IV Workshop Internacional - Apresenta§£o Cassio Martinho

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

IV Workshop Internacional - Apresentação Cassio Martinho

Text of IV Workshop Internacional - Apresenta§£o Cassio Martinho

  • REDES

    CSSIO MARTINHO

    FMCSV SP - NOV / 2010

  • a) um padro de organizao constitudo de elementos autnomos que, de forma horizontal, cooperam entre si;

    b) um modo no-hierrquico de colaborao;

    c) um fenmeno organizacional, capaz de autogoverno, produzido por uma dinmica de conectividade.

    O QUE REDE

  • a) um padro de organizao constitudo de elementos autnomos que, de forma horizontal, cooperam entre si;

    b) um modo no-hierrquico de colaborao;

    c) um fenmeno organizacional, capaz de autogoverno, produzido por uma dinmica de conectividade.

    O QUE REDE

  • a) um padro de organizao constitudo de elementos autnomos que, de forma horizontal, cooperam entre si;

    b) um modo no-hierrquico de colaborao;

    c) um fenmeno organizacional, capaz de autogoverno, produzido por uma dinmica de conectividade.

    O QUE REDE

  • ORGANOGRAMAS DIFERENTES

    Pirmide Rede

  • a) um padro de organizao constitudo de elementos autnomos que, de forma horizontal, cooperam entre si;

    b) um modo no-hierrquico de colaborao;

    c) um fenmeno organizacional, capaz de autogoverno, produzido por uma dinmica de conectividade.

    O QUE REDE

  • ParticipaoVontadeAutonomiaRespeito diversidade

    ASPECTOS PERTENCIMENTO

  • Valores e objetivos compartilhadosIsonomiaInsubordinaoDesconcentrao do poderMultiliderana

    ASPECTOS ORGANIZAO

  • CoordenaoCooperaoDemocraciaComunicao

    ASPECTOS FUNCIONAMENTO

  • a) um padro de organizao constitudo de elementos autnomos que, de forma horizontal, cooperam entre si;

    b) um modo no-hierrquico de colaborao;

    c) um fenmeno organizacional, capaz de autogoverno, produzido por uma dinmica de conectividade.

    O QUE REDE

  • CONECTIVIDADE

    O PODER DAS CONEXES

  • DENSIDADE

  • 91

    14 37

  • ALM DO HORIZONTE

  • A redeinvisvel

    Joo

    Clarice

  • REDE OPERATIVA Coletivo organizado

  • REDE OPERATIVA Coletivo organizado

    REDE SOCIAL Dinmicas de colaborao espontnea

  • Dinmicade colaborao

    REDE

  • REDE OPERATIVA Coletivo organizado

    REDE SOCIAL Dinmicas de colaborao espontnea

  • Reconhecimento dos parceiros

    Criao de senso de pertencimento ou solidariedade

    Produo de fluxos de informao

    GESTO DE REDES SOCIAIS

  • A base est no relacionamento:

    Relaes e mais relaes

    Aumento da conectividade: expanso e densidade

    Fortalecimento dos vnculos

    Promoo da articulao: parcerias bi ou multilaterais

    GESTO DE REDES SOCIAIS

  • Proposio de pacto - ACIONAMENTO

    Protagonismo difuso e varivel: lideranas ad hoc

    A promoo de formas variveis de operao e organizao

    GESTO DE REDES SOCIAIS

  • REDE OPERATIVA Coletivo organizado

  • Coletivo organizado

    Fluxos, dinmicas, agenciamentos

    COMUNIDADE -REDE

    Interveno

    Interveno

    Interveno

    Interveno

  • Contato

    cassio.martinho@terra.com.br

  • EXTRAS

  • X = Y x (Y 1)

    2

    x = densidade / relacionamento potencial

    y = nmero de nodos

  • A DINMICA DA COLABORAO HORIZONTAL

  • FATO

    INFORMAO

    Exemplo Campanha de sangue

  • O FENMENO

    Fato gerador/desencadeadorConectividadeFluxo livre de informaoAmbincia de cooperaoAtribuio de relevnciaAo deliberada/autnomaPotncia (irradiao) da ao individual

  • O FENMENO

    Transitoriedade e singularidadeA fora dos laos fracosLocalizao da confianaOrganizao ad hocCoordenao (sem coordenador)

  • Construo e consolidao do pactoParticipaoCoordenaoOperao com foco no objetivoResoluo de conflitosInstrumentos de gesto e de trabalho colaborativo

    DESAFIOS DAS REDES OPERATIVAS