1231694430 Apresentacao Gestao Stocks

  • View
    146

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of 1231694430 Apresentacao Gestao Stocks

Gesto de Stocks

Gesto de StocksOs Stocks: - definio de gesto econmica dos stocks - noo de stock - nomenclatura- designao e codificao - tipos de stock - funes dos stocks

Gesto de StocksObjectivos Especficos: - reconhecer a importncia da gesto dos stocks - identificar o que um stock - reconhecer a designao e codificao dos stocks - identificar os vrios tipos de stock - identificar as funes dos stocks

Gesto de StocksDefinio de Gesto dos Stocks-

Gesto econmica de stocks Gesto administrativa de stocks Gesto fsica de stocks

-

-

Gesto de StocksGesto Econmica de Stocks: Conjunto de operaes que permite, aps conhecer a evoluo dos stocks que se verificou na empresa, formular previses da evoluo destes e tomar decises de quando e quanto encomendar com a finalidade de conseguir a melhor qualidade de servio ao mnimo custo

Gesto de StocksGesto Econmica dos StocksAps Procura CONHECER FORMULAR - evoluo dos stocks - previses dos consumos

Para

TOMAR DECISES

quando quanto

encomendar

E

CONSEGUIR

melhorar a qualidade de servio mnimo custo

Gesto de StocksGesto Econmica dos Stocks Permite: O que comprar Quando comprar Quanto comprar

Determinar

Gesto de StocksGesto Administrativa de Stocks Definio de regras e suportes documentais para o controlo administrativo (inventrio permanente) e contabilstico dos stocks

Gesto de StocksGesto Fsica de Stocks A Gesto fsica ou material de stocks aborda as questes relacionadas com a localizao e implementao dos armazns, assim como os princpios e mtodos de armazenagem, tendo em vista uma movimentao fcil, segura e econmica dos stocks

Gesto de StocksEsquema:Encomendas Expedio Gesto de Stocks Contabilidade Contas a pagar Compras Recepo

Gesto de StocksNOO DE STOCK

o conjunto de unidades de cada artigo que constitui determinada reserva aguardando satisfazer uma futura necessidade de consumoPor exemplo: 100 litros de gua destilada, 2500 caixas de lpis, 30 kilogramas de aucar, etc

Gesto de StocksPor exemplo:-

-

-

Para o gestor de stocks o consumo de 3 kg de arroz, verifica-se quando estes saem, do armazm. Para o cozinheiro, o consumo dos 3 kg de arroz verifica-se quando ele confecciona uma refeio. Para o cliente do restaurante, o consumo do arroz, verifica-se quando ele ingere uma refeio confeccionada com arroz.

Gesto de StocksO conjunto de todos os artigos, constitui o STOCK GLOBAL da empresa. Por exemplo: - 120 caixas de dossiers - 1250 caixas de lpis - 450 caixas de borrachas - 986 caixas de canetas - etc

Gesto de StocksConsumo Refere-se sada de unidades de um artigo de armazm ou sua utilizao final. Verifica-se quando algumas ou todas as unidades de um artigo saem do armazm. Ou Verifica-se quando satisfaz a necessidade que o levou a sair do armazm.

Gesto de StocksNomenclatura designao e codificao Antes de descrever os tipos de stock que existem em armazm, convm fazer a identificao dos artigos existentes em stock, ou seja conhecer um por um os artigos existentes em armazm.

Gesto de StocksOs elementos que identificam os artigosem armazm designam-se por nomenclatura, ou seja, um conjunto de termos que definem com preciso os artigos consumidos pela empresa, convenientemente registados e ordenados segundo critrios adequados. Portanto, a nomenclatura engloba a designao e a codificao.

Gesto de StocksDesignaoServe para identificar o produto atravs de uma descrio convencionada no mbito da linguagem falado a escrita. Essa descrio deve ser desenvolvida a partir do geral para o particular, isto , comeando pela caracterizao mais global para a mais especfica do artigo ou produto. Por exemplo: Parafuso de ao cabea sextavada, de 10 mm.

Gesto de StocksCodificao O Cdigo constitui uma simplificao complementar da designao e tem por finalidade, atravs de smbolos (numrico, alfabtico, etc), identificar de forma abreviada cada artigo. O Cdigo tambm se deve desenvolver do geral para o particular, por forma a que os ltimos elementos sejam aqueles que identificam e precisam o artigo.

Gesto de StocksAo primeiro conjunto de smbolos que estabelece a primeira diviso ou famlia designa-se classe e a sua articulao constitui a primeira fase da codificao, que assim toma o nome de classificao. Objectivo aproximar artigos semelhantes e separar os distintos.

Gesto de StocksActualmente, a leitura ptica facilitou bastante este trabalho. Assim, o cdigo de barras (standard do fabricante ou criado por equipamento prprio) evita a digitalizao do cdigo e a sua leitura interpretativa.

