portfolio 2009-2012

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

portfolio0912

Text of portfolio 2009-2012

  • EDITORIAL

    IDENTIDADEEM

    BALAGE

    MGR

    AFISMO

    POS TER

  • EDITORIAL

    O trabalho apresentado, trata de uma compilao composta por parte dos trabalhos desenvolvidos,nos anos de 2009/2012, nas diferentes reas da comunicao.Tomando o seu modelo mais formal na imagem corporativa e uma maior plasticidade com cartazes, ilustraes, editorial, livros, todos eles partilham um forte carisma visual, manifestando a minha forma de estar no design grfico.

    IDENTIDADEEM

    BALAGE

    MGR

    AFISMO

    /

  • Nesta proposta de Teoria do Design pretendeu-se que os alunos desenvolvessem uma abordagem terica e projectual aos processos de auto-edio. O trabalho deve permitir um conhecimento sobre a histria da auto-publicao e o desenvolvimento de uma perspectiva crtica sobre o contexto contemporneo.Os alunos foram convidados a explorar um processo que implica: pensar a publicao como ideologia; reflectir sobre o designer enquanto produtor de contedos/editor; reflectir sobre a forma de publicar a partir da cultura digital; pensar as fases projectuais como um todo: da concepo, produo, passando pela distribuio.

  • Exeperimental types, nome escolhido para a publicao criada por mim no ambito de venda, que consiste em tipografia aliada ilustraoO processo consistiu em algo bastante simples. Comeou por um recolha de acon-tecimentos no meu dia-a-dia, que so transformados em frases, e por seguida transmitidos visualmente.Todo o meu trabalho a nvel de tipografia, ilustrao, fotografia fotocopiada, foi realizada por mim passando pelo processo de digitalizao.Aps obter todos os ingredientes re-alizava uma composio com a ajuda das novas tecnologias.

  • E

  • AO objeto editorial representa um desafio importante para a atividade de qualquer designer. Implica uma metodologia de trabalho precisa e multidisciplinar uma vez que evoca a interaco entre todos os domnios estruturantes do design grfico: grelhas, tipografia, mancha de texto, infografia, diagrama, pictograma, identidade, fotografia, ilustrao, etc

  • O objectivo deste trabalho era mostrar ou dar a entender que com imagens bem colocadas e estruturadas aliadas com tipogrfia dar o movimento e musicalidade da banda joy division. A nivel esttico variei bastante o estilo por vezes tinha partes que eram mais digitais, e por outro manuais(tintas,cola, lapis de cera, pastel, fotocpias) O que procurei bastante foi ter uma linha variada de estilos que era seguida pelo livro em completo. Por fim o que queria mostrar que o manual e o digital podem-se unir para criar algo surpreendente. A nivel de tipografia procurei estilos que fossem compativeis com o assunto e que encaixassem o melhor possvel no trabalho.

  • When routine bites hard, and ambitions are low. When resentment rides high, but emotion won't grow...and we're changing our ways, taking different roads. Love will tear us apart. Ian Curtis

  • When routine bites hard, and ambitions are low. When resentment rides high, but emotion won't grow...and we're changing our ways, taking different roads. Love will tear us apart. Ian Curtis

  • O design envolve o estudo das relaes, tanto formais como conceptuais, que existem entre elementos visuais. Trabalhar com tipografia implica estudar relaes entre letras, entre palavras, entre linhas, entre colunas, entre diferentes tipos de texto, entre texto e imagem, entre espao e mancha e entre forma e contedo. A Paginao a considerao global destas relaes num determinado espao a pgina..Por fim,o objectivo era reunir o trabalho de projecto da cadeira de projeto de 2ano, e realizar a paginao de um portfolio.

  • Its not about knowing all

    the gimmicks and photo tricks.

    If you havent got the eye, no

    program will give it to you.

    David Carson

  • Its not about knowing all

    the gimmicks and photo tricks.

    If you havent got the eye, no

    program will give it to you.

    David Carson

  • Neste contexto, solicitada a reformulao do Jornal de Letras (JL) contemplando a atual estrutura editorial e percebendo, ilustrando, a especficidade temtica que distingue esta publicao dos demais peridicos.A realizao de uma pesquisa fundamental para a compreenso das necessidades ou limitaes deste formato e, sobretudo, para a aquisio de conhecimento em torno dos critrios de leitura (mancha de texto, famlias tipogrficas, espao em branco, etc).A natureza editorial envolve, assim, uma abordagem rigorosa sobre a utilizao da grelha e experimentao prvia de todos os critrios (formato, tipos, cor, imagens, etc). No interessa resolver uma publicao em particular. O objetivo conceber um sistema robusto, maduro, experimentado que comporte todas as necessidades de comunicao recorrentes e excepcionais..

  • Transformao do jornal para algo bastante mais limpo e modernizao da tipogrfia.

