Aw portuguese 2013 1008

  • View
    221

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Adventist World Portuguese

Text of Aw portuguese 2013 1008

  • r g o I n t e r n a c i o n a l d o s A d v e n t i s t a s d o S t i m o D i a

    Agosto 2013

    Dois Missionrios,Mundos Parte12 Incredulidade

    e Engano25 Nomes,

    Nomes, Nomes26

    r g o I n t e r n a c i o n a l d o s A d v e n t i s t a s d o S t i m o D i a

    o

    O que grandes lderes de negcios na Rssia me ensinaram sobre sucesso

  • Adventist World (ISSN 1557-5519) editada 12 vezes por ano, na primeira quinta-feira do ms, pela Review and Herald Publishing Association. Copyright (c) 2005. V. 9, N 8, Agosto de 2013.

    www.adventistworld.orgOnline: disponvel em 13 idiomas

    Traduo: Sonete Magalhes Costa

    3 N O T C I A S D O M U N D O 3 Notcias Breves 6 Notcia Especial

    A R T I G O D E C A P A

    16 7 Segredos para o SucessoAndrew McChesneyAlguns dos empresrios mais preeminentes da Rssia podem no saber, mas seu segredo de sucesso vem diretamente da Bblia.

    8 V I S O M U N D I A L Transformados pela Educao Ted N. C. Wilson A servio de Deus e da humanidade.

    12 V I D A A D V E N T I S T A Dois Missionrios, Mundos Parte

    Gary Tetz Pacientes so beneficiados pela misso

    mdico-missionria do White Memorial Medical Center, em hemisfrios diferentes do mundo.

    14 H I S T R I A A D V E N T I S T A As Sementes e os Princpios do Reino

    Carol Tasker O incio humilde da obra adventista no

    Sul do Pacfico.

    20 D E V O C I O N A L Yvonne Oliver L. Jacques O frgil elo entre o passado e o futuro.

    22 C R E N A S F U N D A M E N T A I S No Princpio Criou Deus Ronny Nalin Tudo comea e termina com Ele.

    25 E S P R I T O D E P R O F E C I A Incredulidade e Engano Ellen G. White Temos evidncias suficientes para alicerar

    a f crist.

    11 S A D E N O M U N D O Vegetariano ou

    Ovolactovegetariano?

    26 R E S P O S T A S A P E R G U N T A S B B L I C A S

    Nomes, Nomes, Nomes

    27 E S T U D O B B L I C O Vivendo na Incerteza

    28 T R O C A D E I D E I A S

    S E E S

    Agosto 2013

    Capa: Vista noturna da cidade de Moscou

    2 Adventist World | Agosto 2013

  • Floyd Morris fez histria no Parlamento da Jamaica quando se tornou o primeiro deficiente visual a ser nomeado presidente do Senado.

    Morris, 44 anos, muito conhe-cido nessa nao insular caribenha por defender pessoas portadoras de necessidades especiais.

    Em seu discurso durante ceri-mnia de posse no dia 17 de maio, Morris citou Miquias 6:8, o verso para memorizar da lio da Esco-la Sabatina da IASD da semana anterior: Ele mostrou a voc, homem, o que bom e o que o Se-nhor exige: pratique a justia, ame a fidelidade e ande humildemente com o seu Deus.

    Em entrevista, Morris disse que a nomeao foi uma prova da fidelidade de Deus, e que ela veio apesar dos vrios anos de incerteza sobre que direo tomar na vida.

    O que aconteceu provou para mim, mais uma vez, que meu Deus real, mencionou.

    A primeira ministra da Jamaica, Exma. Sra. Portia Simpson-Miller, disse em entrevista que sempre admirou o forte senso tico, disciplina e conduta do Senador Morris. E acrescentou: o Senado ser tremen-damente beneficiado por sua liderana, e no tenho dvida de que ele continuar a ser uma inspirao para muitos, tanto aqui na Jamaica como em todo o mundo.

    Morris apresenta um programa de rdio: Vendo por Uma Perspec-tiva Diferente, e pratica jogging com a ajuda de seu motorista. Ele se tornou o primeiro senador cego da Jamaica, em 1998.

    Ele comeou a perder a viso aos 17 anos, vtima de glaucoma, tornando-se totalmente cego seis anos mais tarde. Recebeu assistncia da Sociedade Jamaicana para Cegos onde aprendeu a ler e escrever em Braille. Desde ento, completou o bacharelado em comunicao de massa e mestrado em filosofia de governo. Atualmente, doutorando em comunicao poltica.

    Pessoas com deficincias devem se conscientizar de que vivemos em uma poca onde as oportunidades de capacitao para elas esto melho-rando muito, especialmente no contexto da Conveno da ONU sobre

    N O T C I A S D O M u N D O

    S E E S

    Aplaudidos pelo Cu

    EM DEFESA DOS DEFICIENTES: Floyd Morris o primeiro deficiente visual nomeado presidente do Senado Jamaicano.

    Fo

    to

    :

    Na

    ph

    ta

    li

    J

    uN

    io

    r/

    Ja

    ma

    ic

    a

    ob

    se

    rv

    er

    Deficiente Visual Adventista o

    Senado JamaicanoNovo Lder do

    Ela era uma das mulheres mais bem-sucedidas que conheci, porm, quase nunca tinha dinheiro para encher o tanque de combustvel do carro ou colocar alimento suficiente em sua mesa.

