pcg 2012-2013

  • View
    108

  • Download
    4

Embed Size (px)

Transcript

Agrupamento Vertical de Escolas de Palmela

EB Aires

Plano da Turma

Ano: Pr - Escolar Grupo: SALA 3 Educador Titular do Grupo: Maria de Ftima do Nascimento Silva Ano Letivo: 2012-2013

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

INDCE1-PRINCPIOS ORIENTADORES DO PROJECTO CURRICULAR DE GRUPO 5

2-O QUE SE QUER FAZER E APRENDER COM O PCG NO JARDIM DE INFNCIA ? A QUEM SE DIRIGE ? E PARA QU? 6 3 - AS ORIENTAES CURRICULARES 4 -OBJECTIVOS PRIORITRIOS DO AGRUPAMENTO 5-OBJECTIVOS PRIORITRIOS DO ESTABELECIMENTO 6- A INTENCIONALIDADE na Aco Educativa 7 - AS PROIRIDADES na Aco Educativa 8 - DIAGNSTICO Caracterizao do estabelecimento 9- CARACTERIZAO DA PROBLEMTICA 10- CARACTERIZAO DO GRUPO 11- LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES 12 - METODOLOGIA 13 - ORGANIZAO DO AMBIENTE EDUCATIVO 14- FUNDAMENTOS DA OPO EDUCATIVA 15 - PREVISO DOS PROCEDIMENTOS E EFEITOS DA AVALIAO Dos processos e dos efeitos 16 - RELAO COM A FAMLIA E OUTROS PARCEIROS EDUCATIVOS 17 - COMUNICAO DOS RESULTADOS E DIVULGAO DA INFORMAO PRODUZIDA BIBLIOGRAFIA 15 17 17 18 20 22 22 23 25 32 33 34 43 45 45 48 49

Error! Bookmark not defined.

2

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

conhecer,experimentar e brincar ..com arte

3

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

Projecto Curricular de GrupoINTRODUOEducar crianas ser torn-las independentes, por forma a integrarem-se numa sociedade da tcnica e do consumo que cada vez mais necessita de pessoas ativas, criativas e informadas.

Para isso o Jardim de Infncia dever ser um local por onde comea todo o processo de Mudana da Sociedade do Futuro onde as diferentes culturas e vivncias pessoais que cada um transporta; o seu nvel etrio, os seus interesses pessoais, no podero ser esquecidos.

4

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

Os Pais/Encarregados de Educao/Comunidade Educativa devem ser uma parte integrante no desenvolvimento deste projeto. pela sua participao que se enriquecer o gosto pela Escola e a mesma desenvolver a sua qualidade pedaggica, dando resposta diferena e a diversos ritmos de aprendizagem.

O Grupo Ano Lectivo de 2012/2013

De acordo com a legislao em vigor este documento define as estratgias de concretizao e de desenvolvimento tendo como base, as orientaes curriculares para a educao prescolar, as metas de aprendizagem, o Projecto curricular do pr-escolar,os objectivos do A VEP e do PAA da Eb1/JI de Aires, adequado s caractersticas e necessidades do grupo 3 do Jardim de Infncia de Aires.

1-PRINCPIOS ORIENTADORES DO PROJECTO CURRICULAR DE GRUPO5Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

2-O QUE SE QUER FAZER E APRENDER COM O PCG NO JARDIM DE INFNCIA ? A QUEM SE DIRIGE ? E PARA QU?Pensar em currculo em educao prescolar reflectir sobre o que cada criana leva consigo.Que mais valia trouxe ao seu desenvolvimento e ao facto de ter partilhado um espao construdo a pensar nela, em contacto com outras crianas e com profissionais especializados durante um determinado tempo? Muitos tm sido os autores que se tm debruado sobre as vrias concepes de currculo no Pr-escolar. Assim alguns referem Currculo em educao pr-escolar engloba todas as situaes com as quais a criana se confronta na escola, estejam previstas ou no (Meireles Coelho 1989).....A maioria do currculos em educao pr-escolar, organiza-se em torno de actividades, situaes ldicas ou experincias proporcionadas s crianas (Ribeiro 1990)....Sequncia organizada de tarefas ou propostas de tarefas de ensino-aprendizagem tem como a utilizao de materiais, tudo decorrendo num determinado cenrio (Bairro e Vasconcelos, 1997) O Currculo considerado um ponto de apoio aco educativa dos educadores. torna-se estes em interlocutores directos,e responsveis pela gesto de currculo capaz de estruturada, intencional e sistemticamente

desenvolver

uma pedagogia integrada,

6

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

contextualiza e avaliada. Embora a nvel do discurso educativo se fale constantemente dos novos papis da escola e do docente, a verdade que esta concepo de currculo/programa continua bem instalada e muito pouco mudada nas prticas e mentalidades. Pensar no JI em termos curriculares

implica repensar essa lgica e procurar novas respostas, na sociedade actual, s questes definidoras do Currculo tendo como base as orientaes curriculares para a Educao Prescolar e as metas de aprendizagem.

