REVISTA FENEIS 27

  • View
    45

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

ANO VI N 27 Janeiro a Maro de 2006

palavra do presidente

FENEISDIRETORIA Diretor-Presidente Antnio Mrio Sousa Duarte Diretor Primeiro Vice-Presidente Marcelo Silva Lemos Diretor Segundo Vice-Presidente Antnio Carlos Cardoso Diretora Administrativa Flaviane Reis do Carmo Diretor Financeiro e de Planejamento Max Augusto Cardoso Heeren Diretora de Polticas Educacionais Marianne Rossi Stumpf DIRETORIAS REGIONAIS Rio de Janeiro RJ Diretor Regional: Walcenir Souza Lima Porto Alegre RS Diretor Regional: Wilson Miranda Diretora Regional Administrativa: Vnia Elizabeth Chiella Diretora Regional Financeira: Denise Kras Medeiros Tefilo Otoni MG Diretor Regional: Luciano de Sousa Gomes Diretora Regional Administrativa: Sueli Ferreira da Silva Diretora Regional Financeira: Rosenilda Oliveira Santos Recife PE Diretor Regional: Marcelo Batista Diretor Regional Administrativo: Benevando Magalhes Faria Diretor Regional Financeiro: Csar Augusto da Silva Machado Braslia DF Diretor Regional: Csar Nunes Nogueira Diretor Regional Financeiro: Antnio Palhares Torres Ribeiro Belo Horizonte MG Diretora Regional: Rosilene Ftima Costa Rodrigues Novaes Diretor Regional Financeiro: Antnio Campos de Abreu So Paulo SP Diretor Regional: Neivaldo Augusto Zovico Diretor Regional Financeiro: Richard Van Den Bylaardt Diretora Regional Administrativa: Neiva de Aquino Albres Curitiba Diretora Diretora Diretora PR Regional: Karin Llian Strobel Regional Administrativa: Iraci Elzinha Bampi Suzin Regional Financeira: Mrcia Eliza de Pol

Vitria da LibrasO decreto que regulamenta a Lei da Libras, assinado em dezembro pelo presidente Luiz Incio Lula da Silva, era o que faltava para que a comunidade surda brasileira retomasse a confiana e a esperana num Brasil com oportunidades para todos. Agora sim, h razes palpveis, pelo menos no campo das legislaes, para que a questo da incluso ganhe um novo discurso. Na verdade, que assuma um discurso mais voltado para a realidade do surdo: o de que no h incluso educacional para o surdo sem o reconhecimento e a prtica da Lngua Brasileira de Sinais em salas de aula. Foi essa a idia defendida pela Feneis e seus aliados no decorrer dos anos que lutamos e perseverantemente aguardamos. Com a nova regulamentao, o Governo Federal ter um ano para transformar ou criar escolas e classes bilnges. Vitria! Vitria! So os gritos que ecoam em todos os cantos do nosso pas em que se faz presente a comunidade surda. Ela est alegre e feliz pelas expectativas que nascem com o decreto. Entre as medidas previstas na regulamentao est a realizao de cursos de formao para professores das sries iniciais do ensino fundamental e a oferta de especializao no curso de Letras para os que atuam a partir da 5 srie. O decreto que regulamenta a Lei 10.432/02 torna obrigatria ainda a disciplina de Libras nos cursos de Licenciatura e de fonoaudiologia e opcional nos demais. Alm disso, as instituies sero obrigadas a ter em seus quadros um tradutor e intrprete da Libras para atuar nos processos seletivos e nas salas de aula. Nesta revista, publicamos uma matria especial sobre o assunto e tambm a ntegra do regulamento. importante que conheamos bem o documento para que possamos cobrar das autoridades competentes. A Feneis esteve presente no incio desse processo, quando diversas cidades e municpios brasileiros foram reconhecendo a Libras, e, mais tarde, na oficializao, por ocasio do Governo Fernado Henrique Cardoso. Estivemos participando ativamente dos trmites que nos levaram a essa conquista, unindo a comunidade surda em torno dessa questo, que culminou, no Governo Lula, com a regulamentao. Nossos agradecimentos aos homens e mulheres de bem deste pas, que foram sensveis nossa causa e se esforaram para que essa etapa chegasse ao fim. Lembramos, no entanto, que a misso de ver surdos bem preparados e integrados, com melhores condies de educao, e, conseqentemente, de vida e participao em nossa sociedade apenas comeou. Antonio Mrio Sousa Duarte Diretor-Presidente

Manaus AM Diretor Regional: Marlon Jorge Silva de Azevedo Diretora Regional Financeira: Waldeth Pinto Matos Fortaleza - CE Diretor Regional: Willer Cysne Prado e Vasconcelos Diretora Regional Administrativa: Andra Michiles Lemos Diretor Regional Financeiro: Joelisson Jos Maciel Ribeiro Florianpolis SC Diretor Regional: Fbio Irineu da Silva Diretora Regional Administrativa: Idavania Maria de Souza Basso Diretor Regional Financeiro: Deonsio Schmitt CONSELHO FISCAL Efetivo 1 Membro Efetivo e Presidente Jos Tadeu Raynal Rocha 2 Membro Efetivo e Secretrio Carlos Eduardo Coelho Sachetto 3 Membro Efetivo Moiss Gazal Suplentes 1 Membro Suplente Luiz Dinarte Faria 2 Membro Suplente Joslio Coelho CONSELHO DE ADMINISTRAO Carlos Alberto Ges Slvia Sabanovaite Betiza Pinto Botelho EDITORIA Conselho Editorial Walcenir Souza Lima Flvia Mazzo Rita de Cssia Madeira Ndia Mello Secom Setor de Comunicao Rita de Cssia Madeira Editora e Jornalista responsvel Ndia Mello (MT 19333) Diagramao Olga Rocha dos Santos Shirley Vilhalva Marcus Vinicius Calixto

Revista da FENEIS - 3

De surdo para surdo:Luciana Ruiz

No dia 4 de agosto de 2005 a surda Luciana Ruiz se tornou a primeira surda a se graduar como psicloga no Estado do Rio, e a terceira no pas. A deficincia no a impediu de se formar. um exemplo de esforo e perseverana. Pginas 8 e 9.

