Revista Algar Transforma

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Meu primeiro trabalho envolvendo fotografia e jornalismo comunitrio realizado com crianas do bairro Alvorada em Uberlndia, Minas Gerais.

Transcript

  • revistaprogramaalgar transforma

    Edio 01 | Ano 1/2010 | distribuio gratuita

  • algartransforma

    com fotografias, entrevistas e relatos produzidoscoletivamente pelos meninos e meninas do

    Programa Algar Transforma em 2010.

    programarevista

  • O Estatuto da Criana e do Adolescente garante:Art. 4o - dever da famlia, da comunidade, da sociedade em geral e do poder pblico assegurar, com absoluta prioridade, a efetivao dos direitos referentes vida, sade, alimentao, educao, ao esporte, ao lazer, profissionalizao, cultura, dignidade, ao respeito, liberdade e convivncia familiar e comunitria.

  • sumrio

    Editorial ..................................................... 06

    Olhares ...................................................... 07

    Vozes ........................................................ 24

    Trocas ....................................................... 30

    Mo na Massa ............................................... 34

    Agradecimentos ............................................ 40

    Ficha Tcnica e Crditos .................................. 41

  • editorial

    Escrever reviver histrias, conhecer nosso lugar e aprender um pouquinho sobre a gente mesmo. assim que apresentamos esta revista produzida pelos participantes do Programa Algar Transforma.

    Durante o ano de 2010, as crianas e adolescentes foram estimulados a conhecer, pensar e refletir sobre sua comunidade e tambm a se expressar, colocando para fora sua viso, suas reflexes e seus sentimentos sobre quem so, o que fazem, onde moram...

    A Revista Programa Algar Transforma foi produzida como uma forma de registrar parte dos resultados do trabalho realizado e de eternizar o que pensaram e falaram os coraes e mentes de nossos participantes. Lendo-a voc ir adentrar no universo dos meninos e meninas do Programa Algar Transforma e, quem sabe, poder conhecer um pouquinho deles!

    Vale a pena destacar que esse processo contribuiu para o desenvolvimento dos participantes, no que tange aos aspectos cognitivos, de convivncia, da criatividade, da inventividade e da expresso, alm da ampliao de seu universo cultural, bem como o (re)conhecimento e a valorizao da comunidade em que vivem.

    Tudo isso ser expresso por meio de sees. A primeira, olhares, um lbum de figurinhas, mas com personagens reais. Pessoas da comunidade escolhidas para serem entrevistadas pelos nossos meninos, contando a eles um pouco de sua histria.

    A segunda, vozes, composta por textos de nossos participantes, registrados em seus dirios, que serviram para contar coisas e fatos relevantes de suas vidas.

    A terceira, trocas, conta um pouco das aprendizagens sobre o meio ambiente, formas de cuidar melhor desse planeta!

    E a ltima, mo na massa, ilustra um pouco da experincia desses pequenos em brincar de reprter!

    Destacamos tambm que mais dois produtos foram feitos em 2010.Um jornal, em que os participantes contaram novidades sobre sua comunidade, fizeram charadas, contaram piadas e at deram opinio sobre filmes, msicas e grupos artsticos. E um vdeo, que mostra as manifestaes culturais e o perfil dos moradores da comunidade deles, aprendendo a fazer comunicao comunitria por meio da cultura digital.

    Boa leitura!

    Ana Carolina Ferreira | Coordenadora Pedaggica

  • olhares

  • olhares personagens reais

    jurandir rodonalhovendedor, 44 anos

  • Jurandir Rodonalho mantm o nico sacolo do bairro Alvorada h 17 anos. Diz que seu ofcio muito cansativo e s vezes tem problemas com a venda fiado de verduras, mas mesmo assim acredita e gosta muito do seu trabalho. Atualmente, seu Jurandir mora no bairro Morumbi, tem 44 anos e ainda traz recordaes do tempo de sua escola, a E. E. Maria Conceio Barbosa de Souza, no Bairro Saraiva.

  • olhares personagens reais

    clia siqueiracostureira, 56 anos

  • H 13 anos, a dois quar-teires da sede do Pro-grama Algar Transforma, Clia Siqueira mantm seu tradicional ateli de cos-tura. Moradora do bairro Alvorada, tem um filho, um neto e um marido. Se apaixonou pela costura quando ainda era criana e observava a me tra-balhando. Pequenininha, Clia pedalava a mquina sem nem saber o que isso significava e de tanto ver a me acabou aprendendo a costurar sozinha. Hoje com 56 anos, dona Clia diz que gosta muito do que faz e, pelo que podemos ver no seu ateli, est sempre cheia de trabalho. Para mim no tem tempo ruim, tudo o que me pedem eu

    fao, diz.

  • olhares personagens reais

    mrcio pereiraestudante, 13 anos

  • Quando falamos com Mrcio, a Orquestra Jovem estava de frias. Mesmo assim ele estava l, marcando presena no espao e praticando violino. O garoto toca o instrumento h 3 anos, tendo estudado tanto na Orquestra Jovem como no Conservatrio Estadual de Msica Cora Pavan Capparelli. Se ele realmente gosta do que faz? Gosto de aprender coisas novas, msicas novas. E, claro, de ficar famoso na cidade, disse Mrcio. Suas aulas na Orquestra acontecem nas segundas e quintas tarde. Est cursando o oitavo ano na Escola Estadual Lourdes de Carvalho.

