclore junino e o folclore brasileiro Promover a desenvoltura e desinibio em apresentaes e eventos

OBJETIVOS DO SEMESTRE

Desmembrar o trabalho conscincia corporal geral para partes especficas do corpo;

Explorar e ampliar o repertrio de movimentos para cada segmentoCorporal;

Iniciar trabalho de movimentao simblica com as mos;

Ampliar o domnio espacial da sala e as posies do corpo no espao;

Refinar movimentos de deslocamento bsico e associar braos e cabeas;

OBJETIVOS ESPECFICOS AO GRUPO

INCIO DOS TRABALHOS

OS PSConhecendo e explorando a base do nosso corpo.

AS MOSAS MOS

Usando a tcnica de Luz e Sombra e luvas exploramos a movimentao bsica das mos e suas possibilidades expressivas.

O TRONCO

AULA TEMTICA DA PSCOA

Aproveitando os movimentos e ritmos da cultura indgena continuamos nossa explorao corporal. Este ano transformamos em dana a Lenda da Foz do Iguau.NA CULTURA INDGENA

VIVNCIA INDGENAExperimentamos um pouquinho da rotina e da cultura do povo indgena, com suas lendas, suas danas e suas msicas. Trabalhamos, nas aulas anteriores, os motivos pelos quais os ndios danam, como a dana indgena padres de marcha e direes e como homens e mulheres danam juntos. Este ano trabalhamos a Lenda da Foz do Iguau.

Dia das Mes

Apresentamos uma de nossas coreografias de coordenao motora, ritmo e agilidade

ENSAIOS PARA A FESTA JUNINA

Preparando a festa junina j introduzimos o trabalho com o folclore brasileiro,rico em movimentos, msicas,smbolos, estrias e criatividade. Este ano estudamos o folclore do interior do Estado de So Paulo e o Grupo 3 preparou uma catira Na sola da Bota.

FESTA JUNINA

Para o segundo semestre o trabalho foi direcionado a objetivos mais especficos no aspecto artstico:Vivenciar personagens, dando-lhes expresses e movimentos especficos, na continuidade do trabalho com o folcloreProporcionar o trabalho corporal simblico individualmente e depois com o outro;Experimentar trabalho corporal em duplas e grupos;Explorar as possibilidades de movimento corporal associados a diferentes materiais;Expor a turma a apresentaes pequenas para que eles se acostumem para o Festival de Vero;Prepar-los para o Festival de Vero, onde eles podem vivenciar uma apresentao artstica. OBJETIVOS DO SEMESTRE

Ser enfocado, dentro do quadro de objetivos, o trabalho em duplas e conjuntos, fazendo com que as crianas iniciem a transio da viso do corpo e movimento do eu para a percepo do corpo e movimento do outro.

O FOLCLORE CONTINUAO trabalho com o Folclore Brasileiro iniciado em maio com a introduo da Festa Junina ainda atravessa o ms de agosto , ms nacional do Folclore, com lendas indgenas, africanas e com a vasta literatura a esse respeito.Aproveitar o vasto universo do Folclore Brasileiro levar a crianaa um grande universo de possibilidades de movimentos, expresses,criatividade, imaginao e conhecimento vivencial da nossa culturados nossos costumes e do nosso povo. Vivenciamos as brincadeiras cantadas de todo o Brasil com sua riqueza de movimentos; e a lenda do Bumba meu boi.

Para finalizar o trabalho do folclore fizemos uma vivncia folclrica com toda a turma da tarde Um dia no Stio do Pica Pau Amarelo. Onde cada turma era responsvel por representar um personagem deste grande escritor: Monteiro Lobato, que uniu o universo infantil com a riqueza do nosso folclore!

TRABALHO COM MATERIAS

ARCOS

TRABALHO COM DUPLAS E GRUPO

ENSAIOS PARA O FESTIVAL DE VERONosso tema em 2016 foi : Os Jogos Olmpicos seus smbolos e seus Significados. O G3 da tarde fez um trabalho corporal com os Mascotes dos Jogos Olmpicos e o G4 trabalhou o significado das Medalhas Olmpicas.