Entrevista:Antnio Mrio Sousa Duarte

Aps a conquista da Lei 10.436, de 2002, que oficializou a Lngua brasileira de Sinais, a Feneis comemora agora a regulamentao dessa Lei. Desde 2001 frente da Federao, Antnio Mrio Sousa Duarte diz que no faltaram esforos para mobilizao dos surdos, no sentido de despertar a sociedade para o reconhecimento da sua cidadania e cultura, apontando sempre para a importncia da Libras. Na entrevista abaixo, ele faz uma avaliao da caminhada at hoje e menciona conquistas, dificuldades e desafios Pginas 10 e 11

Espao Aberto:A caminhada at a regulamentao

Artigo da lingista Tanya Amara Filipe faz uma retrospectiva da caminhada dos surdos at a conquista da regulamentao da Lei que oficializou a Libras. A partir da resoluo 45/91, da Organizao das Naes Unidas, que destaca o conceito de uma Sociedade para Todos e a Declarao de Salamanca (UNESCO), de1994, ela aborda aspectos fundamentais da Libras na Educao dos Surdos, cita Leis estaduais e municipais que evidenciam a luta dos surdos em quase todos os estados do Brasil, fala do Plano Nacional de Educao e das discusses que envolveram a comunidade surda at o Decreto n 5.626/2005. Pginas 13 a 20.

Notcias RegionaisSimpsio discute comunicao com o surdo

Para discutir as dificuldades do dia-a-dia e questes ligadas incluso social e cultura surda, a Federao Nacional de Educao e Integrao dos Surdos (Feneis), por meio do Escritrio Regional de Tefilo Otoni (MG), promoveu nos dias 2 e 3 de dezembro o 5 Simpsio de Surdos. O Simpsio teve como base de discusso o tema Entendendo melhor a comunicao com surdos, teoria e prtica. Pgina 27

4 - Revista da FENEIS

CAPA:

Surdos de todo o Brasil comemoram a regulamentao da Lngua Brasileira de Sinais (Libras), que foi assinada pelo presidente Lus Incio Lula da Silva, no dia 22 de dezembro. A partir de 2007 ser matria obrigatria para estudantes dos cursos de licenciatura em pedagogia e fonoaudiologia. No dia 27 foi anunciada a regulamentao da Lei de Libras pelo ministro da Educao, Fernando Haddad.

S U M R I O

SUMRIO SUMRIOPalavra do Presidente .............................................3 Cartas .....................................................................6 Comunicando ........................................................ 7 De surdo para surdo ...............................................8 Entrevista ..............................................................10 Notcias - Nacional ..............................................12 Documento : Regulamentao da Libras ..............21 Notcias Regionais ................................................27 Endereos/ Feneis pelo Brasil................................30 Infantil ..................................................................31

Revista da FENEIS - 5

cartas do leitorNovas AmizadesMeu nome Jeane Valria e sou formada em Educao Artstica. Tenho 36 anos, sou solteira e tenho deficincia auditiva. Desejo muito fazer novas amizades com garotas e rapazes surdos oralizados e que sejam estudantes universitrios. Gostaria, se possvel, que fossem pessoas bem educadas, alegres e crists. Os interessados podem escrever para o e-mail msnoticias@feneis.org.br.

RegulamentaoVitria!!!! A Comunidade Brasileira dos Surdos est muito alegre! Isso porque foi publicado no Dirio Oficial da Unio, o Decreto n 5.626, de 22 de dezembro de 2005, que regulamenta a Lei de Libras. Eu e a diretoria da Feneis queremos dar os parabns e agradecer especialmente a professora Marlene Gotti pela luta na defesa da Lngua Brasileira de Sinais. Queremos tambm agradecer a professora Claudia Dutra, Secretaria de Educao Especial. Grato pela ateno,Antnio Campos de Abreu Conselheiro do Conade e representante da Feneis (Belo Horizonte)

Regulamentao IIA regulamentao da lei 10.436, de 24 de abril de 2002, uma vitria de todos que conhecem e lutam para mudar a realidade dos surdos brasileiros. Surdos, pais e profissionais da rea aguardavam com expectativa essa regulamentao, que certamente nos traz a esperana de um pas mais justo e digno. uma vitria de toda Comunidade Surda Brasileira, que encerrou o ano de 2005 exultante e com a perspectiva de que 2006 seja um ano de muitas conquistas e realizaes. A todos que conosco trabalharam para que este sonho se tornasse realidade, o nosso muito obrigado. (Ler Palavra do Presidente, na pg. 3)Antnio Mrio Sousa Duarte - Diretor-presidente da Feneis.

participaes pelo Brasil

Antnio Mrio (ao centro) durante reunio do CAS, em So Paulo

Na CBDS, o