Revista Porturia 14 Julho 2014

  • View
    218

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Portuária 14 Julho 2014

Text of Revista Porturia 14 Julho 2014

  • 4 Julho 2014 Economia&Negcios

    NDICE

    www.revistaportuaria.com.br

    Terminal Porturio de

    Navegantes vai dobrar

    capacidade esttica do ptio 8

    Duas vezes por semana, a Revista Porturia atualiza o blog da publica-o, que tem sempre informaes exclusivas sobre tudo o que acon-tece no mundo dos negcios no Brasil. O informativo jornalstico en-caminhado duas vezes por semana para uma base de dados segura e criteriosamente construda ao longo de 15 anos de mercado, formada por mais de 90 mil empresas. Composto por notcias econmicas de interesse de empresrios, polticos e clientes, o blog trata de todo e qualquer tema que envolva economia, especialmente aqueles voltados aos terminais porturios de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Para-n. Se voc souber de alguma novidade, tiver informaes relevantes sobre temas econmicos e quiser contribuir com o trabalho da Revista Porturia, entre em contato com a reportagem no endereo eletrnico: jornalismo@revistaportuaria.com.br

    Revista Porturia tambm est na web com informaes exclusivas

    13

    PARABNSBALNERIO CAMBORI!Cidade completa 50 anos encantando moradores e visitantes com desenvolvimento baseado no turismo, no comrcio e nos servios

    16

    Nova Licena Ambiental expedida e obras da Marina de Itaja so intensificadas

    Em Itaja, governador entrega ordem de servio

    para duplicao da Rodovia Antonio Heil

    30Marcos Schafer

    James Tavares-Secom

  • Economia&Negcios Julho 2014 5

    Editora BittencourtRua Jorge Matos, 15 | Centro | Itaja Santa Catarina | CEP 88302-130 Fone: 47 3344.8600

    DiretorCarlos Bittencourt direcao@bteditora.com.br

    Jornalista responsvel: Anderson Silva - DRT SC 2208 JPjornalismo@revistaportuaria.com.br

    Diagramao:Solange Alves solange@bteditora.com.br

    Contato ComercialRosane Piardi - 47 8405.8776 comercial@revistaportuaria.com.br

    Contato Comercial (agncias)Junior Zaguini - 47 8415.7782junior@bteditora.com.br

    Capa: Marcos Schafer

    ImpressoImpressul Indstria GrficaTiragem: 10 mil exemplares

    Elogios, crticas ou sugestesdirecao@bteditora.com.brPara assinar: Valor anual: R$ 240,00

    A Revista Porturia no seresponsabiliza por conceitos emitidos nos artigos assinados, que so de inteira responsabilidade de seus autores.www.revistaportuaria.com.br twitter: @rportuaria

    ANO 15 EDIO N 173 JULHO 2014

    EDITORIAL

    Comercial para todo o Brasil

    VIRTUAL BRAZIL Ltda+55 48 3233-2030 | +55 48 9961-5473

    MAIL: paulo@virtualbrazil.com.brSKYPE: contatos@virtualbrazil.com.br

    Balnerio Cambori: desenvolvimento baseado no turismo, no comrcio e nos servios

    A cidade de Balnerio Cambori com-pleta, neste ms de julho, meio scu-lo de emancipao poltico-adminis-trativa. Em 1964, meses aps o Golpe Mili-tar que mudou a situao poltica no Brasil, a cidade foi criada a partir do municpio de Cambori, passando a ter o mesmo nome, mas com o adjetivo Balnerio junto ao nome. Durante muito tempo a cidade se chamava Balnerio de Cambori, passando a apenas Balnerio Cambori em 1979.

    Na reportagem especial, a Revis-ta Porturia Economia & Negcios expe um resumo das potencialidades da cidade, suas peculiaridades, dados esta-tsticos e os motivos que tornam Balnerio Cambori sinnimo de investimento, de-senvolvimento e retorno financeiro.

    Ao completar 50 anos de existncia, o municpio demonstra seguir em ritmo acelerado de desenvolvimento sem abrir mo da qualidade de vida e se destaca como potncia turstica e econmica de Santa Catarina e do Brasil. Belas paisagens, luxo, infraestrutura e opes de lazer. Essas so as caractersticas que levaram Balne-rio Cambori a ser comparada a Mnaco, famoso principado francs. Alm da fama turstica e de suas belas praias, o municpio tem uma excelente vida noturna. Compa-rando com vrias capitais do pas, a cidade tem boas opes para diverso, gastrono-mia e msica.

    Com atraes para todos os gostos e perfis, o municpio oferece muito mais do que as belezas naturais decorrentes de sua localizao privilegiada na costa catarinen-se. Atraindo milhares de visitantes a cada ano e um volume crescente de investimen-tos, a cidade consolidou-se como um dos principais destinos tursticos da Amrica do Sul.

    Alm de ser um dos principais cen-tros tursticos do sul do pas, atraindo anu-almente milhares de visitantes de todos os lugares. Balnerio Cambori ainda oferece uma completa infraestrutura para se viver e trabalhar nela. A qualidade de vida elevada um dos aspectos mais citados pelos mora-dores de Balnerio Cambori como motivo de terem escolhido a cidade para viver. A cidade ocupa a 4 posio no ndice de De-senvolvimento Humano Municipal (IDHM) entre os 5.561 municpios do Brasil.

