Click here to load reader

Marketing farmacêutico e-strategy

  • View
    787

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

É indispensável termos uma estratégia de Marketing Digital no sector da saúde

Text of Marketing farmacêutico e-strategy

  • 1. interactividadePaulo Moraise-StrategyManaging Partner da T-EvolutionMarketing Consultant da JRS Pharmarketinguma vantagem competitivaPharmagazine | edio n13 | 2011 rcmpharma.com | created and owned by JRS PharmarketingEditorialDisfagia Grave MARMkt & Vendas Mitos Recursos Humanos Laboratrio de Tentaes Sade Read My BrainSem Comentrios

2. Toda a gente fala de Internet e de ferramentas WEB 2.0; todos querem estar presentes mas, na verdade, preciso perceber por que devemos ter a nossa Marca no ambiente digital. As vantagens so evidentes em alguns tpicos; porm, devo desde j dizer que as vantagens muitas vezespercepcionadas so enganadoras, ou seja, se no tivermos uma estratgia digital (e-strategy) implementada,as vantagens so poucas ou nenhumas.Pharmagazine | edio n13 | 2011rcmpharma.com | created and owned by JRS PharmarketingEditorialDisfagia Grave MARMkt & Vendas MitosRecursos Humanos Laboratrio de Tentaes Sade Read My BrainSem Comentrios 3. 1 Uma das principais vantagens da utilizao de meios digitais a reduo de custos em Marketing & Comunicao verdade que uma pequena empresa poder Sem medir e sem analisar resultados, ter uma aco digital com um ROI (Return Onimpossvel concluir que o investimento em Investment) muito elevado; porm, tambm Marketing Digital inferior a outro tipo de verdade que grande parte das empresas utilizainvestimento. O valor (benefcios custos) de estes meios sem qualquer gesto de performance um site desaproveitado pode ser mais reduzido (atribuio de KPIs) e sem definir metas, o que do que um anncio de televiso, e isso que faz com que seja difcil perceber de que forma deve ser rigorosamente controlado. Devemos que estes custos so efectivamente reduzidos.evitar restringir as anlises ao custo. O valor Se analisarmos apenas pela perspectiva da(efectivo e percebido) um indicador essencial produo, obviamente que criar um site podepara se poder tirar concluses. ser relativamente barato, e seguramente mais barato do que um anncio de televiso. PareceSe no queremos ser mais um, importante tambm bvio que a Internet poder reduzir perceber que, para tirar proveito deste tipoDiversos autores defendem que a Internet e ascustos; porm, se no tivermos uma estratgiade canais de comunicao, indispensvelferramentas WEB 2.0 criaram a possibilidadedefinida e implementada, a Internet poder ter investir bastante (nem que seja tempo), e essede as empresas competirem de igual paraum custo elevado visto que o ROI no sequerinvestimento deve ser contnuo. O ambienteigual, independentemente da sua dimenso.calculado. online demasiado dinmico para a presenada nossa Marca ser esttica.Pharmagazine | edio n13 | 2011rcmpharma.com | created and owned by JRS PharmarketingEditorialDisfagia Grave MAR Mkt & Vendas MitosRecursos Humanos Laboratrio de Tentaes SadeRead My BrainSem Comentrios 4. O servio WEBMD um exemplo prticode como os mdicos se podem conectar comentidades (hospitais, seguradoras, fornecedores,etc.) ou mesmo com outros mdicos de todoo mundo. Tendo este servio noo de que,quando foi lanado, havia uma ameaaassociada tecnologia, foram mais longe aooferecerem ao mdico um computador durantea subscrio do servio. Para alm dos mdicos,o utente tambm tem ao seu alcance uma basede dados de profissionais de sade disponveispara resolver os seus problemas (fisicamente,por consulta, ou virtualmente). Em Portugal, 2o Mybubble (a dar os primeiros passos) aplataforma ideal para esse aproveitamento.Uma estratgia online pode ampliar o pblico daempresa local, nacional ou internacionalmenteEsta uma das vantagens evidentes da penetrao no mercado digital. A proximidadee a rede possibilitam-nos estar em contacto com stakeholders de todo o mundo.H quem defenda que o local passou a nacional, e o nacional a global.Pharmagazine | edio n13 | 2011rcmpharma.com | created and owned by JRS PharmarketingEditorialDisfagia Grave MAR Mkt & Vendas MitosRecursos Humanos Laboratrio de Tentaes SadeRead My BrainSem Comentrios 5. 3 e-Strategy contribui Um folheto, uma brochura ou outro material tradicional impossibilitam-nos de fazer os ajustes necessrios em tempo real. Com uma e-strategy, estamospara o Marketing Interno a desenvolver e a qualificar processos que melhoram a nossa capacidade de reaco e comunicao com determinado pblico-alvo. Por fim, existem duas reas que esto em crescente no Marketing Digital: a formao (e-learning) e o recrutamento (e-recruit). Atravs de uma estratgiaDe facto, as empresas podem e devem tirar partido da tecnologia e do digital eficaz podemos oferecer formao constante aos nossos colaboradores,ambiente online para melhorarem processos, nomeadamente no que diz para os manter motivados e em constante actualizao. Deixar profissionaisrespeito partilha de informao. comum que um novo profissionalsem formao durante muito tempo, nos dias de hoje, fragilizar a