Lean Startup

  • View
    1.725

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Talk realizado na Quatix sobre o modelo Lean Startup

Text of Lean Startup

  • 1. Nice to meet youguys! My name isEric Ries andVitoriano used a lotof my concepts inthis presentation! Autor do livro The Lean Startup. Co-fundador do IMVU Co-fundador da Catalyst Recruiting (quebrou com a bolha) Co-autor de vrios livros Ex-Senior Software Engineer no There.com Entusiasta em Agile e Contedo gerado pelo usurio Eleito em 2007 pela Business Week como um dos melhores empreendedores em tecnologia conselheiro consultivo de uma srie de startups de tecnologia e empresas de capital de risco

2. Para vocs, o que uma startup? 3. Dica #FAILNo uma versomenor de grandesempresas http://www.strattonlaw.com/wp-content/uploads/working-kid1.jpg 4. Ento...Para vocs, o que uma startup? 5. Startup umainstituio depessoas tentandocriar algo novo sobcondies deextrema incerteza.Eric Ries MODELO DE NEGCIOS > Repetvel > Escalvel 6. A CABEA DO EMPREENDEDOR 7. Leve em considerao ao escolher um co-founder1. Habilidades complementares2. Ele deve ser auto-suficiente. scio, no empregado3. Ter facilidade na resoluo de conflitos e quando acontecerem nolevar para o lado pessoal4. Deve acreditar sempre em voc, no time e no que fazem5. Personalidade 8. A maioria das startups detecnologia falha no porque atecnologia no funciona, masporque fizeram algo para o qualno h mercadoSim, esta frase dele tambm 9. No guarde ideias! Muitos empreendedorestendem a proteger suas ideias aguardandoo momento de feedback para o lanamentodo produto. Isso aumenta muito apossibilidade de fracasso, o Leand pregajustamente o contrrio. 10. Ideia sem realizao alucinao! http://dundoland.com/conozca_mas_dundo_alucinations.png 11. EMPREENDER GERENCIAR Crie uma instituio, no apenas um produto Prticas de gerncia tradicional = #FAIL preciso prtica e princpios alinhados com ocenrio de extrema incerteza No como dois garotos numa garagem http://www.slideshare.net/startuplessonslearned/2010-04-23-startup-lessons-learned-conference-welcome-slides-by-eric-ries-sllconf?from=ss_embed 12. Startup Agile ManifestoKent Beck signatrio original do Manifesto gil I criador da metodologia Extreme Programming e conceitos de Desenvolvimento Orientado a Testes Viso de equipe e disciplina mais do que indivduos e interaes(e mais do que processos e ferramentas) // no quo bom eu posso fazer, mas quo bem estamos fazendo // Aprendizado validado mais do que software funcionando (e mais do que documentao abrangente)// a meta o aprendizado validado. crie maneiras de aprender durante o desenvolvimento // 13. Startup Agile Manifesto Kent Becksignatrio original do Manifesto gil I criador da metodologia Extreme Programming e conceitos de Desenvolvimento Orientado a TestesDescoberta do cliente mais do que colaborao com o cliente(e mais do que negociao de contratos) // numa startup comum no haver cliente. foque na descoberta deles //Iniciar as mudanas mais do que responder s mudanas(e mais do que seguir um plano) // a startup deve iniciar com mudanas. no h momento melhor // 14. Lean Startup o movimento queest transformandoa forma comonovos produtos soconstrudos elanados. Eric Ries 15. O uso do termo Lean vem da filosofia de Lean Manufactoring, que focada na reduo de desperdcios.Qualidade total imediata - Minimizao do desperdcio - Melhoria contnua (Kaizen) Processos "pull" (Kanban) - Flexibilidade - TEMPO - DESPERDCIO+ VALOR + APRENDIZADO 16. Premissa Leanmaior a velocidade e menor o custo de cada grande iteraoA Lean Startup baseia-se na combinao do seguinte trip:- Customer Development- Desenvolvimento gil- Plataforma Tecnolgica como commodity(ex. WordPress, Amazon EC2, Google Adwords, Ruby on Rails, etc) = baixo custo e agilidade 17. Princpio da metodologiaLean para StartupsNo desenvolva umastartup de acordo comsuposies, mas simbaseado em experinciase conhecimento 18. LEAN- Prototipar rpido e testar hipteses (MVP)- Implemente e escale- Obsesso pelo consumidor- Iterao, guiada por mtricas e gil- Aprenda rpido, no falhe rpido 19. NO POR CUSTO, POR VELOCIDADE http://www.slideshare.net/startuplessonslearned/2010-04-23-startup-lessons-learned-conference-welcome-slides-by-eric-ries-sllconf?from=ss_embed 20. NO EXCLUSIVO PARA TI!SE ADEQUA A AMBIENTESDE INCERTEZAS SOBRE ASNECESSIDADE DOS CONSUMIDOREShttp://www.slideshare.net/startuplessonslearned/2010-04-23-startup-lessons- learned-conference-welcome-slides-by-eric-ries-sllconf?from=ss_embed 21. NO SO APENASBOOTSTRAPPEDPODEM SER AMBICIOSAS ELIDAR COM GRANDESAPORTES DE CAPITAL http://www.slideshare.net/startuplessonslearned/2010-04-23-startup-lessons-learned-conference-welcome-slides-by-eric-ries-sllconf?from=ss_embed 22. Loop Fundamental - Lean Startup 23. Product/Market Fit o maior desafio das STARTUPSacontece quando um produto apresenta alta demanda por usurios que representa um mercado considervelno importa quo bom