Gesto de StocksTipos de Stock Stock normal agrupa todos os artigos consumidos de modo mais ou menos regular: stock activo artigos que no armazm ocupam o espao dos equipamentos de arrumao ( estantes, caixas, etc) de onde so retirados para satisfao imediata das necessidades correntes dos utilizadores. stock de reserva constitui as existncias do stock normal que no tm espao no local destinado ao stock activo.

Gesto de StocksStock de segurana ou de proteco parte do stock global destinado a tentar prevenir rupturas de material, provenientes de: - eventuais excessos de consumo em relao aos previstos; - aumentos de prazo de entrega em relao aos que tinham sido acordados; - rejeies de material na sua recepo; - falta de material por deteriorao, roubos, etc.

Gesto de StocksStock afectado parte do stock global que se encontra destinado a fins especficos.Exemplo quando um artigo, embora constitua consumo de vrios servios, fundamental para o consumo de um deles e est a escassear, por vezes reserva-se parte do seu quantitativo retirandoa do stock normal onde fisicamente se encontra.

Stock global toda a existncia fsica de determinado artigo num dado momento, que igual soma dos stocks: normal, de segurana e afectado

Gesto de StocksOutros tipos de stock: Stock mximo valor mximo atingido pelo stock normal. Stock mnimo valor mnimo atingido pelo stock normal. Este stock calculado para determinados materiais, que se destinam a garantir a existncia de uma quantidade mnima. Stock mdio valor mdio das existncias em determinado perodo de tempo.

Gesto de StocksStock em trnsito aquele que entra no armazm por um perodo de tempo limitado. Stock de recuperados constitudo por artigos que foram devolvidos ao armazm, por no se encontrarem em boas condies de utilizao e, entretanto, tornados aptos para a utilizao.

Gesto de StocksRelativamente ao processo de produtivo os stocks podem classificar-se em: 1. Produtos de comercializao produtos adquiridos aos fornecedores destinados venda. 2. Produtos de consumo produtos adquiridos aos fornecedores para consumo interno da organizao.

Gesto de Stocks3. Matrias-primas ou componentes artigos que se incorporam no produto final. 4. Materiais auxiliares materiais que se destinam fabricao mas que no se incorporam na produo. 5. Materiais de conservao, peas e acessrios. 6. Ferramentas. 7. Embalagens. 8. Produtos finais (produtos acabados).

Gesto de StocksAs funes dos stocksquando decidegestor

encomendar quanto

fornecedor armazm quando Entrega quanto decidido pelo gestor consome de acordo com as suas necessidades utilizador

Gesto de StocksImaginemos que temos um reservatrio de gua que algum est encarregado de encher o fornecedor e destinado a abastecer o consumo de gua de certa famlia o utilizador. Se este consumo fosse constante, o responsvel pelo funcionamento do reservatrio o gestor no teria mais do que dar ordem ao fornecedor para que procedesse a um abastecimento de uma certa quantidade de gua com uma cadncia igual do consumo, isto , para um consumo de 1500litros/semana, ele forneceria todas as semanas 1500 litros.

Gesto de StocksNo entanto, os consumos s excepcionalmente que so regulares.

o gestor obrigado a estudar, em funo do consumo, qual o nvel ou stock de gua mais conveniente que deve manter no reservatrio, ou seja, que quantidades de gua deve mandar abastecer e em que perodos de tempo.

Gesto de StocksObjectivo no ter gua de mais, o que seria um desperdcio (sobredimensionamento do stock),nem de menos, o que ocasionaria faltas de gua (ruptura do stock). A funo deste stock de gua no reservatrio (armazm) a de constituir um amortecedor entre o consumo ( ou as vendas) e os fornecimentos.

Gesto de StocksOs stocks desempenham o papel de amortecedores entre as compras e as vendas, entre as compras e a produo, nas diferentes fases da produo, e tambm entre a produo e as vendas. O stock til porque nos defende da escassez, procurando providenciar as faltas que podero ocorrer nos diferentes ritmos de necessidade de compra e produo, nas fases de produo, de consumo ou vendas.

Gesto de StocksStock til tambm porque:-

Pode ser vantajoso constituir stocks com uma finalidade especulativa, isto , comprar quando os preos esto mais baixos para revender ou utilizar quando os preos subirem. Evita compras frequentes de pequenas quantidades, o que incmodo, oneroso e at, por vezes, impossvel de efectuar dada a eventual indisponibilidade do fornecedor para tais entregas.

-

Gesto de Stocks-

A compra em grandes quantidades pode proporcionar redues de preo compensadoras do custo de armazm agora acrescido.

A utilidade dos stocks tem como contrapartida os seus custos, que se subdividem em custo de compra e custo de armazenagem. Estes custos so importantes e o seu somatrio corresponde ao custo total de aprovisionamento.

Gesto de StocksA Problemtica da Gesto de Stocks Produo Quatro tipos de Stocks: - stocks necessrios fabricao: matrias-primas, prottipos, peas intermdias fabricadas pela empresa,etc; - as peas de substituio para o parque de mquinas, ferramentas especiais, ferramentas e materiais consumveis, pro