CONHECER,EXPERIMENTAR E BRINCAR ..COM A ARTE

Este projeto curricular de grupo tm como tema conhecer,experimentar e brincar ..com a arte .A Educao pela Arte aparece como modelo metodolgico educacional, no com intuito de ensinar a Arte, mas utiliz-la como meio a promover a educao.

7

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

O objectivo da Arte na Educao no de modo algum, a formao de futuros artistas, mas sim o enriquecimento da criana a nvel da sua cultura geral, onde levar a um desenvolvimento no seu todo. Na educao, a Arte alm de ser uma ferramenta importante para o desenvolvimento da criana um meio de o educador poder conhecer e compreender melhor o seu aluno e ajudlo no seu percurso. Este tema foi pensado , depois de observar o grupo, as suas caractersticas, a sua faixa etria e o seu desenvolvimento global. Este tema tambm vai ao encontro de transversais. outros projectos

A escolha do tema veio de encontro s necessidades do grupo e na continuidade do ano anterior em virtude das crianas demonstrarem algumas dificuldades ao nvel da expresso artstica e coordenao motora. Atravs de actividades criativas, poderemos sensibilizar as crianas para as diferentes artes existentes e reas de contedo. utilizando-as transversalmente em todas as

8

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

necessrio ter em conta que a arte favorece o desenvolvimento total da personalidade, reunindo em harmonia a actividade intelectual, a sensibilidade e a habilidade manual. A possibilidade de mexer com vrios materiais d grande liberdade e prazer s crianas, ajudando-as a tornarem-se adultos completos e sensveis.

(...) h arte infantil, na medida em que a criana, desde muito pequena, exterioriza os seus sentimentos atravs de expresses estticas (danando contente, cantando alegremente, batendo com os ps com uma birra, exprimindo a sua zanga com uma mmica colrica. Alberto B. Sousa, Educao pelas Artes e Artes

9

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

As diferentes expresses que vamos abordar....

A Arte na Educao infantil tem um papel fundamental na construo de um indivduo crtico, fornecendo-lhe experincias que o ajude a reflectir, a desenvolver valores, sentimentos, emoes e uma viso questionadora do mundo que o rodeia. A arte plstica um dos meios que a criana encontra de exteriorizar ou de comunicar, de forma particular, o modo como observa e v o mundo que a rodeia, manipulando a matria, de forma que a criativa. criana uma sente, necessidade

compartilhar com os outros, o seu estado emocional e apresenta-se como meio de aquisio permanente de noes de realidade onde se insere. Ao expressar-se plasticamente, criana representa no s o mundo que a rodeia, as suas experincias e os seus sentimentos, como tambm representa o que imagina, o que quer ouvir, tocar, cheirar e saborear. Por isso importante a criana ter contacto com a arte plstica, para se descobrir a ela e ao mundo que a rodeia.

10

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

O gosto pela msica natural nas crianas. Elas gostam de cantar e de ouvir msica. A msica uma A linguagem universal completa.

msica um instrumento de ajuda na aprendizagem uma vez que facilita a assimilao de contedos, descontrai, desenvolve o sentido de ritmo, melhora a interaco e a confiana da criana em si mesma e amplias as suas experincias sensoriais, afectivas e intelectuais. Uma das caractersticas da msica a liberdade de criar e adaptar, mediante a qual as actividades se tornam atraentes aos olhos das crianas que buscam incansavelmente novidades, descobertas e vivncias que lhes satisfaam a curiosidade.

A dana e as tcnicas de relaxamento so as mais completas das artes, uma manifestao que utiliza como linguagem o prprio corpo em toda a sua extenso, como

11

Projecto curricular de grupo SALA 3

Jardim de Infncia Aires

Educadora Ftima Silva

2012 - 2013

Transmissor

de

sentimentos, movimentos e vivacidade.A expresso dramtica pretende alargar a experincia das crianas, para que possam desenvolver e sentido a sua sensibilidade, imaginao esttico.A dramtica completos. representao dos mais

um recurso educativo Atravs dela incentiva-se a criao e a observao; possibilita-se variados meios de expresso.; liberta-se sentimentos; desenvolve-se hbitos, atitudes e habilidades; desenvolve-se a expressividade a partir da capacidade de imaginao; aprende-se improvisar, usar a representao corporal, brincando; atravs dela incentiva-se a utilizar e coordenar a actividade motora.

Objectivos Os Objectivos Gerais, aplicam-se a conceitos e princpios, a novas situaes, so tambm abrangent