o seu produto se no existe mercado para eleAs STARTUPS alcanam o sucesso quando conseguem chegar ao Product/Market Fit,por isso deve ser o objetivo inicial do empreendedor.Os consumidores tm um problema?Voc oferece a soluo esperada?Eles pagaro por isso? 24. Minimum Viable Product (MVP)mxima quantidade de aprendizado validado (fatos) com o menor esforo possvel, um conjuntomnimo de funcionalidades que permite uma ao e aprendizado sobre os clientes ou usurioSua origem remete ao mantra release early, release often das metodologias geis, prtica que coloca ofeedback real dos usurios como norte da evoluo do software. A funo principal do MVP provar a viso inicial do empreendedor. Alm de testar a utilizao doproduto e suas features, o MVPtambm serve e deve ser usado para testar as demandas do mercadocom relao ao produto. 25. Minimum Viable Product (MVP)O mais importante a criao da cultura de experimentao quepermite o aprendizado de uma forma lean, gastando a menorquantidade de recursos e tempo possvel.Entrepreneurship in a lean startup is really a series of MVPs. Eric Ries 26. Minimum Viable Product (MVP) 27. Minimum Viable Product (MVP) 28. Em suma, a experimentao pode serdefinida por este ciclo iterativo:1) Identificar hiptese principal a ser testada;2) Definir e construir o prximo MVP;3) Rodar testes qualitativos e quantitativos (surveys,entrevistas, A/B testing, campanhas Adwords, testes deusabilidade, etc);4) Concluses e revises das hipteses. 29. Customer Development? Metodologia para chegar ao Product/Market Fit um processo iterativo idealizado por Steve BlankSaia do escritrio, v para a rua e valide suas hipteses 30. Customer Development?O modelo composto de quatro passos:- Customer Discovery: Testes das hipteses de mercado e entendimento dos problemas dosclientes pelos fundadores, checando se o produto proposto atende essas necessidades de formasatisfatria. Busca responder a questo: os clientes querem o seu produto?- Customer Validation: Validao do processo de vendas e distribuio do produto, onde sedesenvolve um modelo de negcio replicvel e escalvel. Busca responder a questo: os clientesefetivamente pagam pelo seu produto?- Customer Creation: Criao de demanda para escalar as vendas. a etapa do lanamento!- Company Building: Finalizando a transio de uma organizao focada no aprendizado parauma focada na execuo. a fase onde a empresa tem o desafio de crescer e chegar aopblico mainstream. 31. Customer Development 32. E se no der certo?Voc no necessariamente deveabandonar o projeto, uma opo pivotar o seu modelo denegcios, saindo do plano A, Bou C para o plano certo.Pivs so reformulaes do modelo de negcio,no sinnimos de mudana.Pivs so uma conseqncia do aprendizadosobre o seu negcio, e no apenas seu produto. 33. Como saber quando pivotar? Pesquisas Testes A/B em landing pages Se voc chegou ao mximo que podia e seu negcio no mais sustentvel, hora de rever suas hipteses, ou seja, pivotar. http://www.smashingmagazine.com/2010/06/24/the-ultimate-guide-to-a-b-testing/ 34. Abby Fichtner@HackerChick http://HackerChick.com 35. Abby Fichtner@HackerChick http://HackerChick.com 36. Abby Fichtner@HackerChick http://HackerChick.com 37. 4%9.75%Abby Fichtner@HackerChick http://HackerChick.com 38. PIOR DESEMPENHOORIGINAL+ 30% MAIS CONVERSES QUE O ORIGINAL+ 27% MAIS CONVERSES QUE O ORIGINAL+ 7% MAIS CONVERSES QUE O ORIGINALhttp://37signals.com/svn/posts/1525-writing-decisions-headline-tests-on-the-highrise-signup 39. + 21%MAIS CONVERSES QUE O ORIGINAL http://www.fourhourworkweek.com/blog/2009/08/12/google-website-optimizer-case-study/ 40. ORIGINALPessoas no procuram facilidade, mas sim umbenefcio. Neste caso, reduzir sintomas e melhorara sade.+ 31%Mudana na mensagem e destaque para o querealmente importa: Optimal Health.+ 34% / + 7%Mudana do boto call to action para vermelhoe do texto de Signup for Free para Get StartedNow.http://dmix.ca/2010/05/how-we-increased-our-conversion-rate-by-72/ 41. Ferramentas para teste A/B 42. Ferramentas para teste A/B Google Website Optimizer do Google. Boa opo (free) mas no tem muitas funcionalidades avanadas. A/Bingo e Vanity Server-side frameworks para desenvolvedores Ruby on Rails. Requer programao e integrao no cdigo. Visual Website Optimizer Fcil de usar e com funcionalidades avanadas: WYSIWYG editor, click maps, segmentao, entre outras. Unbounce e Performable Criadores de Landing-page com teste A/B integrado.Existem vrias outras... eu tenho uma lista, se quiserem passo os links das que conheo.Mais informaes, links e outros exemplos em: The Ultimate Guide To A/B Testing 43. Metodologia Lean bem executada resultado de muita prtica.O fracasso uma possibilidadecom probabilidade reduzida coma prtica. 44. COMO SABEMOS SE ESTAMOS EVOLUINDO?A unidade de medida do sucesso oaprendizado validado 45. MODELOS DE NEGCIOSModelo de negcio como a empresa gera e captura valor do mercado ($) 46. mas isso fica para uma prxima...@rafavitoriano