    Alm da reportagem sobre o desen-volvimento da cidade de Balnerio Cambo-ri, esta edio da revista destaca a expe-dio pela Fatma da Licena Ambiental de Implantao (LAI) da Marina de Itaja. Com isso, as obras estruturais do empreendi-mento tambm foram iniciadas. O empre-endimento ser um dos destaques na rea nutica no Sul do pas e ter atrativos como lojas, restaurantes e hotel.

    No total, sero 10 mil metros qua-drados de rea seca e 120 mil metros qua-drados de espelho dgua. Ter capacidade para abrigar 846 embarcaes, sendo que deste nmero, 353 sero de vagas secas e 493 molhadas.

    O leitor tambm vai poder conferir uma entrevista exclusiva concedida pelo diretor-superintendente administrativo da Portonave, Osmari de Castilho Ribas, so-bre os investimentos em infraestrutura do Terminal Porturio de Navegantes e o atual cenrio do setor porturio.

    Essas e outras informaes, bem como as tradicionais seces Portos do Bra-sil e Coluna Mercado, nas pginas seguin-tes da sua revista.

    Boa leitura!

  • 6 Julho 2014 Economia&Negcios

    A presidenta Dilma Rousseff empossou os novos ministros da Secretaria de Portos, Csar Borges, e do Ministrio dos Transportes, Paulo Srgio Passos. Borges assume a SEP no lugar de Antnio Henrique Silveira, que ser o secretrio-executivo da pasta, e Passos deixa a presidncia da Empresa de Planejamento e Logstica (EPL) para ser novamente titular dos Transportes. A cerimnia foi realizada no final de junho, no Palcio do Planalto, em Braslia.

    A Secretaria de Portos tem realizado um trabalho para oti-mizar os acessos terrestres e martimos, com foco na manuten-o, recuperao e ampliao da infraestrutura porturia, bem como na ampliao da eficincia logstica dos portos brasileiros, com o objetivo de imprimir ao setor mais competitividade e di-namismo, alm de reduzir os custos do transporte aquavirio.

    Nesse momento ns estamos fazendo uma pequena reorganizao no time que toca a infraestrutura logstica no go-

    MudanaNovo ministro da Secretaria de Portos empossado

    Csar Borges assume a SEP no lugar de Antnio Henrique Silveira, que ser o

    secretrio-executivo da pasta

    verno. Eu estou realocando as melhores pessoas em fun-es diferentes, ainda que semelhantes na essncia e nos princpios, disse a presidenta durante a cerimnia.

    Dilma ressaltou a experincia e a competncia dos trs servidores no exerccio de suas respectivas funes. Com relao ao novo ministro da SEP, disse que Csar Bor-ges levar para a secretaria a sua experincia na conduo de projetos de infraestrutura na rea dos transportes, em especial a implementao da primeira fase do Programa de Investimento em Logstica (PIL).

    Neste perodo, ns fizemos as concesses de quase 4.900 quilmetros de rodovias federais de forma a garantir a realizao das obras e no onerar os usurios excessi-vamente. Houve competio e desgio significativo nas tarifas dos pedgios, lembrou.

    Destacou que sob a gesto de Csar Borges no Mi-nistrio dos Transportes o governo federal aprimorou o novo modelo de concesses ferrovirias, que est pronto para ser iniciado. Lembrou que o governo concluiu o tre-cho Palmas-Anpolis da Ferrovia Norte-Sul e deu incio a vrias outras obras, entre as quais, a segunda ponte do Rio Guaba, a duplicao da BR-381 de Minas Gerais e o derrocamento do Pedral do Loureno, que vai possibilitar o funcionamento da Hidrovia Araguaia-Tocantins.

    Com relao ao ex-ministro Silveira, Dilma destacou que ele auxiliou o governo no desenho da nova modela-gem da concesso das rodovias e tambm dos portos p-blicos. Eu conheo o trabalho dedicado e de qualidade que o Antonio Henrique desempenhou frente da Secreta-ria de Portos num perodo em que estvamos implantando um modelo voltado para elevar a eficincia dos servios porturios, garantir a participao privada e, enfim, melho-rar a governana no setor.

    A presidenta enfatizou que o governo, com apenas um ano do novo marco regulatrio (Lei 12.815/2013), auto-rizou 22 novas instalaes porturias privadas a operarem no pas, com investimentos previstos de R$ 9,1 bilhes.

    Frisou ainda que o modelo de arrendamentos por-turios est em fase final de aprovao pelo Tribunal de Contas da Unio e acrescentou que a unio das experin-cias e empenhos de Borges e Silveira permitir ao governo acelerar os investimentos em logstica porturia.

  • 8 Julho 2014 Economia&Negcios

    entrevista entrevista

    Consolidada como a maior movimentadora de cargas conteinerizadas de Santa Catarina, res-ponsvel por 45% da participao de mercado do Estado, a Portonave deu incio neste ms s obras da segunda fase do Terminal Porturio de Navegantes. Esta etapa na infraestrutura do terminal faz parte do planejamento da Companhia desde a sua fundao. Com a obra, a empresa praticamente dobrar a capa-cidade esttica do ptio de 15 mil para 30 mil TEUs

    (unidade de medida equivalente a um continer de 20 ps).

    A rea a ser ampliada fica no lado direito do ter-minal. O ptio, que tem hoje 270 mil m, passar para cerca de 400 mil m. A obra tem prazo de at 15 meses para concluso. O valor de investimentos no projeto aproximadamente de R$ 120 milhes.

    Co