estruturachegue a uma empresa e no consiga ficar a par de tudo o que se faz, empresarial.partilha ou desenvolve. Uma Intranet (acesso restrito a uma empresa)ou mesmo uma Extranet (uma intranet com acesso via WEB) seromuito teis para criar uma plataforma de informao, interaco erelacionamento entre os membros de uma equipa, independentementede ser uma grande, mdia ou pequena empresa. Termos a possibilidadede ter a informao organizada um privilgio e facilita bastante osprocessos de investigao, desenvolvimento, comunicao e produo.Ainda dentro deste item, importa realar a facilidade com que podemosactualizar contedo, ou seja, a empresa tornar-se- mais flexvel. Porexemplo, se um laboratrio desenvolve o seu site dirigido populaomdica com contedo que valorizado por esse segmento de mercado,rapidamente poder fornecer informaes em primeira mo e fazer asalteraes e adaptaes que forem necessrias, em tempo real.Pharmagazine | edio n13 | 2011 rcmpharma.com | created and owned by JRS PharmarketingEditorialDisfagia Grave MAR Mkt & Vendas MitosRecursos Humanos Laboratrio de Tentaes Sade Read My BrainSem Comentrios 6. 4 A e-strategy permite-nosanalisar o perfil do pblico-alvoA e-strategy ajuda a ampliara reforar a identidadede uma Marca Antes de querermos reforar a identidade de uma Marca, temos de5 perceber que a Internet no um mercado de massas. Se trabalhar para um laboratrio que se dedica a diversas reas da especialidade, no ambiente digital vou ter definir estratgias em funo dessas reas de especialidade. Se na visita mdica segmentamos os especialistas queCom uma cultura vocacionada para a componente analtica, conseguimos vamos visitar, na WEB temos de segmentar exactamente da mesmaobter e conhecer informao sobre o nosso pblico-alvo. Por exemplo, forma. H contedos que interessam a determinado pblico-alvo, masatravs do envio de uma simples newsletter digital, conseguimosque no interessam a outro; logo, temos de ser rigorosos nos processosperceber quem clicou, onde clicou, quando clicou e onde se encontrade segmentao e targeting.nessa altura. Se algum clicar no contedo relacionado com um eventoque estou a promover, de imediato posso activar uma chamada de voz Desta forma, conseguimos reforar a identidade da nossa Marca junto deautomtica onde se ouve um convite do chairman para o evento. Toda nichos de mercado com uma comunicao direccionada e personalizada.esta sincronizao multicanal ajuda a fortalecer relacionamentos e a No vale a pena acreditar que na Internet podemos disparar em todasreforar a imagem de uma Marca, seja em que sector for.as direces.Conhecer o nosso pblico-alvo permite-nos definir estratgias decomunicao em funo dos seus desejos e necessidades. Um activomuito valioso.Pharmagazine | edio n13 | 2011 rcmpharma.com | created and owned by JRS PharmarketingEditorialDisfagia Grave MAR Mkt & Vendas MitosRecursos Humanos Laboratrio de Tentaes Sade Read My BrainSem Comentrios 7. Acessibilidade 24h/dia, 7 dias/semana Diversos estudos mostram que a populao em geral (incluindo a classe mdica) prefere navegar na Internet maioritariamente em horrio ps-laboral. Acontece6 que, a essa hora, o centro de atendimento est fechado, ou seja, se o profissional de sade ou o utente procuram determinada resposta, podem no conseguir encontrar. Considero a questo do acesso uma vantagem, mas, se no for bem trabalhado rapidamente, torna-se numa ameaa perigosa. Pode ser uma vantagem porque, pela primeira vez, temos a possibilidade de estar em contacto com o nosso pblico-alvo durante todo o dia, o que significa que temos de preparar os nossos momentos da verdade (pontos de encontro com o pblico-alvo) para tirar proveito dessa realidade. Se o utilizador interage connosco quando lhe convm, est mais predisposto a receber a nossa mensagem. Quando desenvolvemos um portal, temos de ter noo que as pessoas vo navegar conforme as suas necessidades e disponibilidade. Se tiverem alguma dvida, querem ver essa dvida esclarecida, caso contrrio partem para outro lado. Solues simples como as FAQ (Frequently Asked Questions) ou motores de busca internos podem ajudar o utilizador a obter a informao que procura.Pharmagazine | edio n13 | 2011rcmpharma.com | created and owned by JRS PharmarketingEditorialDisfagia Grave MAR Mkt & VendasMitosRecursos Humanos Laboratrio de Tentaes Sade Read My BrainSem Comentrios 8. 7 ComunicaobidireccionalSe a informao est espalhada pelo mundo,e se ilimitada, vamos ter de nos adaptar eprocurar outras formas de diferenciao paraacrescentar valor ao contacto pessoal. preciso definir objectivos. Em primeiro lugar,importa perceber o que na verdade interessa.De facto, um activo valioso para uma estratgia Interessa que o mdico receba a informao,digital na Indstria Farmacutica tentarseja de que forma for, ou interessa fazer umadespertar o interesse do mdico ao ponto quevisita a todo o custo (relacionamento)?ele solicite uma visita mdica. Pode parecerdemasiado irrealista, mas os paradigmasSe o que interessa for fazer chegar a informaovo mudar. Os novos mdicos tm acesso ao mdico, devemos facilitar o acesso a essainforma