“UM PANORAMA GERAL DA CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA”

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Este trabalho tem como objetivo elaborar um panorama geral sobre a convergência midiática e seus desdobramentos, tais como o impacto nas empresas e no público, as formas de apropriação das novas tecnologias. Os desafios e as possibilidades das narrativas transmidiáticas também são abordadas. Como principal suporte teórico foi usado o livro Cultura da Convergência, do professor de Estudos de Mídia Comparada da MIT (Massachussets Institute of Technology), Henry Jenkins.

Text of “UM PANORAMA GERAL DA CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA”

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTES E COMUNICAO SOCIALCURSO DE ESTUDOS DE MDIA RODRIGO GALHANO TOURINHO REISUM PANORAMA GERAL DA CONVERGNCIAMIDITICANiteri, RJ 2009

2. RODRIGO GALHANO TOURINHO REISUm panorama geral da convergncia miditica Dissertao apresentada ao departamento de Estudos de Mdia da Universidade Federal Fluminense, como requisito para obteno do ttulo de Bacharel em Estudos de Mdia.Orientador: Prof. Dr. Jos Maurcio Saldanha AlvarezNiteri, RJ 2009 II 3. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSEINSTITUTO DE ARTES E COMUNICAO SOCIALDEPARTAMENTO DE ESTUDOS CULTURAIS E MDIACURSO DE ESTUDOS DE MDIAAta de Defesa de Trabalho de Concluso de Curso (TCC)Em ______ de _________________ de _________, reuniu-se, no Instituto de Artes eComunicao Social, a Banca Examinadora designada para avaliar o Trabalho de Concluso doCurso de Graduao em Estudos de Mdia do(a) aluno(a)______________________________________________________________________,matrcula UFF _______________________, sob o ttulo__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________. Aps a argio, aBanca, em sesso secreta, decidiu-se pela ______________________ do Trabalho, com a nota ___________________, emitindo o seguinte parecer:__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.Niteri, __________ de ___________________ de __________.Banca Examinadora: 1 Professor Orientador: _________________________________________________2 Professor Examinador: ________________________________________________ 3 Professor Examinador: ________________________________________________ 4. AgradecimentosGostaria de agradecer aos meus pais, Roselyne e Ricardo, que sempre me apoiaram,desde o maternal at o ltimo dia na faculdade, no importando quais tipos dedificuldades apareciam nas nossas vidas.A agradecer tambm meu irmo, minha av Marina, que me ajudava a fazer meusdeveres de casa quando era pequeno e tambm minha av Vera, que sempre meincentivou a estudar.Aos meus tios (todos eles, que so muitos) em especial ao meu tio Ronaldo, que mebuscava no colgio quando era pequeno, e tambm a minha tia Tamy, que me ajudoumuitas vezes quando o assunto era matemtica. A minha namorada, Nathalia, a quemamo muito e sempre ficava me cobrando de comear logo e podeis de terminar logo aminha monografia.Aos professores Afonso de Albuquerque, Jos Maurcio e a Ariane Holzbach porfazerem parte da minha banca, mas em especial a Ariane, por ter me dado aoportunidade de participar de um projeto to legal quando o Clipestesia e por ter medado vrias dicas importantes ao longo de faculdade.Aos meus avs, in memorian, Roberto e Aldensio, que infelizmente no puderamtestemunhar minha formatura na faculdade, um sonho de ambos, mas que de algumaforma esto vendo isso. IV 5. ResumoEste trabalho tem como objetivo elaborar um panorama geral sobre a convergnciamiditica e seus desdobramentos, tais como o impacto nas empresas e no pblico, asformas de apropriao das novas tecnologias. Os desafios e as possibilidades dasnarrativas transmiditicas tambm so abordadas. Como principal suporte terico foiusado o livro Cultura da Convergncia, do professor de Estudos de Mdia Comparadada MIT (Massachussets Institute of Technology), Henry Jenkins.Palavras-chaves: Convergncia Miditica, Narrativa Transmiditica, ConvergnciaTecnolgicaV 6. AbstractThe main objective os this research its to offer a main view about media convergenceand its unfoldings, like the impact in the companies and in the public, the ways ofappropriation of new technologies. The challenges and the possibilities of thetransmedia narratives are also mentioned. As main theoretical it was used the bookConvergence Culture, of Compared Media Studies teacher from MIT (MassachussetsInstitute of Technology), Henry Jenkins.Keywords: Media Convergence, Narrative Transmedia, Technological Convergence VI 7. SumrioIntroduo.................................................................................... pg. 81.Convergncia Miditica............................................................. pg. 102. Anlises .................................................................................... pg. 152.1. Revoluo na Indstria da Msica ................................. pg. 152.2.1. Alm da tela da TV ..................................................... pg. 192.2.2 Pokmon, Convergncia e a Cultura do Conhecimento.pg. 252.3. Matrix antes, durante e depois do cinema ...................... pg. 26 4. Concluso ................................................................................ pg. 31Obras CitadasObras Consultadas VII 8. Introduo A idia de ter como tema da minha monografia a Convergncia Miditica veioquase que por acaso. At dezembro de 2008 eu estava pensando em desenvolver o temaMigrao da TV para a internet, que de certa forma j tocava um pouco no assunto deconvergncia miditica, mas s abracei esse tema mesmo quando encontrei um livrocom um Iphone na capa, em destaque numa livraria. Eu achei que fosse algum livrotcnico, que falasse de Tecnologia da Informao ou coisa parecida, mas mesmo assimresolvi dar uma folheada nele, e como valeu a pena! Para comear o autor era um homem chamado Henry Jenkins (o qual nuncatinha ouvido falar), professor de Estudos de Mdia Comparada, da renomada MIT Massachussets Institute of Technology. Fiquei imaginando se esse curso era um irmoestrangeiro do meu curso de Estudos de Mdia. Pronto, j estava completamenteinteressado no contedo daquele livro. Comecei a ler a introduo e tive certeza de quetinha que lev-lo para casa, e foi o que eu fiz. Depois que acabei de ler a introduo jtinha certeza que teria que falar sobre convergncia miditica no meu trabalho deconcluso de curso porque fiquei muito interessado pelo assunto que o livro de HenryJenkins abordava. Jenkins usava exemplos bem prximos a mim, exemplos que pode-se at chamarde exemplos pop. Programas como Survivor, Pokmon, American Idol, e filmes comoMatrix e Star Wars e os livros de Harry Potter caram como uma luva para entender asmudanas que esto ocorrendo graas convergncia miditica. No momento essefenmeno ainda est muito ligado a rea do entretenimento, como se pode ver pelos 8 9. exemplos citados, mas quem sabe o que o futuro no reserva? Por exemplo, nas ltimaseleies presidenciais norte-americanas, a equipe do ento candidato Barack Obama1criou perfis em sites de relacionamento como o Facebook2 e divulgou suas mensagensatravs do site de vdeos Youtube3 e do Twitter4 todas ferramentas gratuitas que estodisponveis na web e que so amplamente usadas por pessoas comuns. E do mesmojeito que os candidatos usaram essas ferramentas a seu favor o povo tambm as usou,seja para expressar seu apoio ou descontentamento com eles, atravs de textos em blogs,protestos em forma de fotos editadas com photoshop5 ou em forma de comunidades noFacebook ou vdeos amadores hospedados em diversos sites na internet e esses so salguns exemplos do que foi feito. impressionante lembramos que h poucas eleies atrs as equipes decomunicao de um candidato tinham que se preocupar quase que exclusivamente coma propaganda poltica na televiso, e em menor escalar, no rdio. No que a televisotenha perdido seu papel de destaque na comunicao entre candidato e eleitor, masagora h meios diferentes de se fazer essa comunicao e elas no so to passivascomo na TV, onde praticamente apenas um lado tem voz.Neste meu trabalho tento oferecer ao leitor um panorama geral sobre aConvergncia Miditica, o que ela e como ela j est presente em nossas vidas,mesmo sem muitas vezes nos darmos conta, como ela est mudando e/ou abrindo novaspossibilidades em termos de produo miditica, tanto para as pessoas comuns quantopara as grandes empresas de comunicao. Procuro fazer isso atravs de exemplosextrados do livro de Jenkins e de outros exemplos os quais comecei a pensar enquantolia seu livro, A Cultura da Convergncia(2008). A parte em que eu abordo o seriadoLost j tinha sido trabalhada na disciplina de Fico Seriada. Com as reflexes feitasdurante a leitura do j citado livro eu revisei e ampliei o trabalho que eu tinha feito paraesta disciplina.1Ele (Obama) usou o Twitter, o Youtube, publicidade em jogos e coisas que ningum havia se arriscadoantes, e soube aproveitar esta oportunidade. TEIXEIRA, Paulo Rodrigo. Mudar? Sim voc pode.2Site de relacionamentos similar ao Orkut: http://www.facebook.com/3Site para hospedagem gratuita de vdeos: http://www.youtube.com/4Site que permite a troca de mensagens at 140 caracteres: http://twitter.com/5Software para edio de imagens9 10. Captulo I Convergncia MiditicaTodos os dias somos testemunhas do fenmeno da convergncia miditica. Nos nibus,com uma rpida olhada, podemos observar vrias pessoas com fones de ouvidoconectados aos seus players de Mp3, Mp4, Mp5 e Ipods, ouvindo msicas, vendo fotos,lendo e-books, trocando arquivos via Bluetooth6 durante a viagem de ida ao trabalho ouescola e de volta para casa.Nas ruas vemos pessoas usando celulares com GPS7, alm de os usarem comocmera filmadora e fotogrfica, videogame, televiso (esta ltima ainda um poucodifcil de ser ver no Brasil), navegador de internet, envio e recebimento de mensagensde texto, agenda e, vez ou outra, at como telefone mvel! E isso tudo sem falar doIphone, o mais recente queridinho da era digital, o smbolo mximo (ao menos atagora) da Convergncia Miditica.Mas o que a Convergncia Miditica? Temos basicamente duas formas deentenderm