A Teoria da Relatividade A Teoria da Relatividade Geral, por Einstein 1905 Criação da Teoria da Relatividade Especial, trata o movimento uniforme 1916

  • View
    220

  • Download
    6

Embed Size (px)

Transcript

  • A Teoria da Relatividade

  • A Teoria da Relatividade Geral, por Einstein

  • Afirma que o espao-tempo tem uma estrutura quadridimensional.

    A curvatura determinada pela presena de matria.

    A gravitao manifesta-se enquanto curvatura do espao-tempo e no como uma fora entre duas massas

    O que defende?

  • Origem da Teoria: duas situaes-problema

  • Postulados

  • Disfuno dos raios luminosos pela gravidade

    Um raio luminoso, que sofresse a aco da gravidade, seria deflectido

    Previso feita pelo Princpio de Equivalncia

    A distino entre um compartimento acelerado e um compartimento com velocidade nula ou constante impossvel

  • Massa e energia

    Aspecto mais conhecido na Teoria da Relatividade

    Equao E=MXC2 Pode ser usada para calcular a energia potencial armazenada no ncleo dos tomos

  • Matria e radiao

    Sc. XX: os fsicos concluem que para cada partcula existe uma anti-partcula

    Quando se encontram, transformam-se em radiao

  • Filosofia e a Teoria da Relatividade

    Positivismo:Concepo que vigorava na Idade Moderna, representada por August Comte. Afirmava que o conhecimento cientfico tinha trs fases: a abstraco, o uso rudimentar da cincia e o Estado Positivo

    Relativismo:Abordagem cientfico-filosfica que admite a impossibilidade do conhecimento absoluto e defende que o conhecimento varia segundo o tempo, o meio e o sujeito que conhece.

  • A Teoria da Relatividade e a Cultura

    Cubismo: vanguarda cultural contempornea do expressionismo, que surge em Paris, no ano de 1908.

    Movimento cubista: Fase czaniana Fase analtica Cubismo sinttico

  • Cubismo analtico: Decomposio dos motivos em planos articulao de pequenos slidos geomtricos Eliminao dos acessrios e monocromatismo em azuis, cinzentos e castanhos Separao figurativa dos objectos e a sua realidade natural

  • Quadro As Meninas de Avinho de PicassoAs meninas so mostradas em todos os seus ngulos e em diferentes tempos (o objecto figurado destrudo)

    A interpretao (a verdade) depende do tempo, do meio e do sujeito que a faz.INTERPRETAES SUBJECTIVAS E RELATIVAS

  • A Teoria da Psicanlise

  • Teoria da Psicanlise, por Freud

    Tem origem no tratamento da histeria: a CURA PELA PALAVRA, por Breuer

    Associao de palavras que leva a recordaes reprimidas e liberta os pacientes dos sintomasLevou HIPNOSE, por FreudExplorao do inconsciente, estado parecido do sono parcial, induzido por palavras/actos, alteraes no estado de conscincia, memria, controlo psicomotor

  • Primeira Tpica

    INCONSCIENTE

    PR-CONSCIENTE

    CONSCIENTE

  • Segunda Tpica

    ID

    EGO

    SUPER-EGO

  • Pulso:

    Subjacente estrutura do aparelho psquicoFreud d uma especial importncia s pulses sexuais e agressivas

  • Conflito intra-psquico

    Entre o Id e o Superego, ou seja, entre os dois extremos do aparelho intra-psquicoAcontece quando o Superego pressionado em demasia

  • A Teoria do Desenvolvimento Psicossexual

    Freud considerava que at um recm-nascido tinha pulses sexuais. As pulses sexuais eram as carncias orgnicas que o direccionavam para a acoTinha cinco estdios: oral, anal, flico, latente, genital

  • Crticas Psicanlise

    Mtodo de recolha de dadosLimitaes do mtodo

  • A Teoria da Psicanlise e a Cultura

    Surrealismo: Estreita ligao ao pensamento freudianoExpresso do inconsciente, do sonho, do desejo

  • Concluso A Crise de Valores

    A Teoria da Relatividade destruiu as mais slidas bases da Fsica, ao negar o absolutismo do espao e do tempo. 2+2=4 deixou de ser uma verdade inquestionvel.A Psicanlise veio dizer ao mundo que o ser humano no era de perto to racional como se pensava e que at um recm-nascido j tinha pulses sexuais.Foram duas revolues extraordinrias na cincia, na cultura e na sociedade.

    *