  • Agenda cultural, inclui-da no interior do Jornal de Letras (JL)..

  • EAprofundar o conhecimento e a sistematizao das metodologias projectuais intrnsecas ao exerccio da Identidade Visual. Conceber o programa de Identidade nas dimenses conceptuais e normativas como elemento estruturante da realidade institucional. Dominar o desenho e concepo da marca em toda a extenso do ambiente corporativo.

  • A minha marca baseada numa praa de campidoglio que um smbolo que se en-contra no centro de Roma.Esta praa que domina a cidade considera-da a mais bela da Europa, tendo sido imag-inada por Miguel ngelo em 1536.A sua orientao ajuda-nos a compreender a evoluo da cidade que, nessa poca, virou costas Roma Antiga para ficar virada para o novo centro de poder que o Vaticano.Est rodeada pelo Museu do Capitlio, Palcio do Senado, do Palcio do Con-servatrio e Palazzo Nuovo. Em forma de trapzio, esta praa de dimenses har-moniosas e equilibradas muito aprecia-da pelos visitantes.Para desenvolver o logotipo utilizei o desenho que se encontra no cho da praa adptando-o, pois a forma que este se encon-tra, esta esticada devido perspectiva.

  • Design is the method of putting form and content together. Design, just as art, has multiple definitions; there is no single definition. Design can be art. Design can be aesthetics. Design is so simple, that's why it is so complicated. Paul Rand

    Verses logotipo (prin-cipal, horizontal e ver-tical) e estacionrio.

  • Aps desenvolver a identidade da editora, tivemos de criar coleces de livros para a marca que consistiu em lay-out de capas para a casa de escritores, casa dos poetas e faces de penlope, com guar-das, folhas de rosto e folhas de estilo.

  • Capas realizadas a partir de tipogrfia de caracteres em ferro.

  • Capas realizadas a partir de tipogrfia e ilustraes a pincel.

  • A tendncia cada vez mais orientada para o visual uma marca patente da sociedadecontempornea, somos uma gera-o de leitores movidos pelo hedonismo, pela pressa e pelo imediatismo.A motivao leitura e com-preenso de uma mensagem varia diferentes arranjos grficos provocam reaces diversas. Essa reaco determina o suc-esso do trabalho do designer.

  • Desenvolvimento de propostas

    para a identidade visual e

    materiais de divulgao

    grfica de um ciclo de cinema

    dedicado obra do realizador

    norte-americano David Fincher.

  • No cartaz apresentado procurei mostrar o lado negro do Da-vid Fincher que transferido para os seus filmes. Atravs de manchas pretas de tinta e atravs da tipografia procurei representar a sensao de mo-vimento que representativa nos filmes(frames p/segundo)de seguida, para quebrar a seriedade, decidi tambm dar um lado divirtido usando um metodo de colagem de fotoco-pias e tapando os olhos do realizador e desenhando uma barba aparentemente postia. A razo para utilizar tipogrfia toda a mo foi porque queria mostrar o lado sujo e negro dos filmes do realizador.

  • No desdobravel realizei uma construo de texto simples e bem estruturada.No interior usei o mesmo con-ceito do cartaz atravs de pinceladas a fazer de suporte dos titutlos dos filmes e fo-tografias a preto e branco, na programao utilizei o mesmo mtodo.Por fim o mtodo de dobragem foi dividido em quatro partes numa folha A3.

  • Para terminar, desenvolvi um telo, ypslon e uma t-shirt com a programao apresentada de um modo mais simplificado do que no cartaz principal.

  • I don't know anything about Academy consideration. I don't know what an awards movie is. David Fincher

  • Uma embalagem um recipiente ou envoltura que armazena produtos temporariamente e serve principalmente para agrupar unidades de um produto, com vista sua manipulao, transporte ou armazenamento. Outras funes da embalagem so: proteger o contedo, informar sobre as condies de manipulao, exibir os requisitos legais como composio, ingredientes, etc e fazer promoo do produto atravs de grficos

  • D

  • A minha ideia partiu por desenvolver uma embalagem que possui-se um acondicionamento favorvel e representativo do objecto, e como destaque, um bom funcionamento ao nivel de display.O nmero de objectos (latas de sardinha) que eu escolhi para realizar esta embalagem foram trs.Com trs cortantes bastantes simples e com algumas aberturas circulares e um fio, que une estas trs, consegui criar uma embalagem verstil, com um possivel acrescento de mais embalagens.Quanto ao grafismo, atravs de uma tipografia da minha autoria, em pena caligrafica, desenvolvi uma identidade elegante, dentro da rea gourmet.Por fim acrescentei uma ilustrao de uma sardinha composta por latas de conserva como fossem escamas.

  • Art is like masturbation. It is self-ish and introverted and done for you and you alone. Design is like sex. There is someone else involved, their needs are just as important as your