  • olhares personagens reais

    deniseprofessora, 42 anos

  • Denise, carinhosamente conhecida por "Tia Denise" por seus alunos, tem uma jornada dupla de trabalho. De manh, se dedica a cuidar das crianas no EMEI do bairro Alvorada, trabalho que j faz h 3 anos. tarde, professora da Escola Estadual Lourdes de Carvalho. Ela diz que ama o que faz e conta com a ajuda de outras duas educadoras. Quando a visitamos pela manh, tia Denise brincava com as crianas enquanto a outra tia preparava as mamadeiras.

  • olhares personagens reais

    snia gomesenfermeira, 36 anos

  • Me de dois participantes do Programa Algar Transforma, Marco Antnio e Suellen, Snia tem 36 anos, enfermeira h um ano no Hospital Santa Marta e nos contou que o local onde mais gosta de trabalhar no pronto-socorro. Isso porque se sente gratificada em poder salvar vidas, no se importando hora nenhuma em ter que trabalhar no horrio noturno (19h s 7h). Snia mora com seus trs filhos e pretende ter um nenm ainda este ano.

  • olhares personagens reais

    juvelino siqueiraborracheiro, 39 anos

  • Acredita que a maior qualidade da sua vida manter a famlia unida com seus dois filhos e esposa. Sua borracharia no bairro Alvorada recente, est h um ms e meio em funcionamento. Desapertar a roda e remendar os pneus a parte do trabalho de que ele mais gosta.

  • olhares personagens reais

    jos pinto de souzaaposentado, 85 anos

  • Morador do Alvorada h 4 anos (antes morou por 20 anos no Vila Marielza), seu Jos aposentado e ama o bairro onde vive. Ele nos contou que um lugar muito bom, sossegado, com um povo respeitoso e que nunca viu briga. Tanto que, no auge de seus 85 anos, vai praa passear todas as manhs, para ver o movimento. Antes de se aposentar, Jos trabalhou com criao de gado na fazenda. vivo e tem uma nica filha, j casada. Sobre os jovens de hoje, ele nos disse que falta educao de bero. Comparando a criao que teve com a que v os jovens tendo hoje, diz que esto todos muito mal acostumados. complicado, mas tem doutor por a com o melhor dos diplomas e sem educao de bero, completa.

  • olhares personagens reais

    samuel machadoestudante, 9 anos

  • Samuel faz aula de futebol todas as teras, quartas e quintas no clube CESAG, logo ao lado da sede do Programa Algar Transforma. Seus professores so o Gil e o Rodrigo. Falamos com o garoto logo depois que o treino acabou e ele estava bem cansado. Entre as coisas de que mais gosta nas aulas esto o lanche e os amigos. Sem contar que est sempre se sentindo mais saudvel, disse Samuel antes de sair pelo campo e comear a fazer embaixadinhas.

  • vozes

  • No campeonatoPaulo Henrique de Oliveira Cassiano - 12 anos

    Muitas vezes a gente faz algo que a gente gosta muito, por exemplo, jogar videogame.Todo final de semana eu e meu amigos fazemos um mini campeonato de videogame, gostamos de jogar winning eleven e luta livre. Eu sempre ganho em primeiro lugar e minha mulher (no videogame) que eu gosto mais a Lita, ela que a mulher mais forte que todos os homens, eu consigo fazer combos e vrios golpes especiais.

    vozes pginas de dirio

    NaturezaIsaque Patrcio Tiago - 12 anos

    Temos que cuidar da natureza, pois ela est sendo muito prejudicada e se no cuidarmos, no futuro, no teremos mais oxignio e tambm a umidade ser muito baixa, e se isto acontecer haver muitas doenas respiratrias como asma, sinusite, entre outras. Voc sabe por que precisamos das rvores para ter oxignio? No? Vou te explicar: quando chove, a gua armazenada em cpsulas chamadas clorofilas, depois o Sol aquece essa clorofila que quando estoura faz uma reao qumica assim: HO=HH+O O H fica e o O liberado Depois de o oxignio ser liberado ele subir para a atmosfera onde ele purificado e poder ser aproveitado.

  • Sasha, uma fiel amiga!Lucas Bossi - 15 anos

    Sasha era sempre alegre e animada correndo pela casa tentando me acordar, dia aps dia, ela fazia sempre a mesma coisa. At dia 1 de Abril de 2006,quando de manh sa para ir padaria, ela saiu de casa e fugiu para a avenida e foi atropelada. Quando voltei e a vi na calada morta fiquei mais desanimado, pensando em quem iria me acordar todos os dias subindo em cima da minha cama.Porm, um amigo meu me disse que quando gostamos de algo ou de algum sempre ter um pouco de sofrimento.Nunca vou esquecer-me dela, uma amiga canina e fiel.

    PescariaGuilherme Gregrio - 13 anos

    Ontem, sbado, acordei s 8 horas, arrumei minha cama, escovei meus dentes e lavei os meus olhos. Peguei meu bon e meus culos escuros, fiquei parecendo um boy.Quando eu estava na rua peguei meus 10 reais