    Possua mente brilhante e inquiridora, mas muitos para quem ministrava, jamais captaram sua habilidade com as palavras e brincadeiras com a linguagem.

    Suas ideias podiam mergulhar profunda-mente nas coisas de Deus, explorando textos e profecias com fora e clareza. Mas pelo amor, no pela lgica, que ela lembrada.

    No me esqueo da cena de Judy cami-nhando vagarosamente em direo ao seu velho carro, todos os sbados aps o culto. Geralmente sozinha, ela comia sanduches frios e frutas, parando apenas o tempo sufi-ciente para organizar os pensamentos, antes de sair para mais uma tarde de atividades.

    Trinta minutos depois, tendo percorrido 16 quilmetros, ela comeava sua rotina sabtica. No inverno, limpava a neve da calada congelada que levava ao pequeno santurio, e acendia o fogo a leo. No vero, abria as janelas e enxotava as vespas. s trs da tarde, comeava o roteiro de visitas, levando os idosos e deficientes em seu carro, ajudando-os a subir as escadas ngremes.

    Judy era corista e professora da Escola Saba-tina. Em trs das quatro semanas do ms, Judy era tambm a pregadora. A folga era somente quando recebiam um pastor ordenado, como eu. E claro, quando acabava a Escola Sabatina ela levava todos os membros de volta para casa.

    Ms aps ms, ano aps ano, essa santa redesenhava em minha mente a imagem do que sucesso. Seu nome nunca ir render um grande donativo para os pobres, pois frequentemente ela estava entre eles. Seus ensi-namentos ou mximas jamais sero impressos em um livro de sabedoria eterna, pois, como seu Salvador, ela mesma estava representada na maioria das histrias que contava. Sucesso para Judy era fidelidade, seguir pacientemente Jesus entre os pobres, os idosos, os marginalizados. Sempre vou honr-la, como a honram as deze-

    nas de pessoas abenoadas por ela. Ao ler o artigo sobre sucesso

    na matria de capa deste ms, lembre-se de apreciar os que so aplaudidos pelo Cu como Judy.

    Agosto 2013 | Adventist World 3

  • N O T C I A S D O M u N D O

    os Direitos dos Deficientes, disse ele. E acrescenta que um dos principais objetivos deste ano parlamentar aprovar a Lei Nacional para Deficientes, a qual tem defendido desde 1998.

    Everett Brown, presidente da Igreja Adventista na Jamaica, disse que os mais de 270 mil membros no pas ficaram orgulhosos com a nomeao de Morris.

    Apesar da deficincia visual, o Senador Morris sempre demonstrou f em Deus e grande fora de vontade crist para vencer, a despeito das probabilidades. Estamos certos de que seu compromisso com os ideais cristos, associado ao seu amor pelo povo jamaicano e seu carter impecvel, o capacitaro a servir o Senado com distino, disse Brown.

    Cerca de 10% da populao da Jamaica adventista. Vrios membros ocupam cargos de destaque, tanto no governo como nos negcios. Sir Patrick Allen, membro da Igreja Adventista, o governador-geral da nao. Nigel Coke, Unio Jamaicana

    Tribunal Superior do Qunia vota sbado livre para estudantes adventistas

    O Tribunal Superior do Qunia publicou uma lei interina para as escolas pblicas isentando os alunos adventistas de assistirem aulas aos sbados, dia observado por eles como sendo o sbado bblico.

    A ordem imediata veio durante ao envolvendo a Unio Misso do Qunia contra o Ministrio da Educao e 26 escolas que no cumpriram a garantia constitucional do cidado ter o direito de praticar sua religio.

    Como lderes da Unio do Qunia

    estamos felizes e satisfeitos com o progresso da ao no tribunal, por enquanto, os lderes das instituies educacionais tero de respeitar a constituio e no podero negar aos estudantes adventistas os servios pblicos que o governo oferece a todos os quenianos, disse Samuel Makori, secretrio executivo da Unio do Qunia. Espero que o juiz julgue a nosso favor, pois estamos reivindicando o que previsto na lei de direitos em nossa constituio. Envolvemos advogados adventistas que agiram no caso com patriotismo e lealdade para com seu pas.

    Makori informou que os lderes da Igreja encaminharam o assunto justia em julho de 2012, aps o insucesso de muitos esforos diplomticos.

    Ele declarou ao jornal The Standard que vrios estudantes foram suspensos de escolas pblicas por no compa-recerem s aulas e exames realizados aos sbados. Pagamos os honorrios legais com o dinheiro da prpria igreja para que pudssemos obter justia para nossos jovens, disse mais tarde.

    Os Adventistas do Stimo Dia observam o sbado bblico do pr-do-sol de sexta-feira ao pr-do-sol de sbado.

    Steve Bina, diretor de comunicao da Diviso Centro-Leste Africana, espera que a lei seja um exemplo a ser seguido por outros pases. Ele men-cionou que estudantes adventistas em vrios outros pases da Diviso sofrem de problemas semelhantes com alguns diretores de escolas pblicas. Rede Adventista de Notcias

    Pastor Adventista eleito presidente da Sociedade Bblica Sua

    Delegados da Sociedade Bblica Sua elegeram o pastor e telogo Reto Mayer como presidente da organizao durante as reunies no dia 24 de maio, tornando-o assim o primeiro adventista a ser nomeado para a funo em 58 anos de histria da sociedade.